31 de mai. de 2021

Cientistas desenvolvem vacina que protege contra diferentes espécies de coronavírus e suas variantes

Pesquisas científicas - Foto: Simon Wohlfahrt/AFP
A pandemia do coronavírus só chegará ao fim quando a maior parte da população estiver imunizada, dizem especialistas. Mas, até atingir as taxas de 60% a 70% estimadas como necessárias para gerar a chamada imunidade coletiva -diminuindo assim a chance do vírus infectar novas pessoas e se disseminar-, novas variantes vêm surgindo no Brasil e no mundo.

Com isso, as produtoras de vacinas, o único fármaco comprovadamente eficaz contra a Covid-19, buscam constantemente atualizar os seus imunizantes, garantindo assim a proteção mesmo se novas cepas do vírus surjam.

Diante disso, uma vacina universal eficaz contra todas as formas do vírus conhecidas e até mesmo, por que não, as ainda desconhecidas e que podem ser potencialmente perigosas, seria o sonho de todo laboratório que pesquisa os imunizantes.

Não mais. Cientistas da Universidade de Duke e da Universidade da Carolina do Norte em Chapel Hill, nos Estados Unidos, desenvolveram uma vacina chamada "pancoronavírus", isto é, eficaz contra diferentes espécies dessa família viral e suas variantes.

O artigo descrevendo a nova plataforma foi capa da revista científica Nature, uma das mais prestigiadas, no último dia 10 de maio.

Para encontrar uma fórmula mágica da vacina capaz de reconhecer todas essas formas distintas do patógeno, os pesquisadores se debruçaram justamente sobre o mecanismo de entrada do vírus nas células: a proteína S do Spike, também chamada de espinho ou espícula.

Essa proteína funciona como uma chave para a fechadura no hospedeiro, uma região presente na superfície celular de muitas das células que compõem o nosso e organismo de outras espécies animais. Chamada de região de ligação do receptor (RBD, na sigla em inglês), o grupo mapeou as diferentes moléculas nessa área e encontrou uma em comum em todos os tipos de vírus.

Ao mesmo tempo que a RBD serve para o vírus se ligar às células e infectá-las, ela também é uma região importante de ligação com os anticorpos que tentam impedir sua entrada.

A vacina foi então formulada para induzir a resposta imune de anticorpos que se ligam contra essa região em todos os vírus, chamados de anticorpos neutralizantes cruzados. Ela é composta por fragmentos de proteína aglutinados em nanopartículas, que transportam as proteínas ao organismo.

Nas células, as nanopartículas liberam a proteína S no plasma, onde ela é traduzida pelo maquinário celular e reconhecida pelo sistema imune -tecnologia similar é utilizada pela empresa de biotecnologia norte-americana Novavax.

Quando o coronavírus verdadeiro infectar o organismo, o corpo estará preparado para uma resposta imune, facilitada ainda mais pela adição de um adjuvante à fórmula, que potencializa a produção de células de defesa.

Para investigar se a vacina realmente induzia à produção desses anticorpos, cinco macacos da espécie Cynomolgus fascicularis (encontrado no sudeste asiático, também conhecido como macaco-cinomolgo ou caranguejeiro) foram inoculados com a vacina universal, com uma substância placebo ou ainda com uma fórmula que imita as vacinas de mRNA já em uso contra a Covid-19.

Em todos os macacos imunizados com a vacina pancoronaviral, a resposta imune gerada por anticorpos IgG que se ligam à RBD foi elevada, maior do que em relação aos animais que receberam o mímico da vacina de mRNA. Nos indivíduos que receberam placebo, não houve produção de anticorpos.

Ainda, a taxa de anticorpos neutralizantes, tidos como um, mas não o único, dos correlatos de proteção contra o Sars-CoV-2, foi significativamente maior após a imunização com a vacina conjugada em comparação às vacinas de RNA mensageiro. Ela também foi muito superior quando comparada ao nível de anticorpos em indivíduos com infecção prévia para o coronavírus.

Os mesmos anticorpos neutralizantes tiveram sucesso em bloquear a ação da variante britânica (B.1.1.7) e da P.1, embora essa taxa tenha sido menor no caso da variante sul-africana (B.1.351), conhecida por ter uma mutação que reduz a ação de anticorpos.

A vacina protegeu 100% dos macacos imunizados quando inoculados com as diferentes espécies do coronavírus contra a infecção, enquanto naqueles que receberam o placebo ou até mesmo com o imunizante de mRNA.
"Basicamente, o que fizemos foi fabricar várias pequenas cópias do coronavírus para induzir uma resposta imune elevada do corpo. O que vimos foi não apenas uma proteção contra a infecção, mas também a indução de uma resposta imune cruzada para as diferentes proteínas S dos coronavírus", explicou o pesquisador Barton Haynes do Instituto de Vacinas para Humanos da Universidade de Duke e autor principal do estudo.
Um estudo sobre evolução do Sars-CoV-2, feito por pesquisadores também da Universidade da Carolina do Norte, mas não envolvidos neste trabalho mostrou que eventos de passagem de coronavírus de outros animais para humanos ocorreram diversas vezes na história evolutiva da família.

Assim, a pesquisa da vacina "pancoronavírus" pode ajudar também a prevenir e rapidamente conter futuras pandemias do coronavírus, diz Haynes. 
"Já tivemos três pandemias de vírus relacionados ao Sars nos últimos 20 anos, então existe a necessidade em desenvolver vacinas eficazes que podem se ligar a esses patógenos antes da próxima pandemia."
Da redação | PE+ Notícias
Com informações da Folha PE

Prazo para enviar declaração do Imposto de Renda 2021 termina nesta segunda-feira

Prazo para enviar declaração do Imposto de Renda 2021 termina nesta segunda (Reprodução)
Quem ainda não acertou as contas com o leão pode enviar a declaração do Imposto de Renda 2021 até às 23h59 desta segunda-feira (31). Terminado o prazo, o fisco passa a cobrar uma multa por atraso. O valor mínimo da multa é de R$ 165,75 mas pode chegar a 20% do valor do imposto devido.

Como evitar multas

Para evitar o pagamento de multas por atraso, o contador Gilberto Noronha explica que o contribuinte pode entregar a declaração e depois fazer ajustes e correções das informações que prestou. Para isso basta apenas informar o nome completo, CPF, data de nascimento e endereço.

Quem ainda não preencheu a declaração pode obter ajuda com a função declaração pré-preenchida e o assistente virtual.

O prazo do envio foi prorrogado por causa da pandemia, mas o cronograma de pagamento das restituições foi mantido. E o primeiro lote de restituição será pago nesta segunda-feira (31).

Até no último domingo (30), mais de 25 milhões de declarações foram entregues à Receita Federal. A expectativa do fisco é receber ainda 9 milhões de declarações.

A declaração do Imposto de Renda é obrigatória para quem recebeu mais de R$ 28.559 ou teve rendimento acima de R$ 40 mil no ano passado.

Da redação | PE+ Notícias
Com informações do NE10 Interior

Apac emite alerta de chuvas com intensidade de moderada a forte para quatro regiões de Pernambuco

Rua do Espinheiro, na Zona Norte, amanheceu alagada (Bruno Campos/JC Imagem)
A Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac) divulgou no último domingo (30) um alerta de chuvas para diversas regiões de Pernambuco. O aviso meteorológico, que é válido até esta segunda-feira (31), destaca a possibilidade de chuvas com intensidade de moderada a forte.

