18 de jun. de 2021

Equipamentos turísticos e culturais de Caruaru receberão investimentos de 30 milhões

Foto: Julio Dutra
Uma série de visitas foi realizada pela comitiva do Governo Federal, na manhã desta sexta (18), em obras e instalações em Caruaru. A prefeita Raquel Lyra (PSDB) seguiu a agenda, acompanhada do ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, que anunciou a liberação de R$ 30 milhões para a cidade; do ministro da Cidadania, João Roma; do secretário especial de Cultura, Mario Frias; do presidente da Embratur, Carlos Brito, e da presidente do Iphan, Larissa Peixoto.

O primeiro endereço visitado na Capital do Agreste foi o aeroporto, onde a comitiva desembarcou para uma visita técnica. Em seguida, as autoridades foram conferir o andamento das obras da Pracinha da Cultura, no Bairro da Boa Vista. O espaço tem 3 mil metros de área construída, contando com quadra poliesportiva, cineteatro, biblioteca, pista de cooper e de skate, além de salas multiuso e um Cras.

A última parada foi na antiga Estação Ferroviária do município. O espaço está passando por uma revitalização e contará com uma nova praça de eventos, que fará a integração com os 8 km da Via Parque, respeitando a memória ferroviária do local. O projeto também inclui espaços para atividades culturais e recreativas, manutenção das fachadas dos prédios históricos, assim como a implementação de um projeto paisagístico, em harmonia com as construções originais.

Foto: Edson Carneiro
Em evento realizado no início da tarde, na Associação Comercial e Empresarial de Caruaru (Acic), o ministro do Turismo, Gilson Machado, anunciou a liberação de R$ 30 milhões para serem investidos em equipamentos turísticos, em Caruaru.

De acordo com a prefeita Raquel Lyra, todo trabalho que será desenvolvido terá como objetivo explorar o melhor da cultura local e na geração de emprego e renda. 
“Todos esses investimentos reafirmam a nossa vocação cultural e empreendedora. Cada real que será direcionado para o nosso município será transformado em qualidade de vida para a nossa gente”, comemorou.
Durante a apresentação, a prefeita pontuou alguns dos projetos que serão executados com os investimentos. 
“Uma das primeiras obras será a requalificação do portal da cidade, o caminho de acesso à rodoviária. Vamos transformar a via e deixar a nossa cidade mais bonita e atrativa”, explicou Raquel.
O Parque Natural Municipal Professor João Vasconcelos Sobrinho, conhecido como Serra dos Cavalos, um patrimônio ambiental dos caruaruenses, receberá mais estrutura para receber os turistas. 
“O parque possui 300 hectares de mata atlântica preservada. Vamos investir em turismo sustentável, oferecendo mais estrutura para quem for visitar o local, trilhas, mirantes e uma unidade de educação ambiental”, afirmou a prefeita.
O Espaço Cultural e o Museu do Barro são outros equipamentos que passarão por obras. Com a requalificação do museu, o espaço vai contar com lojas colaborativas, café, além do rico e já conhecido acervo das obras do Mestre Vitalino.

Também será construído o Parque do Alto do Moura. O espaço ficará instalado logo na entrada do famoso ponto turístico da cidade. No local, o visitante encontrará um centro cultural, reunindo vários equipamentos para receber o turista da melhor forma possível. Também serão feitas intervenções que promoverão acessos para o Alto do Moura, aeroporto e Distrito Industrial, desafogando caminhos e trazendo acessos mais rápidos e fáceis.

Da redação | PE+ Notícias
Com informações do Blog Cenário

Economia pernambucana apresenta sinais de recuperação


Com resultado positivo no acumulado do ano, expectativa é de crescimento de até 3% em 2021 (Fernando Frazão/Agência Brasil)
Enfrentando a segunda onda da Covid-19, a economia pernambucana apresenta sinais de uma possível retomada. Os dados divulgados pela Agência Estadual de Planejamento e Pesquisas de Pernambuco (Condepe/Fidem) ontem, apontaram que em abril deste ano, o PIB do estado registrou um crescimento de 13% em comparação com o mesmo período do ano passado.

No acumulado do ano, a variação também é positiva, 4,1%. Para o diretor de estudos e pesquisas da Condepe Fidem, Maurílio Lima, os resultados sugerem uma adaptação dos setores. 
“No ano passado nós tivemos um grande impacto com os fechamentos e restrições. Agora, já existe uma adaptação maior que permite que a economia apresente recuperação em relação ao que ocorreu em 2020”, explicou.
Em comparação com abril de 2020, a indústria foi o setor que registrou o maior crescimento, 41,3%. Já a agropecuária e o setor de serviços acumularam alta de 9,2% e 7,4%, respectivamente. 
“Em Pernambuco, a indústria tem uma participação de 20% no resultado final do PIB e tem dado uma importante sustentação para o desempenho do estado como um todo, junto com a agropecuária”, avaliou o diretor.
Com os indicadores positivos no acumulado do ano, a Condepe/Fidem mantém a previsão de crescimento para o Produto Interno Bruto do estado em 2021. 
“Os números mostram que o estado está enfrentando bem esse ano e está se recuperando do baque do ano passado. Por enquanto, podemos manter a previsão de crescimento entre 2,5% e 3% para o ano. No próximo mês, com os resultados de maio, vamos poder realizar uma nova projeção para confirmar ou não os resultados apresentados anteriormente”, comentou Maurílio.
Após uma série de quedas no acumulado dos últimos doze meses, a variação do PIB estadual nesse índice voltou a crescer, registrando uma alta de 0,5%. Maurílio destaca que o número incorpora parte dos resultados negativos da economia no ano passado. 
“Nesse período, tivemos quedas importantes, principalmente no setor de serviços que tem sido o mais afetado. Agora, ele apresenta uma recuperação, com crescimento de 0,7% em relação a março, 7,4% em comparação com abril do ano passado e 1,4% no acumulado deste ano”, observou.
Os números positivos para o setor terciário, que tem participação de 75,5% no PIB pernambucano, trazem esperança de uma recuperação no estado. 
“Ainda temos que recuperar os empregos e as fontes de renda da população, mas vemos a importância dos auxílios, do crédito e das ajudas que venham socorrer esse conjunto de atividades. Também é preciso que a população entenda a importância do isolamento social, que junto com a vacinação, vai permitir a recuperação desse setor”, avaliou.
No estado, o único indicador negativo foi na série com ajuste sazonal, com queda de 1,4% entre março e abril deste ano. Nesse período, o único setor que teve queda no desempenho foi a indústria, com retração de 0,9%. Já a agropecuária e o setor de serviços registraram alta de 2,2% e 0,7%, respectivamente.

Da redação | PE+ Notícias
Com informações do Diario de Pernambuco

Pernambuco recebe 97.110 doses de vacinas da Pfizer

Foto: Heudes Regis/SEI
Pernambuco recebeu, na madrugada desta sexta-feira (18), 97.110 doses de vacinas da Pfizer/BioNTech. De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES), os 14 volumes contendo os imunizantes foram encaminhados ao Programa Estadual de Imunização (PNI-PE) para checagem e separação dos quantitativos por município. A entrega às 12 Gerências Regionais de Saúde (Geres), onde as vacinas ficam disponíveis para retirada pelas cidades, ocorre ainda hoje, segundo a SES.

A pasta também informou que novo lote será utilizado para aplicação nas pessoas com comorbidades e deficiência, podendo ser expandido aos demais grupos prioritários e à população em geral por faixa etária, de acordo com o andamento da campanha e realidade de cada município.

