15 de jan. de 2021

Voo que sairia de Recife para buscar vacinas da Covid-19 na Índia é adiado novamente

A aeronave pousou no Aeroporto do Recife na noite da última quinta-feira (14) - Foto: Reprodução/TV Jornal
O voo programado para sair da cidade do Recife, em Pernambuco, com direção a Mumbai, na Índia, foi adiado novamente. A aeronave deveria decolar da capital pernambucana às 23h desta sexta-feira (15), depois do primeiro adiamento da viagem, que seria realizada inicialmente na última quinta-feira (14).

Em comunicado, o Itamaraty informou que o governo indiano mostrou "boa vontade" em liberar a carga, mas apontou "dificuldades logísticas", já que a solicitação do Brasil ocorre no momento em que o país começa a sua campanha de vacinação.

A aeronave da companhia aérea Azul deve trazer ao Brasil um carregamento com 2 milhões de doses da vacina AstraZeneca/Oxford. As doses estavam previstas no planejamento do Ministério da Saúde para início da vacinação conta a Covid-19 em todo o país na próxima semana.

Justificativa

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou em entrevista à TV Bandeirantes que existem "pressões políticas" na Índia. Segundo Bolsonaro, essas questões foram o motivo para atraso na partida do avião brasileiro.
"Foi tudo acertado para disponibilizar 2 milhões de doses. Só que hoje, neste exato momento, está começando a vacinação na Índia. É um país com 1,3 bilhão de habitantes. Então, resolveu-se — aí não foi decisão nossa — atrasar um ou dois dias, até que o povo comece a ser vacinado lá. Lá também tem as pressões políticas de um lado e de outro. Isso daí, no meu entender, daqui a dois, três dias, no máximo, nosso avião vai partir e vai trazer esses 2 milhões de vacinas para cá", declarou Bolsonaro.
Da redação | PE+ Notícias
Com informações do NE10 Interior

Anúncios

 


Pernambuco deve abrir novo hospital de campanha com 8,5 mil metros quadrados no Recife

Pernambuco se prepara para abrir novo hospital de campanha no Recife (Jailton Júnior/TV Jornal)
Por meio de dispensa emergencial, o Governo de Pernambuco está escolhendo um imóvel para a abertura de um novo hospital de campanha em Recife. De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES), estão sendo realizados procedimentos administrativos para o novo espaço de atendimento de emergência de pacientes com Covid-19.

O Estado se prepara para abrir uma unidade de grande porte, com 8,5 mil metros quadrados e 200 vagas de estacionamento. As propostas dos proprietários dos imóveis devem ser apresentadas a Diretoria Geral de Administração da SES até o dia 19 de janeiro.

Aumento dos casos

De acordo com a SES, a medida será adotada tendo em vista a projeção de aumento dos casos na região. Até esta sexta-feira (15), Pernambuco já totalizou 239.155 casos da Covid-19 e 9.964 pela doença.
“A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) monitora, permanentemente, a evolução dos indicadores da Covid-19, além de realizar, com base nas análises técnicas, diversas projeções de cenários futuros”.
Da redação | PE+ Notícias
Com informações do NE10 Interior

Celpe doará refrigeradores para armazenar vacinas contra covid-19 a municípios Pernambucanos

Celpe doará refrigeradores para armazenar vacinas contra covid-19 (Divulgação/Celpe)
A Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) doará refrigeradores científicos para que 136 municípios de Pernambuco possam armazenar vacinas contra covid-19. 296 cidades na área de concessão da Coelba (BA), 95 no Rio Grande do Norte (Cosern) e 131 em São Paulo (Elektro), também serão beneficiadas.
“Neste momento em que a campanha de vacinação é a saída para conter a pandemia de Covid-19, apoiamos os municípios mais necessitados das nossas áreas de concessão, que precisam dos refrigeradores adequados para a vacinação da população com segurança”, disse o CEO da Neoenergia, Mario Ruiz-Tagle.
A companhia terá a parceria da Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe) no estado.

De acordo com a Celpe, os refrigeradores são de fabricação nacional possuem temperatura programável e constante entre 2ºC e 8ºC. Eles também têm sensores e um sistema de alarme remoto a distância. Além disso, as câmaras têm capacidade de 280 litros e pode armazenar aproximadamente 18 mil doses de 0,5 ml.