De acordo com a Apac, pode chover no Agreste, na Região Metropolitana do Recife, na Zona da Mata Norte e na Zona da Mata Sul. A agência prevê que estas regiões devem registrar mais de 50 milímetros de chuvas.

Temperaturas

Agreste - mínima de 12ºC e máxima de 31ºC;

Grande Recife - mínima de 22ºC e máxima de 30ºC;

Fernando de Noronha - mínima de 26ºC e máxima de 30ºC;

Mata Norte - mínima de 20ºC e máxima de 30ºC;

Mata Sul - mínima de 20ºC e máxima de 30ºC;

Sertão - mínima de 15ºC e máxima de 33ºC

Sertão do São Francisco - mínima de 19ºC e máxima de 33ºC.

Da redação | PE+ Notícias
Com informações do NE10 Interior

Raquel Lyra recebe ministro da Saúde e pede mais vacinas para o Agreste


A Prefeita de Caruaru, Raquel Lyra, se reuniu com o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, na manhã do último domingo (30). Durante o encontro, foi apresentado o trabalho desenvolvido pela gestão municipal durante toda a pandemia, além do panorama atual da região. A agenda aconteceu em um hotel da cidade e também contou com a presença do ministro do Turismo, Gilson Machado.

O crescente número de casos da Covid-19 no Agreste foi uma das pautas tratadas. A Prefeita reforçou a necessidade de mais vacinas para a região, a fim de frear o avanço da doença. 
"Iniciamos um estudo para poder entender se existe algum tipo de variante no Agreste que justifique esse crescimento, superlotando as unidades de saúde. Dessa forma, poderemos fundamentar a solicitação ao ministério por mais vacinas, com base nesse estudo", explicou Raquel.
O município também recebeu do ministério nove concentradores de oxigênio, que ajudarão no suporte dos pacientes da rede municipal.

Da redação | PE+ Notícias
Com informações do Blog do Alberes Xavier

29 de mai. de 2021

Polícia Rodoviária Federal (PRF) recolhe 198 veículos irregulares no Agreste de Pernambuco

Operação Maio Amarelo 2021 - Foto: Reprodução
A Operação Maio Amarelo 2021, realizada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), que fiscaliza o trânsito e as ações de combate ao crime, ocorreu de forma integrada entre os órgãos de segurança pública nas rodovias que cortam Pernambuco. Um balanço da Delegacia de Caruaru, no Agreste, aponta que entre os dias 1 e 28 de maio foram recolhidos 198 veículos por diversas irregularidades.

Nesse período, as equipes fiscalizaram 864 veículos e 937 pessoas, registraram 445,7 toneladas de excesso de peso e nove crimes tributários em conjunto com a Secretaria da Fazenda de Pernambuco (Sefaz-PE). Ao todo, foram emitidas 1.786 autuações por diversas infrações, sendo 108 pelo não uso do cinto de segurança, 90 por ultrapassagens em local proibido, 51 pela falta do capacete, 28 por alcoolemia, 27 pelo uso do celular ao volante, 25 pela ausência da cadeirinha, dentre outras.

As ações de combate ao crime resultaram em nove pessoas detidas por receptação de veículo roubado, porte ilegal de arma e uso de documento falso. Também foram recuperados seis veículos com registro de roubo ou furto, apreendidas duas armas e 31 munições.

Durante a operação, as ações educativas alcançaram 141 pessoas, com orientações que buscam salvar vidas no trânsito. Além disso, os policiais prestaram auxílio a 31 motoristas, que tiveram problemas mecânicos ou se envolveram em acidentes sem vítima.

Da redação | PE+ Notícias
Com informações da Folha PE

Agricultores de Santa Cruz e Taquaritinga do Norte estão na lista para pagamento do Garantia-Safra


O Programa Garantia-Safra, que em Pernambuco está sob a responsabilidade da Secretaria de Desenvolvimento Agrário, divulgou aos municípios a folha de pagamento do mês de maio. Ao todo foram liberados R$ 4,8 milhões depositados direto na conta de 5.290 agricultores e agricultoras familiares do semiárido pernambucano.

O Garantia-Safra tem um papel social fundamental na vida de milhares de famílias que sofrem com a questão da seca, assegurando as condições necessárias para que estas possam se alimentar no período que perdem suas lavouras.

Segundo o Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (MAPA), 95% dos recursos do programa são utilizados na compra de alimentos, garantindo a segurança nutricional e alimentar das famílias e movimentando o comércio dos municípios.

Nesse mês o programa beneficiou os municípios de: Alagoinha, Arcoverde, Belém de São Francisco, Betânia, Bodocó, Araripina, Belo Jardim, Altinho, Bom Conselho, Buíque, Cabrobó, Calumbi, Carnaubeira da Penha, Caruaru, Casinhas, Flores, Floresta, Ibimirim, Ipubi, Itacuruba, Itaíba, Jucati, Lagoa Grande, Lajedo, Manari, Exu, Mirandiba, Orobó, Ouricuri, Pedra, Granito, Custodia, Pesqueira, Petrolândia, Petrolina, Caetés, Cedro, Jatobá, Poção, Orocó, Quixaba, Salgueiro, Sanharó, Santa Cruz, Santa Cruz da Baixa Verde, Santa Cruz do Capibaribe, Santa Maria da Boa Vista, São Bento do Una, Serra Talhada, Parnamirim, Riacho das Almas, Santa Maria do Cambucá, Santa Filomena, Serrita, Surubim, Tacaratu, Taquaritinga do Norte, Trindade, Tupanatinga, Solidão, Triunfo, Venturosa e Verdejante.

Para participar do Garantia-Safra, é preciso ser agricultor familiar, ter renda familiar de até um salário mínimo e meio e plantar de 0,6 a 5 hectares de feijão, milho, arroz, mandioca ou algodão. O fundo do Garantia-Safra é composto pela contribuição paga pelos agricultores (R$ 17), município (R$ 51 por família), Estado (R$ 102 por família) e União (R$ 340 por família).

Da redação | PE+ Notícias
Com informações do Blog do Ney Lima

Mulher fica presa na varanda de prédio durante incêndio em Caruaru; veja o vídeo

Mulher fica presa em varanda durante incêndio no Agreste de Pernambuco (Reprodução/Wesley Souza)
Uma mulher ficou presa na varanda de um prédio durante um incêndio em Caruaru, no Agreste de Pernambuco, na manhã deste sábado (29). De acordo com informações de moradores, o incêndio aconteceu no bairro Nossa Senhora das Dores.

Ainda segundo os moradores, o incêndio começou, em seguida a vítima foi até a varanda, que fica no primeiro andar do prédio, e pediu socorro. O Corpo de Bombeiros foi acionado, ao chegar no local controlaram o incêndio e fizeram a retirada da mulher, que foi levada para o hospital.

Nas imagens é possível ver o momento em que a mulher é resgata e saiu andando com a ajuda do socorristas.