Com a nova remessa recebida nesta madrugada, Pernambuco totaliza 4.617.210 vacinas para imunização contra a Covid-19. Desse total, 2.319.920 são da AstraZeneca/Oxford/Fiocruz, 1.959.160 da Coronavac/Butantan e outras 338.130 doses são da Pfizer/BioNTech. A Secretaria de Saúde comunicou que há a previsão de chegada de mais 65 mil doses da Coronavac/Butantan na manhã desta sexta-feira, para sanar a falta de segundas doses nos municípios pernambucanos, que se preparam para uma mobilização no final de semana com o objetivo de finalizar o esquema vacinal daqueles que estão no aguardo do imunizante.
“Precisamos dar mais celeridade à campanha. As vacinas não são disponibilizadas para guarda, e sim para uso imediato na população. Cada município precisa montar estratégias de acordo com o seu território para proteger a maior quantidade de pessoas no menor tempo possível”, afirmou o governador Paulo Câmara.
Da redação | PE+ Notícias
Com informações do Diario de Pernambuco

Hemope divulga edital para preencher 13 vagas de emprego com salários de até R$ 9,8 mil

Hemope (Jailton Jr/JC Imagem)
O Governo de Pernambuco divulgou um edital de seleção pública para preencher 13 vagas de emprego na Fundação de Hematologia e Hemoterapia de Pernambuco (Hemope). As inscrições abrirão nesta segunda-feira (21) e vão até 24 de junho. O resultado será divulgado no dia 20 de julho.

Ao todo, são quatro vagas para médico clínico, uma para médico pediatra, um médico do trabalho, três médicos intensivistas (UTI) e quatro técnicos de laboratório.

A remuneração para médico clínico, intensivista e pediatra em regime de plantão é de R$ 9.886,16. Já a remuneração para médico do trabalho diarista é de R$ 6.050,33. Os técnicos em laboratório terão remuneração de R$ 1.100.

Os profissionais de nível médio e superior vão atender as demandas por causa da pandemia da covid-19. Os contratos temporários devem valer por seis meses, com a possibilidade de prorrogação. A seleção será realizada em uma etapa única de análise curricular.

Como se inscrever

Os interessados devem se inscrever no site. Eles devem preencher a ficha de inscrição e anexar cópia do RG, CPF, comprovante de residência, certificado de reservista (sexo masculino), documento de comprovação de requisito da função, e se tiver, comprovação de ter sido jurado.

Da redação | PE+ Notícias
Com informações do NE10 Interior

Maria Auxiliadora assume Prefeitura de Santa Maria do Cambucá


Na última quinta-feira (17), a vice-prefeita de Santa Maria do Cambucá assumiu o cargo de Prefeita do município.

A posse aconteceu na câmara de Vereadores. Auxiliadora assume o cargo após o prefeito do município, Nelson de Lima, continuar internado devido as complicações causadas pela Covid-19.
"O dia de hoje foi uma data marcante para mim e para a administração pública do meu amado município de Santa Maria do Cambucá. Pela primeira vez uma mulher assume o poder municipal, mesmo que interinamente. Em meu coração existe um mix de responsabilidade e ao mesmo tempo de tristeza pela ocasião que estamos vivendo, pois pensar que tudo isso está acontecendo por comprometimento da saúde do gestor Nelson é no mínimo angustiante, nos faz ver o quão frágeis somos nós. Todavia, temos a esperança de que muito em breve ele estará de volta ao seu cargo, para novamente tomar as decisões que beneficiem sua gente." Discursou Auxiliadora.
A gestora também falou sobre o seu comprometimento com os próximos passos do município.
"No mais, comprometo-me a mesmo distante, não soltar sua mão, assim como foi prometido em Campanha."
Da redação | PE+ Notícias
Por Paulinho Bossa

17 de jun. de 2021

Pernambuco aguarda lote da CoronaVac e fará mobilização para segunda dose em atraso

Coronavac - Foto: Reprodução
Pernambuco aguarda, entre a madrugada e a manhã desta sexta-feira (18), a chegada de dois novos lotes de vacinas contra a Covid-19, sendo 97 mil da Pfizer/BioNTech e 65 mil da CoronaVac/Butantan.

Com essa remessa da CoronaVac/Butantan, a expectativa é zerar o déficit de segundas doses pendentes no Estado. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), foi combinada uma mobilização especial com os municípios que têm residentes a complementar o esquema vacinal com esse imunizante.

Esse acerto aconteceu durante uma reunião entre o Estado e o Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Pernambuco (Cosems-PE), nesta quinta (17). No total, 73 municípios estão no aguardo dessas doses, sendo Jaboatão dos Guararapes, Petrolina e Paulista os com maior déficit.

Ao todo, foram solicitadas 49.250 doses extras para serem usadas como reforço por esses 73 municípios. Ou seja, com a remessa de 65 mil que chegará, serão sanadas todas as solicitações pendentes. O saldo restante será destinado ao estoque estratégico do PNI-PE, para ajustes futuros que possam surgir.

Além da aplicação das doses em atraso da CoronaVac, a orientação para os municípios é fazer uma convocação também para as pessoas que ainda não fizeram o reforço com a segunda dose da AstraZeneca/Oxford/Fiocruz, que tem intervalo sugerido de três meses após a primeira aplicação.
"Gostaria de destacar, mais uma vez, que o atraso na segunda dose não tira a validade da primeira. E é essencial completar o esquema vacinal com a segunda dose para se proteger. Por isso, aproveite a mobilização dos municípios neste final de semana", frisou o titular da SES-PE, André Longo.
Cada município é responsável por organizar o processo de vacinação, portanto, as pessoas que têm doses de reforço a tomar devem procurar os canais oficiais de informação do local onde residem.

Da redação | PE+ Notícias
Com informações da Folha PE

Pernambuco zera fila de espera por leitos de UTI pela primeira vez em quatro meses

Leitos do Hospital Mestre Vitalino, em Caruaru - Foto: Divulgação
Pela primeira vez em quatro meses, a ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva – UTI ficou em 87%, zerando a fila de espera por vagas de UTI em Pernambuco. O anúncio foi feito pelo governador Paulo Câmara (PSB), em pronunciamento nesta quinta-feira (17).

O governador atribuiu o resultado às medidas restritivas intensificadas a partir de 7 de dezembro de 2020 e ao avanço da vacinação e da expansão da rede de UTIs em Pernambuco, que hoje é a maior das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste.
“Temos um longo caminho pela frente até chegarmos ao patamar de retomada que estamos vendo nos Estados Unidos e em alguns países da Europa. Estamos avançando no Plano de Convivência, mas não é hora de relaxar os cuidados”, salientou Paulo Câmara.
O gestor ainda reforçou o pedido para que a população continue seguindo as medidas sanitárias e fez um apelo para pessoas que ainda não se vacinaram, embora já tenha chega a sua vez, que possam marcar a imunização, principalmente na segunda dose. 
“É muito importante observar o calendário e tomar a segunda dose da vacina. Vamos fazer um grande esforço, em parceria com os municípios, para completar a imunização de quem só recebeu a primeira dose”, finalizou.
Confira o pronunciamento:


Da redação | PE+ Notícias
Com informações da Folha PE

Flexibilização: Pernambuco amplia horário do comércio e outros serviços

Comércio do Recife - Foto: Ed Machado/Folha de Pernambuco
A partir da próxima segunda-feira (21), Pernambuco passa a adotar novas medidas em relação à Covid-19. A principal mudança é a ampliação do horário do comércio e outros serviços, como bares, restaurantes, academias, atividades religiosas, clubes sociais, salões e shoppings. Esses estabelecimentos poderão funcionar até 22h nos dias de semana e até 21h nos finais de semana e feriados.

