10 de mar. de 2021

Doses recebidas por Pernambuco já foram distribuídas para todos os municípios

Distribuição da vacina contra a Covid-19 em Pernambuco - Foto: Heudes Regis/SEI
As doses da vacina contra a Covid-19 recebidas pelo Governo de Pernambuco na noite da última terça-feira (9) já foram repassadas para os municípios pernambucanos. O Estado recebeu, do Ministério da Saúde, 110.800 doses do imunizante produzido pelo Butantan. A nova remessa da vacina deve ser usada para dar continuidade ao processo de ampliação da imunização da população com idade acima de 75 anos e finalizar a imunização de idosos de 80 a 84 anos.

Oito horas após a chegada das vacinas, elas já haviam sido entregues em todas as cidades de Pernambuco. Do aeroporto, as vacinas seguiram para a central de logística, onde foi iniciada a organização para distribuição às 12 Gerências Regionais de Saúde do Estado, onde ficam disponíveis para retirada pelas respectivas secretarias municipais de saúde.

A entrega das vacinas, que contemplou a 7ª etapa de distribuição pelo Programa Estadual de Imunização, começou por volta das 5h desta quarta-feira (10) e foi encerrada às 14h20, contando com transporte aéreo e terrestre, para garantir que o insumo estivesse disponível no mesmo dia em todas as regiões.
“Vacinamos todos os trabalhadores de saúde da linha de frente e estamos avançando na imunização dos idosos. Nosso esforço para abrir leitos continua, e até o fim da semana teremos mais 90 vagas em todas as macrorregiões do estado. Vale ressaltar que a vacinação e a abertura de leitos são fundamentais, mas a prevenção é uma atitude ao alcance de todos. Respeitem as medidas restritivas e entendam que elas podem e serão ampliadas, caso o contágio permaneça crescendo”, afirmou o governador Paulo Câmara.
Com o novo lote, são 854.360 imunizantes recebidos pelo Estado. Apenas da Sinovac/Butantan, 688.360 vacinas foram entregues a Pernambuco. Da Astrazeneca/Oxford/Fiocruz o Estado recebeu 166 mil, apenas para a primeira dose. O Ministério da Saúde informou que encaminhará em tempo oportuno um novo lote para a segunda aplicação, que deve ser feita três meses após a primeira.

Da redação | PE+ Notícias
Com informações da Folha PE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

.

.