Veja o vídeo:


Da redação | PE+ Notícias
Com informações do NE10 Interior

WhatsApp começa a oferecer função de transferência de dinheiro; Saiba como funciona

WhatsApp começa a oferecer função de transferência de dinheiro; saiba como funciona (Reprodução)
A nova funcionalidade do WhatsApp, o WhatsApp Pay, permite seus usuários de enviar e receber dinheiro de graça direto do aplicativo. A função já começou a funcionar no Brasil, mas ainda não está liberada para todos.

A princípio, a plataforma só vai permitir 20 transações por dia com limite de R$ 1.000 por transferência e teto de R$ 5.000 por mês. Além disso, as transações serão instantâneas, 24 horas por dia, sete dias por semana, sem nenhuma cobrança de taxas para pessoas físicas.

Como posso ter o WhatsApp Pay?

A funcionalidade ainda não foi liberada para todos. Caso você seja uma das pessoas que ainda não possui a função, é só pedir para um amigo fazer uma transferência de qualquer valor para o seu WhatsApp. Para receber o valor, o WhatsApp Pay terá que ser liberado. Quando for liberado, a função ficará ativo.

Como transferir?

Para quem já foi liberado para usar o WhatsApp Pay, basta entrar em uma conversa de qualquer contato, clicar em "anexar" e depois em "pagamento", informar o valor a ser transferido, inserir o PIN ou a etapa de segurança escolhida (reconhecimento da digital ou facial) e a pessoa receberá o valor na hora.

WhatsApp Pay é seguro?

De acordo com o aplicativo, a função é segura, já que usa sistemas de criptografia e armazenamento de dados que mantêm os números de cartões em uma rede isolada e altamente segura.

Em cada transação será solicitada uma senha e caso mude de aparelho o usuário terá que cadastrar os dados novamente. Nesse caso, se WhatsApp de um usuário seja invadido, o hacker não conseguirá fazer nenhuma transação.

Da redação | PE+ Notícias
Com informações do NE10 Interior

Senado aprova Medida Provisória do reajuste de salário mínimo para R$ 1.100

Senado aprova MP reajuste de salário mínimo para R$ 1.100 (Produção)
Na última quarta-feira (26), o Senado aprovou em votação simbólica a Medida Provisória que aumenta o salário mínimo a partir de 1º de janeiro de 2021 e agora segue para promulgação. Dessa forma, o valor passa de R$ 1.045 para R$ 1.100. Por dia, o valor do mínimo será de R$ 36,67, e por hora, R$ 5.

A MP foi editada em 30 de dezembro do ano de 2020 e precisava de aprovação até o dia 1º de maio para não perder a validade. O relator senador Luiz do Carmo (MDB-GO) rejeitou todas as emendas apresentadas e manteve o texto original enviado pelo governo.

Impacto do reajuste

O reajuste foi de 5,26%, correção que não repõe integralmente as perdas inflacionárias, e terá impacto de R$ 17,3 bilhões nas contas públicas, já que o piso é referência para benefícios da Previdência Social. Em 2020, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), indicador do IBGE que corrige o salário mínimo, registrou alta de 5,45%, acima do reajuste de 5,26% dado no salário mínimo.

Para conseguir reparar as perdas inflacionárias, o piso deveria subir apenas R$ 2, para R$ 1.101,95 ou R$ 1.102, após o arredondamento. No projeto que orienta o Orçamento de 2022, o governo sugere um reajuste de R$ 1.147 para janeiro do próximo ano, também seguindo as projeções para a inflação.

Da redação | PE+ Notícias
Com informações do NE10 Interior

Ministério da Saúde autoriza vacinação da população geral por idade


A vacinação de pessoas com idades entre 18 e 59 anos deverá ser feita de forma decrescente e ao mesmo tempo que a dos grupos prioritários (Foto: Tony Winston/ MS)
O Ministério da Saúde anunciou na última sexta-feira (28) a autorização da vacinação contra a Covid-19 da população em geral, por ordem decrescente de idade. De acordo com as informações da pasta, essa liberação acontece porque houve uma diminuição na demanda por vacinação pelos grupos prioritários.

Por conta disso, os estados e municípios poderão começar a vacinar pessoas com idades entre 18 e 59 anos de maneira paralela aos grupos prioritários, desde que sejam garantidas as doses destinadas a esses últimos.

Vacinação de professores

O Ministério também anunciou a antecipação da vacinação para os profissionais da educação de todo o país e informou que as doses para atender a esses públicos começarão a ser enviadas aos estados de maneira escalonada.

A pasta destacou ainda que a priorização dos profissionais da educação acontece por causa dos impactos sociais causados pela doença e pela necessidade da volta das aulas presenciais. 

A ordem de prioridade para a vacinação será:

Creches;

Pré-escolas;

Ensino fundamental;

Ensino médio;

Profissionalizantes e EJA;

Ensino superior.

Todas as orientações podem ser conferidas na nota técnica do Programa Nacional de Imunizações (PNI) divulgada na última sexta.

Da redação | PE+ Notícias
Com informações do NE10 Interior

28 de mai. de 2021

Com agravamento da pandemia, prefeitos de Santa Cruz, Toritama, Taquaritinga, Brejo e Jataúba alegam escassez de oxigênio no mercado

Prefeitos informaram que mesmo com recursos, está difícil conseguir insumos para o tratamento da doença - Foto: Blog Bruno Muniz
Em uma nota conjunta emitida na tarde desta sexta-feira (28), os prefeitos dos municípios de Santa Cruz do Capibaribe (Fábio Aragão), Toritama (Edilson Tavares), Jataúba (Cátia Ribeiro), Taquaritinga do Norte (Lero Mestre) e Brejo da Madre de Deus (Roberto Asfora) alegam dificuldades para o combate da pandemia nas cinco cidades mencionadas.

De acordo com a nota, mesmo com recursos disponíveis para aquisição, não há insumos no mercado e a compra de itens como oxigênio, por exemplo, está complicada. Confira a nota abaixo:

NOTA CONJUNTA DE PREFEITOS: COVID-19

Há mais de um ano, o mundo vive uma das maiores crises sanitárias da história, onde o novo coronavírus fez a saúde mundial entrar em colapso. Em nossa região, a situação não é diferente, os últimos indicadores epidemiológicos, divulgados pelo Governo do Estado, apontam que o agreste de Pernambuco está vivenciando o pior momento de toda a pandemia.

De acordo com as informações divulgadas, na última semana e nos últimos 15 dias, a 2° macrorregião de Saúde registrou um aumento na solicitação de vagas na UTI para pacientes suspeitos ou confirmados, de 35% em apenas uma semana e 55% em 15 dias. O número de casos de síndrome respiratória aguda grave (SRAG), também registrou um aumento preocupante no Agreste, enquanto as outras regiões tiveram um aumento das notificações de 17% em uma semana e 22,5% em 15 dias, no mesmo período, a 2° macrorregião de Saúde, que engloba o nosso Polo de Confecções, registrou um aumento de 20% e 48%, respectivamente.