Também poderão funcionar cinemas, teatros e circos, com limite de 30% da capacidade, com horário até 22h nos dias de semana e até 21h nos finais de semana.

Os eventos de esportes coletivos poderão ser retomados, sem público.

Para os eventos corporativos, a liberação permite o limite máximo de 50 pessoas.

A exceção é a terceira macrorregião, que corresponde ao Sertão do Moxotó e ao Sertão do Pajeú, que estão em regime mais rígido até o próximo dia 27. Nessa área, os estabelecimentos poderão funcionar até 18h, tantos nos dias úteis quanto aos finais de semana.
“A gente parte para uma nova etapa, mas isso não significa relaxamento ou descuido”, disse a secretária executiva de Desenvolvimento Econômico do Estado, Ana Paula Vilaça.
Da redação | PE+ Notícias
Com informações da Folha PE

Polícia Civil deflagra operação 'Drive' no combate a organização criminosa em Caruaru, no Agreste

Operação 'Drive', em Caruaru, no combate a organização criminosa (Divulgação/Polícia Civil)
Nesta quinta-feira (17), a Polícia Civil de Pernambuco deflagrou a 44ª Operação de Repressão Qualificada de 2021, denominada "Drive". A operação é realizada em Caruaru, no Agreste, e tem como objetivo identificar e desarticular uma organização criminosa voltada a prática dos crimes de homicídio, tráfico de drogas e roubo de veículos.

São cumpridos nove mandados de prisão, sendo cinco deles expedidos pela Vara do Tribunal do Júri da Comarca de Caruaru e os outros quatro pela Primeira Vara Criminal de Caruaru. Além disso, também são cumpridos quatro mandados de busca e apreensão domiciliar e dois mandados de busca e apreensão de adolescente em conflito com a lei.

A investigação que orienta a operação é de responsabilidade do Delegado Márcio George, titular da 20ª Delegacia de Homicídios. São empregados 40 policiais civis, entre eles delegados, agentes e escrivães.

Veja o vídeo da operação:


Da redação | PE+ Notícias
Com informações do NE10 Interior

Paulo Câmara lança maior programa estadual de formação para habilidades de futuro

Mais de 10 mil pessoas serão beneficiadas com projetos de qualificação do programa Forma.AI. Na solenidade, governador também anunciou edital para redução da pobreza extrema em Pernambuco
O governador Paulo Câmara lançou, nesta quinta-feira (17.06), o maior programa estadual de formação de pessoas para as habilidades de futuro, o Forma.AI, estruturado para acompanhar a alta demanda por profissionais nas áreas de Ciência, Tecnologia, Engenharias, Matemática e Computação. Na solenidade, também foi lançado o edital Contribuição da Ciência e Tecnologia para Redução da Pobreza Extrema em Pernambuco, com um investimento da ordem de R$ 2 milhões.

Até 2022, serão beneficiados com o Forma.AI, diretamente, mais de 10 mil pernambucanos, entre estudantes técnicos do ensino médio, de graduação e de pós-graduação, professores de ensino técnico e superior, empreendedores e trabalhadores do setor privado. 
“É um programa importante, que vai capacitar tanto os estudantes como os profissionais que já estão no mercado de trabalho, buscando dar um foco prioritário à questão da ciência e demais áreas. Isso só reforça a economia do conhecimento entrando com muita força em Pernambuco, através do poder público, com a criação de uma política tão importante”, afirmou Paulo Câmara.
Os projetos ainda alcançarão, indiretamente, outras 42 mil pessoas, totalizando um investimento de R$ 8,12 milhões. O Forma.AI é composto por sete projetos: Programa de Residências Tecnológicas (Resitec), Programa de Extensão Tecnológica (PET), PET Social Code, Negócios 4.0, Programa.AI, Prouni-Stricto e Train The Trainers, todos desenvolvidos para atender as necessidades específicas de cada público-alvo. Também são decisivos para reduzir a evasão de profissionais pernambucanos qualificados, garantindo competitividade às diversas cadeias produtivas locais.

O secretário estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação, Lucas Ramos, ressaltou que o conceito do Forma.AI é entregar aos pernambucanos uma política pública flexível, que possa acompanhar as transformações socioeconômicas, especialmente a demanda por profissionais qualificados em um mercado cada vez mais digital.
“É um arrojado programa de formação, que demonstra o compromisso do Governo em construir o futuro do nosso Estado. Pensar em um programa estático, voltado para um único público-alvo, tornaria o Forma.AI obsoleto em menos de um ano. Por isso, construímos uma grande plataforma com projetos específicos, mas plenamente adaptáveis às novas necessidades, que amplia a sinergia entre academia e setores produtivos e otimiza toda a expertise da Secti e de suas instituições vinculadas”, explicou Lucas Ramos, enfatizando que as capacitações serão financiadas com recursos de Tesouro Estadual.
COMBATE À POBREZA – O edital de Contribuição da Ciência e Tecnologia para Redução da Pobreza Extrema em Pernambuco é uma iniciativa da Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia de Pernambuco, órgão ligado à Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti). É o primeiro edital da Facepe focado na questão do desenvolvimento social, e tem por objetivo apoiar propostas que utilizem a Ciência e da Tecnologia no apoio a políticas públicas inclusivas para redução de situações de extrema pobreza. Cada projeto deverá propor um estudo multidimensional, com a participação efetiva de diferentes especialistas que possam atuar no tema em regime de cooperação e complementaridade.

De acordo com o presidente da Facepe, Fernando Jucá, serão destinados até R$ 200 mil reais por proposta em custeio. 
“Esse edital prevê investimentos da ordem de dois milhões. A ideia é que tenhamos pelo menos dez propostas e um período de execução de até dezoito meses. A gente tem pressa para resolver um problema muito sério, e usar a ciência e tecnologia nessa direção é fundamental”, disse Jucá.
Podem participar pesquisadores doutores vinculados a instituições de caráter educativo, científico ou tecnológico situadas em Pernambuco. O formulário eletrônico estará disponível no sistema AgilFAP a partir desta sexta-feira (18.06). As propostas devem ser submetidas até o dia 28 de junho e os resultados serão divulgados no site da Facepe e no Diário Oficial do Estado, no dia 17 de julho.

Também participaram da solenidade o diretor de Ambientes de Inovação e Formação Superior da Secti, Carmelo Filho; e a diretora de inovação da Facepe, Aronita Rosenblatt.

Da redação | PE+ Notícias
Com informações do Fala PE

Após dar entrada de R$ 20 mil pela internet, homem descobre ter comprado carro roubado no Recife

Carro roubado foi encaminhado à Delegacia da PRF - Foto: Divulgação/PRF
Um homem descobriu ter caído em um golpe após comprar um carro roubado pela internet. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), ele havia realizado o pagamento de uma entrada pela aquisição do veículo no valor de R$ 20 mil.

A fraude foi descoberta durante abordagem da polícia na BR-101, no bairro do Curado, Zona Oeste do Recife.

Os policiais rodoviários realizavam uma fiscalização no quilômetro 169 da rodovia federal quando abordaram o carro que um homem dirigia - o veículo portava placas do Mercosul.
"Em consulta detalhada, foi descoberto que o veículo portava placas clonadas e havia sido roubado no dia 18 de janeiro deste ano, no Recife", explicou a PRF.
Aos policiais, o motorista informou que havia pego o carro emprestado com um amigo do patrão dele e não sabia da irregularidade citada.