Refrigeradores antigos devem ser entregues

Os governos municipais precisam entregar refrigeradores antigos para as distribuidoras da Neoenergia, nas UTDs (Unidade Territorial de Distribuição) das empresas para poder receber os novos equipamentos.

Da redação | PE+ Notícias
Com informações do NE10 Interior

Anúncios

 


Avião que vai buscar vacinas contra covid-19 na Índia decola nesta sexta do Recife

Avião vai buscar vacinas na índia (Divulgação/Ministério da Saúde)
Decola nesta sexta-feira (15) do Recife em direção a Mumbai, na Índia, o avião da companhia aérea Azul que vai buscar os 2 milhões de doses da vacina contra a covid-19 importadas do país asiático. A previsão é que a aeronave decole às 23h e chegue amanhã (16) à Índia.

Inicialmente o voo estava previsto para decolar na noite da última quinta-feira (14), também às 23h, mas a viagem foi reprogramada em razão de questões logísticas internacionais.

O voo com destino ao Recife partiu na tarde dessa quinta, por volta das 15h30, do Aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP). A Azul comentou a alteração na viagem e disse que, após chegar à capital pernambucana, a tripulação pernoitaria na cidade, prosseguindo o voo nesta sexta-feira.

A volta da aeronave ao Brasil estava marcada para o sábado (16), aterrissando no Aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro. Mas, com a alteração no voo, ainda não há informações sobre o retorno do avião.
"A data de retorno ao Brasil, com a carga de vacinas estimada em 15 toneladas, ainda está sendo avaliada de acordo com o andamento dos trâmites da operação de logística feita pelo governo federal em parceria com a Azul", disse o Ministério da Saúde, ontem, em nota.
Ao chegar, a vacina ainda precisa aguardar o aval da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A agência se reúne neste domingo (17) para analisar o pedido de uso emergencial apresentado pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), parceira da AstraZeneca e da Universidade de Oxford no Brasil.

De acordo com o ministério, a vacina será distribuída aos estados em até cinco dias após o aval da Anvisa para, assim, dar início à imunização em todo o país, de forma simultânea e gratuita.

A segurança no transporte das doses pelo Brasil será realizada pelas Forças Armadas, em ação conjunta com o Ministério da Defesa.

Aeronave

O avião que parte em direção à Índia é um Airbus A330neo, maior aeronave da frota da Azul, e estará equipado com contêineres específicos para garantir o controle de temperatura das doses, de acordo com as recomendações do fabricante. O avião percorrerá cerca de 15 mil quilômetros até o destino final.

O ministério informou que, além do apoio da Azul, conta com a Associação Brasileira de Empresas Aéreas por meio das companhias aéreas Gol, Latam e Voepass, para a logística de transporte gratuito da vacina.

Da redação | PE+ Notícias
Com informações do NE10 Interior

Governo divulga edital de concurso da Polícia Federal com mais de 1.500 vagas

Governo divulga edital de concurso da Polícia Federal (Marcelo Camargo/ABr)
Foi publicado no Diário Oficial da União desta sexta-feira (15), o edital do concurso da Polícia Federal (PF) com mais de 1.500 vagas imediatas. Os salários podem chegar até R$ 23 mil. As inscrições serão abertas no dia 22 de janeiro e vão até 9 de fevereiro deste ano.

São 1.500 vagas de nível superior (cargos de delegado, escrivão, papiloscopista e agente) e 500 vagas para cadastro reserva.

Os interessados devem acessar esse link para se inscrever. As taxas de inscrição variam de acordo com o cargo desejado. Também há opção de solicitar isenção da taxa.

A seleção se dará por provas objetiva e discursiva, teste de aptidão física, avaliação médica, avaliação psicológica, entre outras.

Remunerações

Serão 123 postos para o cargo de delegado, 400 vagas para escrivão, 84 para papiloscopista e 893 para agente. Confira as remunerações:

Agente de Polícia Federal: R$ 12.522,50

Escrivão de Polícia Federal: R$ 12.522,50

Papiloscopista de Polícia Federal: R$ 12.522,50

Delegado de Polícia Federal: R$ 23.692,74

Da redação | PE+ Notícias
Com informações do NE10 Interior

Anúncios

 


14 de jan. de 2021

Ministro da Saúde diz que vacinação no Brasil começa dia 20 de janeiro

A vacinação deve começar no dia 20 de janeiro no Brasil ( Reprodução)
Em reunião realizada nesta quinta-feira (14), o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, anunciou que a vacinação contra a Covid-19 começa em todo o país na próxima semana, no dia 20 de janeiro.