Diante deste cenário, as cidades da região enfrentam dificuldades na aquisição de insumos, medicamentos e oxigênio, tão indispensável no tratamento dos casos mais graves de covid-19. A escassez do oxigênio vem preocupando os gestores, que estão com dificuldades em adquirir esse item. Os fornecedores já não conseguem suprir as necessidades dos municípios, correndo o risco de colapsar o sistema de saúde. Cientes de suas responsabilidades na condução desse enfrentamento nas cidades do Polo de Confecções, os gestores dos municípios de Santa Cruz do Capibaribe, Brejo da Madre de Deus, Jataúba, Toritama e Taquaritinga do Norte, através de suas secretarias de Saúde, não estão medindo esforços para evitar um colapso no setor. O trabalho tem sido árduo em parceria com o Governo do Estado, que irá nos disponibilizar concentradores de oxigênio para atenuar as dificuldades encontradas na aquisição do oxigênio.

É indispensável que a população da região esteja engajada nessa luta, compreendendo e seguindo as medidas sanitárias recomendadas e estando atenta aos decretos estaduais e municipais. A prioridade de todos os gestores é preservar vidas e consequentemente, passar o mais rápido por essa fase, para que a vida de todos os munícipes possa voltar à normalidade. Continue usando máscara de proteção, higienizando as mãos, mantendo o distanciamento e evitando aglomerações. Contamos com seu apoio!

Cátia Ribeiro – Jataúba
Edilson Tavares – Toritama
Fábio Aragão – Santa Cruz do Capibaribe
Ivanildo Mestre (Lero) – Taquaritinga do Norte
Roberto Asfora – Brejo da Madre de Deus

Da redação | PE+ Notícias
Com informações do Blog do Bruno Muniz

Prazo para pedir isenção na taxa do Enem termina nesta sexta-feira (28)

Por causa da pandemia do coronavírus, as provas do Enem 2020 foram adiadas para os dias 17 e 24 de janeiro de 2021 (versão impressa); e 31 de janeiro e 7 de fevereiro de 2021 (versão digital) (Marcello Casal Jr./ABr)
O prazo para pedir isenção da taxa de inscrição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) termina nesta sexta-feira (28). Além disso, também será finalizado o prazo para a justificativa de ausência da prova anterior para quem faltou aos dois dias de aplicação.

Segundo informações do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), ambos devem ser feitos na Página do Participante. Podem pedir isenção da taxa os estudantes que fizeram todo o ensino médio em escola pública ou na condição de bolsistas integrais em unidade de ensino privada e pessoas que estão no terceiro ano do ensino médio em escola pública em 2021.
“O mesmo vale para quem está em situação de vulnerabilidade socioeconômica, por ser membro de família de baixa renda. Nesse caso, é preciso comprovar a inscrição no CadÚnico. Já para justificar a ausência no Enem 2020, o participante deverá comprovar a razão pela qual não compareceu ao exame por meio dos documentos solicitados. Entre os motivos aceitos como justificativa pelo Inep estão: emergências médicas, comparecimento ao trabalho, morte na família, maternidade ou paternidade, entre outros. Todos os documentos comprobatórios devem estar de acordo com os parâmetros exigidos pelo edital”, explica o Inep.
O instituto destacou também que a aprovação na justificativa de ausência e na solicitação de isenção da taxa não garantem a inscrição na edição 2021 do exame.

'O presidente não combate o vírus', diz Paulo Câmara depois que Bolsonaro pede ao STF derrubada de decreto

Paulo Câmara criticou a postura de Bolsonaro - Foto: Heudes Regis
O governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), utilizou as redes sociais para se manifestar contra uma ação movida pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na última quinta-feira (27). Bolsonaro acionou o Supremo Tribunal Federal (STF) para derrubar o decreto que determina medidas restritivas de combate à Covid-19 em Pernambuco, no Paraná e no Rio Grande do Norte.
"O país precisa de mais vacinas, ampliação da testagem, apoio financeiro para a população. Mas o presidente não combate o vírus, ao contrário, caminha na direção oposta, enquanto encena embates de baixo nível, para uma plateia cada vez menor", declarou Paulo Câmara.
Bolsonaro entregou uma representação ao STF por meio da Advocacia-Geral da União (AGU). A ação direta de inconstitucionalidade (ADI) é referente aos decretos que determinam a restrição de circulação de pessoas e ordenam restrições, fechamento de atividades econômicas não essenciais e, em alguns casos, toque de recolher. O presidente questiona se estas medidas para reduzir a circulação de pessoas estão de acordo com a Constituição Federal.

O governador de Pernambuco destacou em sua fala sobre o risco de uma nova onda de contaminação no país. 
"A cada dia, a conta que Jair Bolsonaro prestará à história fica mais clara pela sua opção de condenar à morte e à miséria milhares de pessoas. Um erro que se consolida como irreparável. Um alto preço que 456.674 brasileiros pagaram com a própria vida", escreveu Câmara em sua rede social.
Restrições em Pernambuco

Ao todo, 65 cidades do Agreste enfrentam um período de medidas restritivas mais rígidas até o dia 6 de junho. Apenas serviços considerados essenciais podem funcionar durante esses dias e todas as atividades econômicas e sociais estão suspensas em todos os dias da semana e em qualquer horário. Até na última quinta-feira (27), o estado totalizou 472.590 infectados e 15.595 mortes devido à doença.

Da redação | PE+ Notícias
Com informações do NE10 Interior

Município do interior de Pernambuco enfrenta crise com falta de oxigênio e transfere pacientes para outras cidades


Oxigênio é necessário para auxiliar na respiração de pessoas em tratamento médico pela covid-19 (FOTO: BRENDA ALCÂNTARA/ACERVO JC IMAGEM)
Com o aumento de casos de Covid-19 confirmados no Agreste de Pernambuco, algumas cidades começam a enfrentar dificuldades para conseguir atender os pacientes em estado grave nas unidades de saúde, que registram superlotação. É o caso da cidade de Lajedo, que na última quinta-feira (27) precisou transferir pacientes do município para Caruaru, Belo Jardim e Cachoeirinha por causa da falta de oxigênio.
"Está faltando oxigênio no abastecimento do hospital. Nós tínhamos oxigênio até cinco horas da tarde, mas os pacientes tiveram uma demanda muito alta, os nossos leitos foram preenchidos então demandou muito dos oxigênios. Nós estamos aguardando a chegada por volta das 22 horas. Nesse meio período, porque nós não temos uma grande quantidade de cilindro, a gente demanda, vai usando e já enchendo novamente. Até então não tínhamos tido problema. Mas hoje chegamos nessa situação", afirmou a secretária de Saúde de Lajedo, Socorro Duarte.
No começo da noite, os pacientes que estavam em Lajedo começaram a ser transferidos por causa do risco da falta do insumo. Municípios vizinhos ajudaram a cidade enviando cilindros, mesmo estando também no limite do sistema de saúde.

A secretária informou que os cilindros que Lajedo recebe não são enviados pela Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE). A cidade recebe o fornecimento de uma empresa contratada pela prefeitura. 
"Nesta sexta-feira (28) a gente está formalizando todo o processo para que a gente seja assistido pela Secretaria do Estado, mas a Gerência Regional de Saúde (Geres) já está ciente dessa situação de hoje", destacou.
Ocupação dos leitos e casos confirmados

O município conta com um Hospital de Campanha, para atender aos pacientes com Covid-19, e um Hospital de Emergência, que realiza a triagem junto com o Centro Covid-19. De acordo com a secretária de Saúde, a taxa de ocupação de leitos está acima dos 70%. A cidade já confirmou 1.795 casos de coronavírus e 53 óbitos provocados pela doença.