Esse comprador, amigo do patrão do motorista, foi até a Delegacia da PRF e informou que havia pago os R$ 20 mil de entrada e negociado o restante do valor em 35 parcelas de R$ 1 mil.

O motorista, o comprador e o carro foram encaminhados à Central de Plantões da Capital, em Campo Grande, na Zona Norte do Recife, que irá investigar o caso.

Recomendação

A PRF recomenda que antes de adquirir um carro, é necessário realizar uma vistoria no veículo em uma empresa certificada e verificar se a documentação é original.

É preciso também desconfiar de ofertas abaixo do valor de mercado e procurar o máximo de informações sobre o vendedor antes de fechar negócio.

Da redação | PE+ Notícias
Com informações da Folha PE

Pernambuco é pior estado do Brasil para fazer negócios, diz Banco Mundial

Em Roraima, leva-se um terço do tempo observado em Pernambuco para uma empresa obter os alvarás para a construção de um armazém.
Um raio X do ambiente de negócios no Brasil, divulgado na última terça-feira (15) pelo Banco Mundial, mostra que é mais fácil abrir uma empresa no Pará, obter alvarás de construção em Roraima, registrar uma transferência imobiliária em São Paulo, pagar impostos no Espírito Santo e resolver uma disputa comercial em Sergipe. O ranking do relatório Doing Business Subnacional Brasil 2021 revelou que Pernambuco é o pior estado para fazer negócios no Brasil.

O relatório mostra que nenhuma localidade tem hoje todas as boas práticas para incentivar e facilitar a atividade empresarial. Há, na verdade, forte variação do ambiente de negócios entre os 26 Estados e o Distrito Federal. Mesmo os que se destacam em uma frente têm deficiências em outras.

É o caso de São Paulo, que obteve o melhor desempenho geral na facilidade de fazer negócios. Embora tenha ficado em 1.º lugar no registro de transferências imobiliárias, o Estado é o 14.º na abertura de empresas, 15.º na obtenção de alvarás de construção e 19.º no pagamento de impostos.

Já o Espírito Santo, que lidera na facilidade de pagar impostos, ficou em penúltimo lugar no ranking geral porque teve desempenho aquém dos demais Estados nos outros quesitos avaliados. Os capixabas são o 5.º em registro de propriedades, 9.º em abertura de empresas, 22.º em alvarás de construção e último colocado em execução de contratos.

O relatório do Banco Mundial também mostrou comparações entre os Estados para ilustrar as disparidades entre as regiões. Os custos para se abrir uma empresa, por exemplo, são quase dez vezes mais altos em Mato Grosso do que no Ceará, principalmente por causa dos custos dos alvarás municipais. Abrir um negócio leva 9,5 dias em Minas Gerais e 24,5 dias no Distrito Federal.

Além disso, empresas que precisam resolver uma disputa comercial descobrirão que o processo é mais barato e quase três vezes mais rápido em Sergipe do que no Espírito Santo. Em Roraima, por sua vez, leva-se um terço do tempo observado em Pernambuco para uma empresa obter os alvarás para a construção de um armazém.

Os Estados foram avaliados pelas suas capitais. Para o organismo multilateral, a disparidade dos resultados mostra que em todas as localidades há oportunidade de “troca de experiências” para aprimorar o ambiente. 
“Há exemplos de boas práticas em Estados de todas as regiões, níveis de renda e tamanhos”, diz o Banco Mundial no relatório.
Ranking dos estados onde é mais fácil fazer negócios:
  1. São Paulo (São Paulo)
  2. Minas Gerais (Belo Horizonte)
  3. Roraima (Boa Vista)
  4. Paraná (Curitiba)
  5. Rio de Janeiro (Rio de Janeiro)
  6. Tocantins (Palmas)
  7. Mato Grosso do Sul (Campo Grande)
  8. Sergipe (Aracaju)
  9. Ceará (Fortaleza)
  10. Piauí (Teresina)
  11. Goiás (Goiânia)
  12. Distrito Federal (Brasília)
  13. Rondônia (Porto Velho)
  14. Acre (Rio Branco)
  15. Maranhão (São Luís)
  16. Amazonas (Manaus)
  17. Paraíba (João Pessoa)
  18. Alagoas (Maceió)
  19. Mato Grosso (Cuiabá)
  20. Santa Catarina (Florianópolis)
  21. Rio Grande do Norte (Natal)
  22. Rio Grande do Sul (Porto Alegre)
  23. Pará (Belém)
  24. Bahia (Salvador)
  25. Amapá (Macapá)
  26. Espírito Santo (Vitória)
  27. Pernambuco (Recife)
Abaixo da média

A especialista em desenvolvimento do setor privado do Banco Mundial, Laura Diniz, afirma que, mesmo os líderes em determinados critérios, ainda estariam abaixo da média de países da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).
“Mesmo que replicassem todas as boas práticas do Pará (para abertura de empresas), o Brasil ainda teria desempenho abaixo da OCDE”, diz. Segundo ela, a complexidade de negócios e a burocracia são desafios em todos os Estados.
“No Brasil, na média, são necessários 11 procedimentos para abrir negócios.”
No diagnóstico do Banco Mundial, as principais causas para a complexidade burocrática incluem a falta de coordenação entre as agências envolvidas nos processos e uma implementação desigual e fragmentada dos programas de reforma.

O desempenho geral nas cinco áreas mostra que fazer negócios é mais fácil em São Paulo, Minas Gerais e Roraima. Isso significa que esses três Estados tendem a ter regulamentação de negócios mais eficiente, ou seja, as empresas conseguem operar com processos mais rápidos, simples e menos custosos do que a média nacional.

O relatório foi encomendado pelo governo brasileiro, por meio da Secretaria-Geral da Presidência, e financiado pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban) e pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

Ambiente de negócios

O ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Onyx Lorenzoni, diz que o governo tem como objetivo criar condições para o Brasil se aproximar das 50 primeiras colocações entre os países com melhor ambiente de negócios do mundo. No ranking global, com 190 países, o Brasil ocupa hoje a 124.ª posição em termos de ambiente de negócios.

O presidente da Febraban, Isaac Sidney, afirma que o diagnóstico da situação dos Estados é o “primeiro passo” para avançar na agenda de reformas e aprimorar o ambiente de negócios.
“O Brasil precisa desse tipo de inteligência e avaliação. Com as reformas tributária e administrativa e um ambiente de negócios saudável, com novas perspectivas para produzir, gerar renda e empregos, temos uma perspectiva mais favorável quanto ao nosso futuro”, afirma Sidney.
Resposta do Governo de Pernambuco

Em, nota, o Governo de Pernambuco ressaltou o ambiente geral do Brasil para negócios.
“O Brasil, de maneira geral, não tem um ambiente propício a realização de negócios, ocupando as últimas colocações no ranking mundial. Dos cinco índices considerados, apenas um (processo de abertura de empresas) diz respeito exclusivamente à ingerência do Estado e nesse índice, Pernambuco figura em 11o lugar do Brasil. Com a recuperação da capacidade de investimento, obtida pelo Estado em 2021, a melhoria do ambiente de negócios com ações integradas com os municípios, a iniciativa privada e o Judiciário será uma das prioridades da gestão, a partir do segundo semestre.”, encerra a nota.
Da redação | PE+ Notícias
Com informações do Blog do Bruno Muniz

Morre o ator e diretor da Paixão de Cristo, Carlos Reis, aos 84 anos

Carlos Reis foi ator e diretor da Paixão de Cristo de Nova Jerusalém (Alexandre Belém/Acervo JC Imagem)
Morreu na noite da última quarta-feira (16) o ator e diretor da Paixão de Cristo de Nova Jerusalém, Antônio Carlos Reis, aos 84 anos. Ele lutava contra uma leucemia linfocítica crônica há oito anos e faleceu em casa, no Recife, onde recebia cuidados médicos.