O anúncio foi feito em reunião com prefeitos da Frente Nacional dos Prefeitos. Estavam reunidos 130 representantes dos municípios, em sua maioria participando de forma virtual. Um deles foi o o prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro (DEM), que publicou a notícia nas redes sociais.

Loureiro confirmou que a vacinação no Brasil começa dia 20 de janeiro e afirmou que havia uma especulação de que a vacina seria distribuída primeiro às capitais. No entanto, o Ministério da Saúde disse que todos os municípios devem receber o imunizante, sem priorizar nenhuma cidade.

Quantidade de doses

De acordo com a Frente Nacional dos Prefeitos, o governo divulgou a quantidade de doses que o país deverá ter nos próximos meses para imunizar a população. Em janeiro, o país deve contar com 8 milhões de doses, em fevereiro 30 milhões e até o mês de abril 80 milhões.

Os prefeitos afirmaram ainda que grande parte dos municípios brasileiros tem estoque de agulhas e seringas suficiente para dar início a vacinação.

Prioridades

Na reunião, o Ministério da Saúde reforçou ainda que devem ter prioridade alguns grupos, que vão começar a receber a primeira dose ainda em janeiro. São eles: profissionais de saúde, idosos em asilos e indígenas. Depois desses grupos, deve começar a vacinação dos idosos com idade acima dos 75 anos. 

Anvisa

A Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) deve decidir até o próximo domingo (17) a autorização do registro das vacinas contra a Covid-19 no Brasil. 

O Instituto Butantan, em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac, e a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), parceira do consórcio Astrazeneca/Oxford, entraram com requerimentos de autorização em caráter emergencial para suas respectivas vacinas.

Da redação | PE+ Notícias
Com informações do NE10 Interior

Toritama amplia Escolas Municipais durante o recesso Escolar


Enquanto as escolas estão esvaziadas devido a pandemia de Covid-19, a Prefeitura Municipal de Toritama avança com obras de ampliação para garantir educação de qualidade aos estudantes do município. Um total de cinco escolas estão recebendo reformas de ampliação.

As obras incluem serviços como construção de mais 03 salas de aula, todas climatizadas, com novas bancas, quadras poliesportivas cobertas, espaços recreativos, pintura interna e manutenção geral. As reformas estão acontecendo nas escolas municipais Elizete Borba (Bairro Areal), Laura Lopes (Bairro Deus é Fiel), Belmiro Gonçalves (Bairro Independente), José Paulo de Lima (Sítio São João) e Maria Gonçalves (Loteamento Izídio Tavares).

As obras incluem construção de novas salas de aula, quadras poliesportivas, espaços recreativos, pintura e manutenções diversas. As atividades educacionais do ano letivo 2020 seguem até 30 de janeiro, de forma remota, tendo as férias dos(as) professores(as) sido reprogramadas para fevereiro e o início do ano letivo 2021 para o mês de março. Assim que as aulas presenciais forem restabelecidas, alunos e educadores poderão desfrutar de espaços mais amplos, bonitos e acolhedores.

Da redação | PE+ Notícias
Com informações da Prefeitura de Toritama

Anúncios

 


Valor da cesta básica tem nova alta no mês de dezembro em Caruaru

Valor da cesta básica tem nova alta no mês de dezembro em Caruaru (Agência Brasil)
O valor da cesta básica de Caruaru, no Agreste pernambucano, teve um nova alta no mês de dezembro de 2020. Os dados são de uma pesquisa coordenada pela professora Eliane Alves, do Centro Universitário UniFavip.

Segundo a pesquisa, foi registrado um aumento de 3,11% no valor total, o que representa uma alta após a queda no mês de novembro. No ano passado, a cesta básica em Caruaru teve uma variação de 29,2%, comparado ao ano de 2019.

Os itens que mais afetaram o valor da cesta foram a carne (7,02%), o feijão (8,5%), a banana (6,51%) e a margarina (5,77%). Ainda de acordo com a pesquisa, para comprar a quantidade necessária de carne, foi necessário desembolsar, em média, R$ 111,50. O valor gasto com outros itens foi de R$ 68,94 para o pão, R$ 35,88 para os legumes e para o feijão R$ 32,42.