Da redação | PE+ Notícias
Com informações do NE10 Interior

Bolsonaro aciona STF para derrubar decreto de medidas restritivas contra a Covid-19 em Pernambuco

Paulo Câmara e Jair Bolsonaro (FOTO: ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM)
Na última quinta-feira (27), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) acionou o Supremo Tribunal Federal (STF) para tentar derrubar o decreto que estabelece medidas restritivas de combate à Covid-19 em Pernambuco. Bolsonaro entregou uma representação ao STF por meio da Advocacia-Geral da União (AGU).

A mesma ação direta de inconstitucionalidade (ADI) também pede a suspensão de decretos referentes a restrições de atividades econômicas e sociais nos Estados do Paraná e Rio Grande do Norte. Todos os decretos citados são referentes a restrição de circulação de pessoas e ordenam restrições, fechamento de atividades econômicas não essenciais e, em alguns casos, toque de recolher. Bolsonaro questiona se estas medidas para reduzir a circulação de pessoas estão de acordo com a Constituição Federal.
"É notório o prejuízo que será gerado para a subsistência econômica e para a liberdade de locomoção das pessoas com a continuidade dos decretos de toque de recolher e de fechamento dos serviços não essenciais impostos em diversos locais do país. Há prejuízos devastadores de toda ordem, com afetação de empregos, de empresas, da segurança doméstica, do desenvolvimento cognitivo das crianças, da saúde emocional das pessoas etc", diz parte do texto da AGU.
Vacinação e casos confirmados de Covid-19 no Brasil

Apesar de o país continuar registrando uma alta taxa de mortalidade, provocada pela Covid-19, o texto da Advocacia-Geral ainda argumenta que à medida em que os grupos prioritários e a população em geral vai sendo imunizada, mais excessiva (e desproporcional) se torna a imposição de medidas extremas, que sacrificam direitos e liberdades fundamentais da população.

Decisões do plenário da Corte garantiram, ainda em 2020, que os estados e municípios tenham autonomia para tomar as providências que acharem necessárias para conter a disseminação do coronavírus.

Da redação | PE+ Notícias
Com informações do NE10 Interior

27 de mai. de 2021

Governo de Pernambuco envia 149 concentradores de oxigênio para municípios

Cidades do Agreste, que vivem o pior momento da pandemia, receberão a maior parte dos equipamentos, destinados a filtrar o ar ambiente e fornecer oxigênio puro - Foto dos concentradores: Miva Filho/SES-PE
O Governo de Pernambuco anunciou, em coletiva de imprensa online, o envio, a partir desta quinta-feira (27.05), de 149 concentradores de oxigênio para cidades pernambucanas, com o objetivo de auxiliar os gestores municipais na qualificação da assistência à Covid-19. Ao todo, a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) remeterá equipamentos para 44 cidades, 29 delas no Agreste, para onde serão enviados 99 aparelhos. A destinação do material foi discutida com os gestores municipais em reunião, na última quarta-feira (26.05), e pactuada na Comissão Intergestora Bipartite (CIB) na manhã de hoje.

Os concentradores de oxigênio filtram o ar do ambiente e fornecem apenas o oxigênio puro (5 litros por minuto) para o paciente. Com isso, o equipamento pode substituir os cilindros de oxigênio, que precisam ser preenchidos constantemente por uma empresa que forneça gases medicinais. 
“O Governo de Pernambuco tem garantido o fornecimento de oxigênio nas unidades da rede estadual, destinada aos casos mais graves, e também estamos atentos para auxiliar como for possível os municípios, possibilitando que os casos leves sejam absorvidos nos serviços municipais”, explicou o secretário estadual de Saúde, André Longo.
O secretário ressaltou ainda que não há risco de desabastecimento. 
“Estamos trabalhando em conjunto com os municípios pernambucanos, porque os problemas deles são problemas nossos. Os municípios e unidades que têm tanques de O2 não têm o que temer. Inclusive temos plantas industriais em Pernambuco, responsáveis pelo abastecimento de oxigênio de outros Estados do Nordeste. O problema relatado por alguns municípios está na logística de reabastecimento de cilindros de O2. Neste sentido, oficiamos o MPPE, porque há indícios de interesses comerciais por trás de algumas dificuldades dos municípios”, destacou.
Além dessa oferta de concentradores de oxigênio, já foi realizado contato com o Ministério da Saúde solicitando mais 500 equipamentos, também para distribuição entre os municípios pernambucanos.

CENÁRIO EPIDEMIOLÓGICO – Os últimos indicadores epidemiológicos apontam que o Agreste de Pernambuco vivencia o pior momento da pandemia de Covid-19. Em análise dos indicadores epidemiológicos da última semana e dos 15 dias anteriores, divulgada nesta quinta-feira (27.05), a 2ª Macrorregião de Saúde registrou um aumento de 35% em apenas uma semana e de 55% nas últimas duas, nas solicitações de vagas de UTI para pacientes suspeitos ou confirmados para a doença na região.

O cenário na localidade já está repercutindo, inclusive, nas outras macrorregiões. O Estado inteiro notificou, no mesmo período, crescimento de 15% e 18% nas solicitações, respectivamente. 
“Nenhum sistema de saúde consegue suportar a velocidade de crescimento de demanda que observamos na região nesta última semana”, alertou André Longo. As análises epidemiológicas apontam, ainda, que, em relação aos casos de síndrome respiratória aguda grave (SRAG), Pernambuco teve um aumento de 17% nas notificações em uma semana e de 22,5% em 15 dias. No mesmo período, a 2ª macrorregião de Saúde registrou aumento de 20% e 48%, respectivamente.
O secretário disse, ainda, que o Governo de Pernambuco está atento também à situação da Região Metropolitana e da Zona da Mata, já que a I Macrorregião de Saúde, em uma escala menor, também registrou dados preocupantes, com aumento de 9% nas solicitações de UTI em uma semana e de 9,8% em 15 dias. Além do crescimento de 15% e 16,7% nas notificações de SRAG em uma semana e 15 dias, respectivamente.