Reis dirigiu o espetáculo da Paixão de Cristo em Fazenda Nova, na cidade de Brejo da Madre de Deus, no Agreste, até o ano de 2019, quando o evento foi realizado pela última vez antes da pandemia. Em sua carreira, ele ficou famoso por interpretar o papel de Jesus Cristo no maior teatro ao ar livre do mundo durante nove anos e nas últimas duas décadas foi responsável pela direção do espetáculo junto com Lúcio Lombardi.

A família de Carlos Reis informou que o ator será sepultado na tarde desta quinta-feira (17), no Cemitério de Santo Amaro, que fica na área central do Recife. O velório é realizado durante o período da manhã.

Da redação | PE+ Notícias
Com informações do NE10 Interior

Líder de caminhoneiros ameaça com paralisação e acusa governo de marketing

Caminhoneiros - Foto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco
O presidente da Abrava (Associação Brasileira dos Condutores de Veículos Automotores), Wallace Landim, conhecido como "Chorão", reafirmou a possibilidade de paralisação da categoria após promessas não cumpridas pelo governo de Jair Bolsonaro (sem partido), durante entrevista ao UOL News, programa diário transmitido pelo portal UOL, na noite desta quarta-feira (16). Landim acusou ainda o governo de fazer marketing em cima da categoria.
"Possibilidade [de paralisação] há. Estamos no limite, na UTI, estamos tomando esse remédio para salvar a categoria", disse Landim.
Em janeiro, um grupo de motoristas que fazia uma série de reivindicações tentou mobilizar a categoria para uma paralisação nacional prevista para o dia 1º de fevereiro. O governo de Bolsonaro correu e anunciou um pacote de medidas para tentar evitar a greve. A principal delas foi a inclusão dos caminhoneiros no grupo de prioridade na vacinação contra a Covid-19, com profissionais de saúde e indígenas, por exemplo.

Cerca de cinco meses depois, a promessa não foi cumprida pelo governo, segundo Landim. 
"A gente vem participando de muitas reuniões no governo e nada. Nós temos várias situações, uma delas é referente à vacina. A gente está no grupo prioritário desde janeiro, mas até agora a gente não foi imunizado", afirmou.
O grupo também reclama da linha de crédito criada pelo BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico) no valor de R$ 500 milhões para caminhoneiros autônomos manterem seus veículos. Na época, o governo disse que o Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federal ficariam responsáveis, inicialmente, por oferecerem os empréstimos.
"Outra coisa que me deixou muito chateado é aquela [linha de crédito do BNDES] de R$ 500 milhões para manutenção da categoria, que foi proposta para nós. Não conheço nenhum caminhoneiro que pegou [empréstimo]. A vigência terminou agora. Eu pedi, mandei ofício para Ministério da Economia. E o Ministério da Economia nem sequer me retornou. Conversamos com vários setores financeiros, esse plano nunca existiu. Estão fazendo marketing em cima da categoria", afirmou.
Diante da nova pressão da categoria, os ministérios da Economia e da Infraestrutura fecharam em maio detalhes de um pacote de benefícios para os caminhoneiros que seriam divulgados por etapas, conforme reportagem da Folha de S.Paulo. Além de um voucher para amenizar os efeitos dos reajustes do diesel, o governo estuda linhas de crédito e até um programa de renovação de frota.

Batizado pelos assessores palacianos de "Gigantes do asfalto", o pacotaço foi um pedido expresso do presidente Jair Bolsonaro que, segundo interlocutores, não quer ficar refém da categoria.

Desde fevereiro, os motoristas sinalizam que os reajustes dos afetaram seus ganhos, o que causa temores no governo sobre uma paralisação nos moldes da que ocorreu em 2018. Hoje, 87% do transporte de cargas no país é feito pelas estradas.

Da redação | PE+ Notícias
Com informações da Folha PE

15 de jun. de 2021

Covid-19: Pernambuco supera marca de 1 milhão de vacinados com segunda dose

Vacinação contra Covid-19 - Foto: Rodolfo Loepert/PCR
Pernambuco superou, nessa segunda-feira (14), a marca de 1 milhão de imunizados com a segunda dose da vacina contra a Covid-19.

O balanço da vacinação, com dados oficiais da Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), indica um total de 1.001.355 pessoas totalmente protegidos, o que equivale a 10,41% da população do Estado, estimada em 9,6 milhões.

As vacinas atualmente em uso no Brasil - AstraZeneca/Fiocruz, Pfizer/Biontech e Coronavac/Butantan - demandam duas doses para garantir os níveis de proteção anunciados pelos fabricantes. O Estado iniciou a vacinação em 18 de janeiro e está prestes a completar cinco meses de campanha.

Ao todo, Pernambuco aplicou 3.452.131 das vacinas contra a Covid-19. Aqueles que receberam pelo menos a primeira dose somam 2.450.776 - equivalente a 25,48% da população.

O balanço indica a seguinte distribuição de vacinas no Estado:

Primeira dose

- 291.462 trabalhadores de saúde;
- 25.925 povos indígenas aldeados;
- 42.402 em comunidades quilombolas;
- 7.649 idosos em Instituições de Longa Permanência;
- 632.399 idosos de 60 a 69 anos;
- 396.854 idosos de 70 a 79 anos;
- 201.275 idosos de 80 anos e mais;
- 1.429 pessoas com deficiência institucionalizadas;
- 17.699 trabalhadores das forças de segurança e salvamento; - 358.628 pessoas com comorbidades;
- 24.231 pessoas com deficiência permanente;
- 46.237 gestantes e puérperas;
- 19.102 pessoas de 40 a 49 anos;
- 197.356 pessoas de 50 a 59 anos;
- 710 pessoas em situação de rua,
- 530 pessoas privadas de liberdade;
- 186.888 trabalhadores de serviços essenciais.

Segunda dose

- 216.507 trabalhadores de saúde;
- 25.587 povos indígenas aldeados;
- 1.318 em comunidades quilombolas;
- 5.647 idosos institucionalizados;
- 275.443 idosos de 60 a 69 anos;
- 321.399 idosos de 70 a 79 anos;
- 148.978 idosos de 80 anos e mais;
- 1.181 pessoas com deficiência institucionalizadas;
- 5.295 trabalhadores das forças de segurança e salvamento.

Da redação | PE+ Notícias
Com informações da Folha PE

Conta de luz deve subir com reajuste acima de 20% na bandeira vermelha

Rede de transmissão - Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil
O diretor-geral da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), André Pepitone, disse nesta terça-feira (15) que a bandeira vermelha, a mais cara cobrada sobre a conta de luz, deverá subir mais de 20%.

Em meio ao baixo nível dos reservatórios de água, usinas térmicas são acionadas e isso já afeta o consumidor por meio da bandeira tarifária cobrada sobre a conta de luz. Em junho, está vigente a bandeira vermelha nível 2, a mais cara, que cobra R$ 6,24 para cada 100 kWh (quilowatts-hora) consumidos.

A agência discutia elevar essa cobrança para R$ 7,57 a cada 100 kWh. "Mas, com certeza, deve superar isso", declarou Pepitone em audiência pública na comissão de Minas e Energia da Câmara para discutir a crise hídrica.