De acordo com a professora Eliane, alguns alimentos tiveram uma leve queda nos preços, como o leite (7,19%) e o arroz (1,9%).

O ano passado teve uma alta considerável na cesta básica por causa da pandemia da covid-19. Os produtos que mais apresentaram variação percentual foram o óleo (107,4%), o arroz (84%), o tomate (43,75%), a carne (37,82%) e o açúcar (31,73%).

Da redação | PE+ Notícias
Com informações do NE10 Interior

Taquaritinga do Norte deve deixar o consórcio Coniape

Seguindo o exemplo do prefeito de Santa Cruz do Capibaribe, Ivanildo Lero afirmou numa entrevista na manhã da última quarta-feira (13), que poderá retirar o município de Taquaritinga do Norte do consórcio.

Lero não ficou satisfeito com a mudança no regimento anunciada pelo ex-presidente Edson Vieira cinco dias antes de deixar o cargo. 

“Preciso saber realmente como fica o CONIAPE para dizer se Taquaritinga fica ou não”, revelou Lero.
Da redação | PE+ Notícias
Com informações do Pão de Açúcar Net

Anúncios

 


Governo de Pernambuco proíbe música nos bares e prevê fechamento de praias

Durante a coletiva foi anunciada a proibição de música nos estabelecimentos por 30 dias (Reprodução)
Na tarde da última quarta-feira (13), o Governo de Pernambuco realizou uma coletiva de imprensa para anunciar novas medidas para o enfrentamento da pandemia da Covid-19 no Estado. Estiveram presentes o secretário de Saúde, André Longo, e o secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico.

Na coletiva, foi divulgado que, a partir da próxima sexta-feira (15), estará proibida a utilização de som de qualquer natureza em bares, restaurantes e estabelecimentos similares em todo o Estado de Pernambuco.
“Além disso, qualquer tipo de utilização de som que cause aglomeração, sejam os paredões mecânicos ou orquestras, que poderão inclusive ser alvo de apreensão pelo poder público, seja por conta da polícia ou do controle urbano municipal”, disse André Longo.
Praias

Apesar do reforço na fiscalização nas cidades do litoral pernambucano, o secretário André Longo destacou que os esforços não foram suficientes para evitar a falta de cuidado e o descumprimento das normas sanitárias nas praias e parques.

O secretário anunciou que, caso as grandes cenas de grandes concentrações se repitam neste final de semana, as autoridades irão adotar restrições severas nestes espaços públicos.
“Nós temos quase 200 quilômetros de litoral em Pernambuco, com largas faixas de areia. Portanto é possível procurar um local onde não haja aglomeração. É isso que nós queremos. Nós não queremos fechar as faixas de areia ou impedir a comercialização nesses locais. Mas, caso essa situação continue a se repetir o Comitê Estadual de Enfrentamento irá determinar o fechamento dos locais onde há aglomeração a partir da próxima semana”, afirmou.
Vacina

Ainda durante a coletiva, foi anunciado que o governador Paulo Câmara começou a distribuir na última terça-feira (12) um milhão de seringas para todos os municípios do Estado.

De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde nesta quarta-feira (14), o Estado conta com 1.803 casos da Covid-19. Na totalização, Pernambuco já registrou 236.041 casos confirmados da doença, sendo 30.017 graves e 206.024 leves.

Foram confirmados 30 óbitos desde o dia 1º de janeiro. Atualmente, o Estado totaliza 9.919 mortes pela Covid-19.

Da redação | PE+ Notícias
Com informações do NE10 Interior

13 de jan. de 2021

Romero Leal diz que disputará a Presidência do Coniape e critica "Fake News" propagado pela oposição