Longo lembrou que, além do respeito às medidas restritivas, é preciso uma mudança de comportamento da população. 
“Precisamos reverter esta situação, o que só será possível com o engajamento e conscientização de todos. O curso da pandemia está em nossas mãos. Nossas atitudes serão determinantes para o futuro e o controle da pandemia”, concluiu.
A secretária-executiva de Desenvolvimento Econômico, Ana Paula Vilaça, que também participou da coletiva online, reforçou que a intensificação das medidas restritivas será decisiva para a diminuição da doença no Estado, mas que somente com a mudança de postura dos pernambucanos é que esse quadro poderá ser revertido. 
“ Não bastam os decretos se a gente não tiver uma mudança urgente do nosso comportamento. Precisamos seguir todos os protocolos, usar a máscara de forma correta o tempo inteiro e em qualquer lugar e respeitar o distanciamento social. O momento exige que a gente redobre os cuidados”, disse.
Municípios que vão receber os equipamentos do Governo do Estado:

Araçoiaba – 1
Feira Nova – 3
João Alfredo -2
Machados – 2
Orobó – 3
Surubim – 9
Vicência – 3
Amaraji – 3
Catende – 2
Escada – 5
Primavera – 2
Agrestina – 7
Alagoinha – 2
Altinho – 3
Belo Jardim – 4
Bezerros – 8
Bonito – 2
Brejo da Madre de Deus – 3
Cachoeirinha – 3
Camocim de São Félix – 2
Cupira – 3
Frei Miguelinho – 2
Jataúba – 3
Panelas – 2
Pesqueira – 4
Riacho das Almas – 2
Sairé – 2
Santa Cruz do Capibaribe – 5
Santa Maria do Cambucá – 2
São Bento do Una – 7
São Caitano – 3
São Joaquim do Monte – 2
Bom Conselho – 7
Canhotinho – 3
Capoeiras – 4
Paranatama – 4
São João – 3
Saloá – 3
Buíque – 2
Custódia – 5
Inajá – 2
Venturosa – 2
São José do Egito – 6
Tuparetama – 2

Da redação | PE+ Notícias
Com informações do Fala PE

Pernambuco autoriza vacinação contra Covid-19 de todos os grupos prioritários e pessoas com 59 anos

Sérgio Bernardo/SEI
O Governo de Pernambuco anunciou, nesta quinta-feira (27), que vai iniciar a imunização contra a Covid-19, com a vacinação de pessoas com 59 anos de idade e de todos os grupos prioritários previstos no Plano Nacional de Imunização (PNI). Segundo o governador Paulo Câmara (PSB), a partir de hoje os trabalhadores da educação, motoristas e cobradores do transporte público, agentes penitenciários, entre outras categorias, já podem começar a ser vacinados. Os agendamentos serão organizados de acordo com o esquema de cada município.
“Nossa luta contra a Covid-19 vai entrar numa nova fase. Ajustamos nosso plano estadual de imunização, pactuamos com as secretarias municipais de saúde e vamos acelerar a vacinação da nossa população. Estamos autorizando todas as prefeituras pernambucanas a iniciar, a partir de hoje, a imunização de todos os grupos prioritários previstos no PNI”, afirmou o governador.
De acordo com o gestor, o Estado continua empenhando esforços para otimizar ao máximo os estoques de vacinas que permitam avançar o mais rápido possível e alcançar mais pessoas, inclusive reduzindo a faixa etária, que estava em 60 anos. 
“Vários países do mundo, que estão com a imunização avançada, já mostraram que é possível superar essa pandemia e retomar o crescimento econômico e o convívio social”, explicou.
Grupos prioritários já autorizados:

Pessoas com 60 anos ou mais abrigadas em instituições
Pessoas com Deficiência abrigadas em instituições
Povos indígenas
Trabalhadores de Saúde
Pessoas com 60 anos de idade ou mais
Povos e Comunidades tradicionais Quilombolas
Pessoas com comorbidades e gestantes e puérperas com ou sem comorbidades
Pessoas com Deficiência Permanente
Forças de Segurança e Salvamento
Trabalhadores de Transporte Aéreo
Trabalhadores Portuários

Grupos autorizados a partir de hoje:

Pessoas com 59 anos ou mais (nova faixa etária autorizada em Pernambuco)
Trabalhadores da Educação do Ensino Básico (creche, pré-escolas, ensino fundamental, ensino médio, profissionalizantes e EJA)
Trabalhadores da Educação do Ensino Superior
Forças Armadas
Trabalhadores de Transporte Coletivo Rodoviário de Passageiros
Trabalhadores de Transporte Metroviário e Ferroviário
Trabalhadores de Transporte Aquaviário
Caminhoneiros
Trabalhadores Industriais
Trabalhadores da limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos
Funcionários do Sistema de Privação de Liberdade
População Privada de Liberdade
Pessoas em Situação de Rua (18 a 59 anos)

Veja o pronunciamento do Governador de Pernambuco:


Da redação | PE+ Notícias
Com informações do Diario de Pernambuco

Câmara aprova Medida Provisória do novo salário mínimo de R$ 1.100; texto irá para o Senado

Trata-se de um aumento de 5,26% (R$ 55) em relação ao valor do ano passado - Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil
A Câmara aprovou na última quarta-feira (26) o texto-base da Medida Provisória (MP) que fixou o salário-mínimo no valor de R$ 1.100. Trata-se de um aumento de 5,26% (R$ 55) em relação ao valor do ano passado, de R$ 1.045. A MP ainda passará por análise do Senado.

O valor proposto pelo governo para este ano corresponde à variação de 5,22% para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), no período de janeiro a dezembro de 2020. O INPC apura a inflação mensal das famílias com renda de um a cinco salários-mínimos.

Como os preços subiram neste ano, as projeções do governo mudaram. Na proposta de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) havia sido sugerido um mínimo de R$ 1.088.

Alguns deputados reclamaram do reajuste fixado pelo governo. Para eles, o aumento não contempla a escalada da inflação e da crise econômica gerada pela pandemia.
“Sabemos que é importante qualquer reajuste que seja, embora seja indigno no mesmo momento que a inflação está descontrolada, que aumenta o desemprego, que há insegurança alimentar da população, a contrapartida seja um aumento de apenas 5% [no salário]”, disse Tadeu Alencar (PSB-PE).
Representantes da base governista afirmaram que o governo fez o possível com o reajuste. 
“Claro, se o presidente Bolsonaro pudesse dar um aumento muito maior, ele daria. Mas não tem previsão orçamentária para uma correção maior. Foi a correção possível. Se tivéssemos possibilidades, um reajuste muito maior seria oferecido”, disse o deputado Sanderson (PSL-RS).
Da redação | PE+ Notícias
Com informações da Folha PE

Feiras agropecuárias e vaquejadas são suspensas em Pernambuco

Feira de gado em Pernambuco - Foto: Divulgação/Adagro
A realização de competições de feiras agropecuárias e vaquejadas em Pernambuco está suspensa até 6 de junho, em razão das medidas restritivas adotadas pelo Governo do Estado para conter o avanço da pandemia do novo coronavírus.

A decisão foi publicada em portaria da Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária do Estado de Pernambuco (Adagro) no Diário Oficial da última quarta-feira (26).

De acordo com a Adagro, Pernambuco possuía 23 feiras agropecuárias antes da pandemia e todas foram canceladas durante o primeiro período de quarentena, ainda em 2020.

O processo de retomada foi gradual mediante autorização da Adagro, que já contabilizava a liberação das chamadas “feiras de gado” em 15 municípios.

Em conformidade com a área delimitada pelo decreto no Agreste, estão suspensas as feiras agropecuárias dos municípios de Cachoeirinha, Surubim, Águas Belas, São Bento do Una, São João, Caruaru, Limoeiro, Capoeiras, João Alfredo, Custódia e Lagoa do Ouro.