Ele informou ainda que a decisão deverá ser comunicada em junho. Pepitone ressaltou que o aumento se deve ao pagamento do uso das usinas térmicas, cuja geração de energia é mais cara.

Durante o debate, o diretor-geral do ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico), Luiz Carlos Ciocchi, disse que estão sendo adotadas medidas para que não haja risco de racionamento de energia neste ano.
"Não teremos nenhum problema de energia ou de potência ao final de novembro de 2021, quando começa a estação chuvosa", afirmou Ciocchi.
Apesar de reconhecer que a situação é preocupante, ele apresentou as ações contra o risco de apagão. Entre elas, a flexibilização de restrições hidráulicas nas bacias dos rios São Francisco e Paraná; aumento da geração térmica e da garantia do suprimento de combustível para essas usinas; aumento da importação de energia da Argentina e do Uruguai, além de campanha de uso consciente da água e da energia e antecipar obras de transmissão.

Diante da crise hídrica, o governo prepara uma medida provisória. O plano prevê dar plenos poderes a um grupo interministerial de monitoramento da crise hídrica para que ele decida sobre a quantidade de água nos reservatórios das hidrelétricas.

Hoje esse papel cabe à Ana (Agência Nacional de Águas) e ao Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis).

O governo também quer um programa de deslocamento do consumo de energia nos horários de pico. A medida pode começar em julho e incluir consumidores residenciais, além da indústria.

Da redação | PE+ Notícias
Com informações da Folha PE

Celpe oferece R$ 100 mil de recompensa para captura de suspeitos em crimes contra funcionários

Esse é o maior prêmio já oferecido para auxiliar na captura de criminosos em Pernambuco (Cortesia/Whatsapp)
A Companhia Energética de Pernambuco (Celpe), em parceria com o Disque Denúncia, está oferecendo uma recompensa de até R$100 mil para a pessoa que fornecer informações que possam levar à identificação, e consequentemente a prisão, do responsável pelo homicídio do eletricista Ejanilson Severino Batista, de 39 anos.

O crime aconteceu na segunda-feira (07 de junho) no município de São Lourenço da Mata, enquanto o eletricista estava em um carro da companhia e seguindo para um serviço de inspeção. Testemunhas informaram à polícia que o crime foi cometido por dois homens que se aproximaram da vítima em uma moto.

A companhia também por informações que levem à prisão de Sebastião Ayres de Assis Neto, que é acusado de matar o eletricista José Reginaldo de Santana Júnior, de 31 anos, em setembro de 2020, no município de Limoeiro, quando ele ia realizar o corte de energia de uma residência.
“Não vamos descansar até encontrarmos os autores dos crimes cometidos contra nossos eletricistas. Estamos oferecendo a maior recompensa da história do Estado porque temos a convicção de que a sociedade está igualmente indignada e irá nos ajudar nessa luta contra a impunidade”, afirmou o presidente da Celpe, Saulo Cabral, sobre os casos.
Veja como denunciar

As denúncias são totalmente anônimas e o Disque Denúncia assegura o anonimato dos denunciantes. Quem tiver alguma informação pode repassar ligando para o telefone (81) 3719-4545 ou enviando uma mensagem por meio do WhatsApp: (81) 98256-4545.

Da redação | PE+ Notícias
Com informações do NE10 Interior

Em pior noite desde o início da pandemia, Hospital Emília Câmara registra oito óbitos em uma noite por covid-19


Maioria tem entre 34 e 62 anos. Vítimas são duas de Flores, duas de Iguaracy, uma de São José do Egito, Afogados da Ingazeira, Tuparetama e Brejinho.

O Hospital Regional Emília Câmara acaba de informar idades e cidades das vítimas da Covid-19 que faleceram esta noite na UTI da unidade. Os pacientes tem entre 34 e 83 anos de idade.

Chama a atenção o fato de que a maioria é de adultos jovens, com 34, 36, 44, 56, 59, 62 e 83 anos.

Seguem os dados que podem ser publicados: mulher, 62 anos, moradora de São José do Egito; homem de 36 anos de Tuparetama; homem de 34 anos morador de Flores; homem de 83 anos morador de Afogados da Ingazeira; mulher de 56 anos residente em Iguaracy; mulher de 59 anos residente em Iguaracy; mulher de 44 anos residente em Flores e homem de 56 anos natural de Brejinho.

A noite foi a mais difícil para a equipe do Hospital Regional Emília Câmara desde o início da pandemia.

O número, de oito óbitos, foi registrado na UTI Covid da unidade. É o maior número de mortes desde o início da pandemia em um único plantão.

Segundo a Direção, uma conjunção de fatores como maior número de casos com extrema gravidade simultaneamente, a maior violência da nova variante, a P1, predominante em Pernambuco, estão entre as causas das mortes. “Estamos arrasados”, admitiu o Diretor da unidade Sebastião Duque.

Da redação | PE+ Notícias

Governo antecipa pagamento da 3ª parcela do auxílio emergencial; confira o novo calendário

Calendário 3ª parcela do auxílio emergencial foi antecipado (Reprodução)
Nesta terça-feira (15), o Governo Federal confirmou a antecipação do pagamento da terceira parcela do auxílio emergencial 2021 através de publicação no Diário Oficial da União. A antecipação é voltada aos beneficiários inscritos via canais digitais e do Cadastro Único.

Antes, os pagamentos desta parcela estavam previstos para começar no dia 20 de junho. Com a antecipação, os beneficiários nascidos em janeiro já receberão o crédito nas contas sociais digitais do Caixa Tem no dia 18 deste mês.

Antecipação dos saques e transferências

Também houve antecipação no calendário de saques e transferências desta parcela. Anteriormente, estas movimentações financeiras seriam liberadas a partir do dia 13 de julho. Agora, os beneficiários serão autorizados a realizar estas movimentações financeiras a partir do dia 1º de julho.
"A mudança mais significativa será para os nascidos em dezembro, que passam a ter direito à terceira parcela ainda em junho, no dia 30, junto com quem faz aniversário em novembro. Antes, quem nasceu no último mês do ano receberia em 21 de julho", destaca o Ministério da Cidadania.
Calendário para beneficiários do Bolsa Família não muda

Os beneficiários que recebem por meio do programa Bolsa Família irão continuar recebendo o auxílio emergencial nas mesmas datas estipuladas pelo calendário habitual. No mês de junho, os pagamentos começam na próxima quinta-feira (17) para quem tem Número de Identificação Social (NIS) com final 1.