Permanecem autorizadas, as feiras de Ouricuri, Afogados e Tabira. Enquanto Buíque, que está fora da área de restrição, ficará suspensa por decisão da Prefeitura Municipal.
“A suspensão, inicialmente, segue até 6 de junho. Sabemos da importância dos eventos agropecuários para a economia do Estado e para o homem do campo, mas é vital conter a transmissão da Covid-19, evitando aglomerações neste período em que a transmissão é exponencial”, pontua o presidente da Adagro, Paulo Roberto Lima.
Da redação | PE+ Notícias
Com informações da Folha PE


Suspeito de assaltos a banco tenta fugir da polícia, colide com caminhão e termina detido no Agreste

Carro havia sido roubado em Jaboatão - Foto: Divulgação/PRF
Um homem de 43 anos suspeito de praticar assaltos a banco e carga foi detido pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), na última quarta-feira (26), na BR-232, em Pesqueira, no Agreste de Pernambuco. Ele tentou fugir da polícia, mas colidiu com o pneu de um caminhão e terminou detido.

De acordo com a PRF, ele estava em um carro que havia sido roubado em 6 de maio, em Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana do Recife (RMR).

Policiais rodoviários realizavam uma ronda no quilômetro 219 da rodovia federal, quando deram ordem de parada ao motorista de um carro com placas de Olinda, na RMR.

Segundo a PRF, o homem desobedeceu à ordem e fugiu em alta velocidade. 
"Por seis quilômetros, o condutor realizou ultrapassagens em local proibido, efetuou manobras arriscadas, acessou estradas de terra e só parou ao colidir no pneu de um caminhão", informou a polícia.
Em seguida, o homem tentou fugir a pé por uma área de mata, mas foi alcançado pelos policiais.

O suspeito foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil de Belo Jardim, também no Agreste, e poderá responder por receptação de veículo roubado, desobediência e por dirigir pondo em risco a segurança alheia.

Da redação | PE+ Notícias
Com informações da Folha PE

Casos suspeitos de chikungunya têm aumento de 135% em Pernambuco

Aedes aegypti fêmea é a transmissora da febre amarela, dengue, zika e chikungunya no Brasil - Foto: Pixabay
Os números de casos suspeitos de chikungunya e zika, doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti assim como a dengue, apresentaram um aumento muito grande em Pernambuco desde o ano passado. O crescimento foi de 135,8% para a primeira infecção e de 61,8% para a segunda.

O registro dos dados ocorre no pior momento da pandemia de Covid-19, o que pode agravar o colapso no sistema de saúde, já bastante pressionado pelo avanço do novo coronavírus.

As informações constam do último boletim epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE). De acordo com a pasta, entre 3 de janeiro e 15 de maio deste ano, foram notificados 3.417 casos suspeitos de chikungunya em 89 municípios. No mesmo período de 2020, foram 1.449.

Em relação à zika, o órgão contabilizou 1.176 pacientes com suspeita da doença em 2021 e 727 no ano anterior. Também de janeiro até este mês, foram confirmados 717 casos de chikungunya e nove de zika vírus.

Pandemia desviou o foco

Consultora em biossegurança da Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI), Sylvia Lemos diz que esse cenário é uma realidade não só de Pernambuco, mas de todo o País. Na avaliação dela, a pandemia tomou o foco de todos os setores, o que desviou a atenção que antes era dada a outras doenças.

A chegada do período de chuvas no Litoral e na Zona da Mata de Pernambuco, que facilita o acúmulo de água nas residências, é outro fator que contribui para o aumento.
“Há um ano nós só estamos vendo Covid. As pessoas esqueceram esse problema dentro das suas próprias casas e comunidades, e tivemos um declínio das campanhas e das vistorias dos agentes sanitários por causa dos riscos de pegar Covid”, afirma. “E agora todo aquele processo que faz os mosquitos permanecerem, como água parada nos quintais, pneus e vasos de planta, propiciou [o crescimento]”.
Em meio à maior crise sanitária do século, com uma pandemia que matou mais de 450 mil brasileiros em pouco mais de um ano, o crescimento das epidemias das arboviroses torna ainda complexo o diagnóstico dos casos, já que a fase inicial da Covid-19 tem sintomas parecidos com os da dengue, zika e chikungunya, além de se confundir com o resfriado e a gripe comum.
“Hoje, se eu tenho um caso suspeito, seja lá de dengue ou de chikungunya, tenho que investigar a Covid. E tenho que deixar essa pessoa isolada. Isso pesa sobre o sistema de saúde porque são mais exames diferentes que nós temos que fazer”, conta a especialista.
Diante disso, é preciso que a população, além de seguir as medidas de prevenção à Covid-19, incluindo o distanciamento social, uso de máscara e higienização das mãos, mantenha os cuidados com as arboviroses.
“Não acumular água, fazer uma varredura no quintal, tirar os entulhos”, orienta a infectologista.
Da redação | PE+ Notícias
Com informações da Folha PE

26 de mai. de 2021

Para tentar conter avanço da Covid-19 no Agreste, Caruaru solicita envio de doses extras de vacina

Prefeita de Caruaru, Raquel Lyra - Foto: Janaína Pepeu/Prefeitura de Caruaru
Em coletiva de imprensa virtual, nesta quarta-feira (26), a prefeita de Caruaru, Raquel Lyra, anunciou que irá enviar novos ofícios para a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) e para o Ministério da Saúde para solicitar doses extras de vacina contra a Covid-19 para o Agreste de Pernambuco, que vive um momento de aceleração exponencial da doença.

Raquel defendeu que a vacina é o "único caminho" para que a região saia desse momento crítico e citou exemplos já vistos no Brasil em situações semelhantes à qual passa o Agreste.
"Essa indicação de um território específico onde há um momento mais crítico para receber mais vacinas já foi feita no nosso País. Na região Norte, a cidade de Manaus recebeu mais vacinas quando teve o momento mais crítico e, recentemente, São Luís, no Maranhão, também recebeu doses extras para garantir a vacinação da população de maneira mais rápida", disse a prefeita, acrescentado que o Agreste deve ser visto como prioridade.
"Se somos a região mais crítica, que possamos ser atendidos com prioridade, com mais vacina", completou Raquel.
O Ministério da Saúde informou à reportagem que o Estado tem autonomia para decidir a estratégia local de vacinação a partir das doses recebidas - nesta quarta, por exemplo, Pernambuco recebeu um lote com 241 mil doses do imunizante da AstraZeneca.

A pasta federal disse ainda que reuniões da gestão tripartite (União, Estados e Municípios) podem receber pedidos de lotes extras, que serão analisados e deferidos ou não.

Em nota, a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) afirmou que a sugestão de Caruaru -de remanejar as doses- será colocada em pauta na próxima reunião da Comissão Intergestores Bipartite (CIB).

Ainda no comunicado oficial, a SES-PE salienta que a cidade do Agreste foi a que mais recebeu investimentos do Governo do Estado durante a pandemia.

Confira a nota da SES-PE na íntegra:

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) informa que tem realizado todos os esforços necessários para conter o avanço da Covid-19 no Estado, inclusive no Agreste, onde entraram em vigor, nesta quarta-feira (26/05), novas medidas restritivas, com quarentena rígida em 65 municípios da região.