Confira o calendário da terceira parcela do auxílio emergencial

Pagamento nas contas

18 de junho (sexta-feira) - nascidos e janeiro
19 de junho (sábado) - nascidos em fevereiro
20 de junho (domingo) - nascidos em março
22 de junho (terça-feira) - nascidos em abril
23 de junho (quarta-feira) - nascidos em maio
24 de junho (quinta-feira) - nascidos em junho
25 de junho (sexta-feira) - nascidos em julho
26 de junho (sábado) - nascidos em agosto
27 de junho (domingo) - nascidos em setembro
29 de junho (terça-feira) - nascidos em outubro
30 de junho (quarta-feira) - nascidos em novembro e dezembro

Saques e transferências

1º de julho (quinta-feira) - nascidos e janeiro
2 de julho (sexta-feira) - nascidos em fevereiro
5 de julho (segunda-feira) - nascidos em março
6 de julho (terça-feira) - nascidos em abril
8 de julho (quinta-feira) - nascidos em maio
9 de julho (sexta-feira) - nascidos em junho
12 de julho (segunda-feira) - nascidos em julho
13 de julho (terça-feira) - nascidos em agosto
14 de julho (quarta-feira) - nascidos em setembro
15 de julho (quinta-feira) - nascidos em outubro
16 de julho (sexta-feira) - nascidos em novembro
19 de julho (segunda-feira) - nascidos em dezembro

Pagamentos do Bolsa Família

17/06 - NIS final 1
18/06 - NIS final 2
21/06 - NIS final 3
22/06 - NIS final 4
23/06 - NIS final 5
24/06 - NIS final 6
25/06 - NIS final 7
28/06 - NIS final 8
29/06 - NIS final 9
30/06 - NIS final 0

Da redação | PE+ Notícias
Com informações do NE10 Interior

14 de jun. de 2021

Fábrica japonesa abre mais de 2 mil vagas em Pernambuco; saiba como se candidatar

Fábrica japonesa abre mais de 2 mil vagas em PE; saiba como se candidatar (Divulgação)
A multinacional Yazaki vai inaugurar uma fábrica no município de Bonito, no Agreste de Pernambuco. O empreendimento está em busca de profissionais para ocupar as vagas de emprego. A fábrica japonesa prevê gerar 2 mil postos de trabalho direto, quando estiver em funcionamento total.

Os interessados em participar da seleção, devem encaminhar o currículo através do e-mail trabalheconosco@br.yazaki.com. A data exata de inauguração da fábrica ainda será anunciada oficialmente.

Polo automotivo

A fábrica da Yazaki foi anunciada em setembro de 2020 pelos executivos do grupo e também pelo governador de Pernambuco, Paulo Câmara. A ideia é para ajudar a fortalecer o setor Polo Automotivo do Estado.

A Yazaki vai fabricar chicotes elétricos para montagem dos carros da Jeep e da Fiat, em Goiana. As empresas já têm parceria em outros lugares do Brasil. Antes, a Jeep era atendida pela produção da fábrica de Nossa Senhora do Socorro, que fica no Estado de Sergipe.

Desemprego em Pernambuco

De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) , há mais desempregados em Pernambuco do que habitantes em Caruaru, no Agreste de Pernambuco. O dados mostram que, enquanto a capital do Agreste tem 365,2 mil moradores, a falta de trabalho atinge 640 mil pernambucanos.

Parte dessas pessoas perdeu o emprego desde que a covid-19 chegou ao Brasil. De março de 2020, quando a OMS decretou a pandemia, até dezembro, Pernambuco fechou 374 mil vagas de trabalho. O desemprego recorde teve seus efeitos mais devastadores sobre os mais jovens, as mulheres e os negros.

Da redação | PE+ Notícias
Com informações do NE10 Interior

PRF apreende motorista com 105 comprimidos de rebite no interior de Pernambuco


PRF apreende motorista com 105 comprimidos de rebite no interior de PE (Reprodução/Polícia Rodoviária Federal)
Um motorista de caminhão foi detido pela Polícia Rodoviária Federal no último sábado (12), na BR 104, em Caruaru no Agreste de Pernambuco. De acordo com a PRF, o condutor estava com 105 comprimidos de uma substância similar a "rebite" além de estar transportando carga irregular de madeira.

Policiais estavam realizando uma fiscalização no Km 31 da rodovia, quando abordaram um caminhão com uma carga muito alta na carroceria. Após a pesagem, foi identificado que o veículo estava com 8,9 toneladas de excesso de peso. O caminhão havia saído do Ceará em direção a Bezerros, também no Agreste.

Durante uma busca na cabine do caminhão, os policiais encontraram cartelas dos comprimidos, usados para inibir o sono. O motorista informou que estava dirigindo há cerca de 16 horas e teria consumido três unidades da substância.

O homem disse também que havia adquirido sete cartelas do produto em Caucaia, no Ceará, e entregaria a três amigos em Bezerros. Ele foi conduzido à Delegacia de Polícia Civil de Caruaru e a carga será encaminhada à Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH).

Risco de Acidente

Os veículos de carga e de passageiros acarretam grande quantidade e gravidade de vítimas quando envolvidos em acidentes. Por isso, há uma preocupação especial em garantir que os condutores desses veículos estejam devidamente descansados e atentos no trânsito.

Da redação | PE+ Notícias
Com informações do NE10 Interior

Confira as principais mudanças na renovação e suspensão da CNH

Confira as principais mudanças na renovação e suspensão da CNH (Divulgação)
As novas mudanças do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), estão em vigor desde o dia 12 de abril. Com as mudanças, alguns processos mudaram e afetam os motoristas brasileiros habilitados, a exemplo do processo para renovação e suspensão da Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Agora, a validade da CNH passou a ser de 10 anos para condutores com até 50 anos de idade. Antes, era de cinco anos. O período de cinco anos agora é o exigido para renovação para pessoas entre 50 e 70 anos. E a renovação a cada três anos, que era obrigatória para motoristas acima de 65 anos, passou a ser exigida apenas para quem tem mais de 70 anos.

Suspensão da CNH

As alterações do CTB criaram um dispositivo que estabelece uma escala de 20, 30 ou 40 pontos em 12 meses, caso haja infrações gravíssimas ou não. Antes, a suspensão ocorria com 20 pontos, independentemente do tipo de infração.

No entanto, com as mudanças, o condutor será suspenso com 20 pontos se tiver cometido duas ou mais infrações gravíssimas; com 30 pontos se tiver uma infração gravíssima; e com 40 pontos se não tiver cometido infração gravíssima no período de 12 meses.

Entenda principais mudanças no CTB:

Renovação da CNH

A partir de agora, os motoristas devem ficar atentos aos novos prazos de renovação da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), ao número de pontos que podem gerar a suspensão de dirigir e à punição de quem causar uma morte ao conduzir o veículo após ter ingerido bebida alcoólica ou ter usado drogas.

Os exames de aptidão física e mental para renovação da CNH não serão mais realizados a cada cinco anos. Agora, a validade será de dez anos para motoristas com idade inferior a 50 anos; cinco anos para motoristas com idade igual ou superior a 50 anos e inferior a 70 e três anos para motoristas com idade igual ou superior a 70 anos.

Pontos da carteira

Sobre a pontuação, a lei agora estabelece uma gradação de 20, 30 ou 40 pontos em 12 meses conforme haja infrações gravíssimas ou não. Atualmente, a suspensão ocorre com 20 pontos, independentemente do tipo de infração.

Dessa forma, o condutor será suspenso com 20 pontos se tiver cometido duas ou mais infrações gravíssimas; com 30 pontos se tiver uma infração gravíssima; e com 40 pontos se não tiver cometido infração gravíssima no período de 12 meses.

Os condutores que exercem atividades remuneradas terão seu documento suspenso com 40 pontos, independentemente da natureza das infrações. Essa regra atinge motoristas de ônibus ou caminhões, taxistas, motoristas de aplicativo ou moto-taxistas. Se esses condutores participarem de curso preventivo de reciclagem ao atingir 30 pontos, em 12 meses, toda a pontuação será zerada.

As novas regras proíbem que condutores condenados por homicídio culposo ou lesão corporal sob efeito de álcool ou outro psicoativo tenham pena de prisão convertida em alternativas.

Cadeirinhas

O uso de cadeirinhas no banco traseiro passa a ser obrigatório para crianças com idade inferior a 10 anos que não tenham atingido 1,45 metro de altura. Pela regra antiga, somente a idade da criança era levada em conta.