Em relação à vacina, a proposta da Prefeitura de Caruaru, de remanejamento de doses para as cidades do Agreste, será colocada em pauta na próxima reunião da Comissão Intergestores Bipartite (CIB) para análise dos demais gestores municipais do Estado, já que a proposta exige redução de doses para os municípios das demais regiões do Estado. A SES-PE lembra que a efetividade da imunização não é imediata, tendo em vista que a proteção completa se dá com duas doses e que a segunda leva um tempo para criar a resposta imunológica efetiva no organismo do indivíduo. Ou seja, para um impacto a curtíssimo prazo – o necessário para interromper a aceleração da doença no Agreste neste momento -, o isolamento social é a medida mais eficaz.

A SES-PE reforça que já entrou em contato direto com o ministro da Saúde e que o Governo de Pernambuco também encaminhou ofício solicitando ampliação da vigilância genômica, para identificar possíveis variantes em circulação no Agreste. Havendo identificação de variante de preocupação, o pedido do Governo do Estado é que haja o encaminhamento de mais doses da vacina contra o novo coronavírus para Pernambuco, seguindo o tratamento dado ao Maranhão pelo órgão federal.

Também foram solicitados ao Ministério da Saúde mais testes rápidos de antígeno, para agilizar a identificação de casos positivos da Covid-19 e, consequentemente, o isolamento dessas pessoas e seus contactantes; mais concentradores de oxigênio para apoiar a assistência municipal; e remessa extraordinária do kit de intubação.

É preciso lembrar, ainda, que Caruaru foi uma das cidades que mais recebeu investimentos do Governo do Estado durante a pandemia. Graças a isto, a cidade tem a maior unidade estadual para a assistência da Covid-19 do interior pernambucano - o Hospital Mestre Vitalino, que possui 104 leitos de UTI para dar assistência aos pacientes da região. Além disso, a IV Gerência Regional de Saúde (Geres) é a segunda maior do Estado no número de leitos de terapia intensiva.

Por fim, a SES-PE ratifica a importância dos gestores municipais do Agreste e da população aderirem e apoiarem as medidas restritivas iniciadas nesta quarta para que haja a diminuição da circulação do novos coronavírus na região e, consequentemente, que vidas possam ser salvas.

Outras estratégias

Caruaru também anunciou outras estratégias que serão adotadas para tentar frear o avanço da Covid-19 na cidade.

Entre as medidas anunciadas, estão a busca ativa para vacinação de integrantes dos grupos prioritários ainda não imunizados e o reforço na fiscalização da quarentena rígida, que teve início nesta quarta em Caruaru e outras 64 cidades do Agreste de Pernambuco.

Com o aumento exponencial de casos de coronavírus e solicitações por leitos, há suspeita da circulação de alguma variante na região, segundo o Governo do Estado.
"Nossa estratégia é apostar na vacinação. Por isso, estamos indo na busca ativa de quem está no grupo prioritário. A vacina é o caminho mais indicado para que a gente possa se prevenir do vírus. O público-alvo que já foi vacinado não é o que está ocupando os leitos, é uma população de idade mais baixa", disse Raquel Lyra.
Estão marcadas três ações descentralizadas para os próximos dias. A busca ativa irá trabalhar com idosos de 60 a 64 anos, comorbidades, deficientes físicos, gestantes e puérperas.

Os dados mais recentes divulgados pela Prefeitura de Caruaru, de segunda-feira (24), indicam taxas de ocupação de leitos de UTI acima dos 90%. Na rede pública, há 94% das vagas ocupadas; na privada, 98%.

Em dois hospitais, o Municipal Manoel Afonso e o Santa Efigênia, a ocupação de UTIs atingiu 100%.
"Não temos doses disponíveis para colocar da forma que a gente entende que deveria ser feito. Todos os levantamentos trazidos pelo Estado do ponto de visto epidemiológico sobre o risco no Agreste fundamentam toda a solicitação que podemos fazer mediante ofício. Estamos usando todos os meios necessários para garantir que a população do Agreste possa ser vacinada com prioridade", acrescentou a prefeita.
A fiscalização será ampliada e feita no Centro de Caruaru, na periferia e na Zona Rural e nos três turnos.
"A participação da população com denúncias será fundamental para a efetivação das operações. Evitem aglomerações, só saiam de casa para o que for necessário. Nossas equipes de fiscalização estão nas ruas. Vamos juntos vencer mais essa", frisou Raquel.
A Prefeitura de Caruaru disponibilizou os seguintes contatos para que a população informe situações de irregularidade, como estabelecimentos abertos fora do horário permitido, aglomerações e festas clandestinas:

(81) 3719-4545 - segunda a sábado, das 7h às 19h
(81) 9.8256-4545 - WhatsApp, plantão 24h

Ouvidoria: 156 para ligações de segunda a sábado, das 7h às 13h, e o WhatsApp (81) 9.9834-5936 em plantão 24h.

A população ainda pode ligar para o 190 e entrar em contato via redes sociais da prefeitura, no direct do Instagram @prefcaruaru ou na página do Facebook.

A prefeitura também irá reforçar a testagem de casos suspeitos no município. De forma descentralizada, os exames poderão ser realizados nas 76 Unidades Básicas de Saúde do município, além do Centro de Testagem de Covid-19 (Rua Padre José Augusto, nº 205, no Bairro São Francisco), UPA Respiratória, além da Unidade Móvel de Testagem.

Sulanca

As restrições econômicas durante a quarentena rígida atingem a Feira da Sulanca de Caruaru, que funcionará apenas no formato delivery na próxima segunda-feira (31), para a retirada de produtos no estacionamento do Polo Caruaru.

O cadastro dos fornecedores e clientes poderá ser feito pelo site deliverysulanca.caruaru.pe.gov.br ou pelo app Delivery Sulanca disponível para celulares Android.
"Os deliverys têm sido ferramentas importantes para movimentar a nossa economia. Só no Delivery Sulanca, tivemos cerca de R$ 262 milhões negociados, 933 lojistas cadastrados no site, bem como 258 excursionistas também cadastrados no site", afirmou a prefeita.
Da redação | PE+ Notícias
Com informações da Folha PE

Prefeitura de São Bento do Una no Agreste perde 2.800 doses de vacina da Covid-19 devido a armazenamento

Coordenadora do programa de imunização de São Bento do Una, onde o fato ocorreu, disse ainda não ser sido notificada sobre análise do INCQS.

Na última terça-feira (25), o Ministério da Saúde informou que o resultado da avaliação para as 2.800 doses da CoronaVac e AstraZeneca, destinadas ao município São Bento do Una, no Agreste de Pernambuco, foi insatisfatório para o uso das vacinas.

A análise das doses foi realizada pelo Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde (INCQS) que recomendou o descarte dos imunizantes.

A coordenadora do Programa Nacional de Imunização de São Bento do Una disse que a prefeitura ainda não foi informada sobre o resultado da análise.

No dia 5 de abril deste ano, a Secretaria Estadual de Saúde informou que recebeu o relatório do município de São Bento do Una, sobre o problema na câmara fria que armazenava os imunobiológicos da cidade, onde estavam 2.800 doses de vacina contra a Covid-19.

O Ministério da Saúde esclareceu que as perdas operacionais, que correspondem à 10% do total de doses distribuídas das vacinas, já são previamente calculadas. Não havendo, portanto, reposição.

Da redação | PE+ Notícias
Com informações do Blog do Bruno Muniz

.

.