Recall

Nos casos de chamamentos pelas montadoras para correção de defeitos em veículos (recall), o automóvel somente será licenciado após a comprovação de que houve atendimento das campanhas de reparo.

Infração gravíssima por não renovar exame toxicológico

Motoristas das categorias C, D e E deverão comprovar resultado negativo em exame toxicológico para a renovação da CNH. Sem esta renovação, o motorista receberá uma multa por infração gravíssima e perde o direito de dirigir por três meses.

Prazo para indicar infrator

Será ampliado de 15 para 30 dias o prazo para que o responsável pelo veículo indique à autoridade de trânsito o responsável pela infração.

Farol baixo em rodovias

A atual lei diz que os condutores que trafegam em rodovias precisam manter os faróis baixos, mesmo durante o dia em quaisquer condições. Com a nova lei, o motorista só precisará manter os faróis acesos durante o dia se estiver dentro de túneis e sob condições de chuva e neblina.

Motociclistas

Para os motociclistas, a nova lei restringe a circulação de crianças na garupa das motos. Antes, a legislação permitia que crianças maiores de sete anos podiam ir na garupa. Agora, a idade mínima para levar uma criança na moto é 10 anos.

Andar com o farol da motocicleta apagado passará a ser considerada infração média, sujeita a multa de R$ 130,16. Antes, isso era considerado como infração gravíssima, sujeita a multa e apreensão da CNH e até suspensão do direito de pilotar.

Pilotar motocicleta sem viseira ou óculos de proteção ou com a viseira levantada passa ser uma infração média, com multa de R$ 130,16. Antes, era considerada infração gravíssima andar sem viseira e infração leve pilotar com viseira levantada ou danificada.

Descontos para o pagamento de multas

Com a nova lei será possível realizar pagamentos de multas com desconto, assim como acontece com a lei atual. No entanto, para que o condutor possa ter 40% de desconto do valor total da multa, ele não poder recorrer da infração.

Da redação | PE+ Notícias
Com informações do NE10 Interior

Entenda como ficam as medidas restritivas em Pernambuco a partir desta segunda-feira (14)


A partir desta segunda-feira (14), começam a valer novas medidas para o funcionamento de atividades econômicas e sociais em Pernambuco. Em alguns municípios do Sertão as restrições serão ampliadas, enquanto em outros, na Região Metropolitana do Recife, Zona da Mata e Agreste têm flexibilização das medidas.

Estas medidas, previstas em decreto estadual e anunciadas em coletiva de imprensa realizada na última quinta-feira (10), têm validade até o dia 20 de junho. O objetivo do Governo do Estado é de frear a disseminação da Covid-19 em cidades que apresentaram alta no registro de casos da doença.

Retomada das atividades no Agreste

No Agreste, as medidas serão flexibilizadas em fases, seguindo o plano de convivência, para que não haja um aumento dos casos. A flexibilização de medidas restritivas foi possível por conta da diminuição de pedidos por leitos de Unidades de Terapia Intensiva e o avanço da vacinação. Na 2ª Macrorregião de Saúde, responsável pelas IV e V Geres, com sedes em Caruaru e Garanhuns, as atividades voltam a ficar permitidas até 18h, inclusive nos finais de semana, a partir da próxima segunda-feira (14).

O que pode?

• Igrejas e Atividades Religiosas - de 5h às 18h durante a semana e nos finais de semana;

• Academias e similares - de 5h às 18h durante a semana e nos finais de semana;

• Serviços de Alimentação (Bares, restaurantes e lanchonetes) - de 5h às 18h durante a semana e de 9h às 17h ou 10h às 18h nos finais de semana;

• Ciclofaixas destinadas a atividades de lazer ou recreativas;

• Clubes sociais, esportivos e agremiações (academias, bares, restaurantes e salões de beleza) - de 5h às 18h durante a semana e nos finais de semana;

• Comércio varejista (bairros) - de 5h às 18h por no máximo 10 horas contínuas durante a semana e de 6h às 18h por no máximo 8 horas contínuas nos finais de semana;

• Comércio varejista (centro) - de 5h às 18h por no máximo 10 horas contínuas durante a semana e de 6h às 18h por no máximo 8 horas contínuas nos finais de semana;

• Comércio de praia - de 9h às 16h durante a semana e está proibido nos finais de semana;

• Escolas e universidades, públicas e privadas - de 6h às 18h durante a semana e de 9h às 17h ou 10h às 18h nos finais de semana;

• Escritórios comerciais e prestação de serviços - de 5h às 18h por no máximo 10 horas contínuas durante a semana e de 6h às 18h por no máximo 8 horas contínuas nos finais de semana;

• Feira de Negócios - de 5h às 18h por no máximo 10 horas contínuas durante a semana e de 6h às 18h por no máximo 8 horas contínuas nos finais de semana;

• Praias marítimas e fluviais, inclusive os calçadões, parques e praças;

• Polo de Confecções - de 5h às 18h por no máximo 10 horas contínuas durante a semana e de 6h às 18h por no máximo 8 horas contínuas nos finais de semana;

• Shoppings centers e galerias comerciais - de 5h às 18h por no máximo 10 horas contínuas durante a semana e de 6h às 18h por no máximo 8 horas contínuas nos finais de semana;

O que não pode?

• Comércio de praia (nos finais de semana)

• Museus e demais equipamentos culturais

• Eventos Corporativos

• Competições e práticas esportivas coletivas, profissionais ou voltadas ao lazer

Mais restrições no Sertão

Ao todo, 35 cidades que fazem parte das VI, X e XI Geres, com sedes em Arcoverde, Afogados da Ingazeira e Serra Talhada, deverão seguir o decreto em vigor, que implanta uma quarentena mais rígida. A decisão vale a partir da desta segunda-feira (14) até o dia 20 de junho. Nesse período, serão permitidas apenas o funcionamento de atividades essenciais.

Cidades do Sertão com restrições ampliadas:

VI Geres:

Arcoverde, Buíque, Custódia, Ibimirim, Inajá, Jatobá, Manarí, Pedra, Petrolândia, Sertânia, Tacaratu, Tupanatinga, Venturosa.

X Geres:

Afogados da Ingazeira, Brejinho, Carnaíba, Iguaraci, Ingazeira, Itapetim, Quixaba, Santa Terezinha, São José do Egito, Solidão, Tabira, Tuparetama.

XI Geres:

Betânia, Calumbi, Carnaubeira da Penha, Flores, Floresta, Itacuruba, Santa Cruz da Baixa Verde, São José do Belmonte, Serra Talhada, Triunfo.

O que não pode?

• Comércio de praia (nos finais de semana)
• Museus e demais equipamentos culturais
• Eventos Sociais
• Eventos Culturais
• Eventos Corporativos
• Competições e práticas esportivas coletivas, profissionais ou voltadas ao lazer
• Shoppings centers e galerias comerciais
• Praias marítimas e fluviais, inclusive os calçadões, parques e praças
• Polo de Confecções
• Feira de Negócios
• Escritórios comerciais e prestação de serviços
• Escolas e universidades, públicas e privadas
• Comércio varejista (centro e bairros)
• Clubes sociais, esportivos e agremiações (academias, bares, restaurantes e salões de beleza)
• Ciclofaixas destinadas a atividades de lazer ou recreativas
• Academias e similares
• Igrejas e Atividades Religiosas - permitida somente virtual
• Serviços de Alimentação (Bares, restaurantes e lanchonetes) - permitida somente por delivery.

Da redação | PE+ Notícias
Com informações do NE10 Interior

.

.