O radialista Alberes Xavier conversou no programa Cidade em Foco e para o Blog do Alberes Xavier, com o prefeito reeleito Romero Leal (PSDB) que venceu às eleições em 2020, e vai administrar Vertentes pela 4ª vez, onde ele avaliou sua reeleição, exaltou sua equipe operacional da prefeitura e repudiou as Fake News da oposição no município. 
“É motivo de muita alegria saber que irei administrar minha cidade pela 4ª vez, isso é resultado do reconhecimento do nosso compromisso com os Vertentenses. Nossa equipe recebe as demandas e opera aquilo que faz jus ao que a cidade merece”, comentou o prefeito. 
Romero Leal criticou às Fake News propagadas pela oposição e pediu mais respeito com as pessoas.
“Existiu muita canalhice de quem não respeita os moradores. Criaram boatos em redes sociais dizendo que minha candidatura seria impugnada, que meus votos não seriam computados, mesmo sem haver crime algum contra minha pessoa. Os moradores não tem mais o direito de escolher porque esses invadem a privacidade da população e passa a jogar esta sujeira programada”, desabafou. 
O prefeito ainda reforçou que será candidato a presidente do Coniape (Consórcio Público Intermunicipal do Agreste Pernambucano e Fronteiras), e falou também que será chapa única. 
“Fui bem recebido pelos prefeitos que foram reeleitos e os novos gestores, e vamos buscar a presidência do Coniape. Nossa meta é em conjunto com os prefeitos realizar um grande trabalho à frente desse tão importante consórcio público que tem ajudado muitos municípios a desafogar suas despesas”, encerrou Romero Leal.
Da redação | PE+ Notícias
Com informações do Blog do Alberes Xavier

Anúncios

 


Em Pernambuco, quase 200 escolas fecham devido ao impacto da pandemia


Sem conseguirem recuperar o fôlego de um ano quase perdido, cerca de 200 escolas anunciaram o encerramento das atividades em Pernambuco, segundo contabilização do Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino no Estado de Pernambuco (Sinepe). A tendência, segundo a instituição, é que esse número cresce ao longo de 2021.
“Estimamos que isso dobre para o começo do ano letivo de 2021. Estamos com a expectativa de que com a vacina, ao decorrer do primeiro semestre, o ensino presencial esteja estabelecido, mas o que vemos é que a tendência é começar com o híbrido (aulas remotas e presenciais), mantendo ainda esse impacto maior para as escolas por conta das necessidades específicas do ensino infantil”, lamenta o sindicato.
Queda nas rematrículas

As incertezas sobre o futuro, como o aumento no número de registros de novos casos e a incerteza do início do processo de vacinação, são o principal motivador para a queda na rematrículas dos estudantes no ensino privado. De acordo com o Sinepe, as rematrículas caíram 30% na comparação com o ano passado.

Na avaliação da instituição, a maior retração pode está concentrada no ensino infantil, de onde parte a maior cobrança pelo retorno das aulas presenciais. Em Pernambuco, das 2,4 mil instituições, pelo menos 80% das escolas atuam nesse segmento, sendo 60% delas exclusivamente voltadas para o ensino infantil.

Da redação | PE+ Notícias
Com informações do Blog do Bruno Muniz

Abono salarial e 13º salário dos aposentados devem ser antecipados este ano

Previdência Social (Marcello Casal Jr./ABr)
O pagamento do 13º salário dos aposentados e pensionistas e o abono salarial serão antecipados pelo governo federal este ano. Essa medida tem como objetivo compensar o fim do pagamento do auxílio emergencial.

Os pagamentos devem começar entre os meses de fevereiro e março.

O 13º salário, o auxílio doença e o Benefício de Prestação Continuada estão sendo avaliados para começarem a ser pagos em fevereiro e a segunda parte deve ser paga em março deste ano.

Outras medidas econômicas estão sendo analisadas, como a ampliação ou reformulação do programa Bolsa Família. Em 2020, Jair Bolsonaro iria criar um novo programa, o Renda Brasil, mas, ao que tudo indica, o Bolsa Família será mantido, porém com mudanças.

Auxílio emergencial

Esta semana, a Caixa Econômica Federal está liberando os saques das parcelas finais do auxílio emergencial. Nesta quarta-feira (13), os nascidos em junho poderão sacar o benefício. As demais liberações de saques das parcelas continuarão em 18 de janeiro, com a liberação de saques para nascidos em agosto.

Da redação | PE+ Notícias
Com informações do NE10 Interior

Anúncios

 


Governo deve fazer novo reajuste no salário mínimo de 2021

Em 30 de dezembro de 2020, o presidente da República anunciou que elevaria o salário mínimo para R$ 1.100, em 2021
O governo Bolsonaro deve fazer mais um pequeno reajuste no salário mínimo em 2021. O INPC (Índice de Preços no Consumidor) de 2020, indicador que serve como referência, veio acima da proposta do governo para o aumento do piso.

Índice acima do planejado

Divulgado pelo IBGE na última terça-feira (12), o índice indica uma inflação anual de 5,45% na cesta de produtos e serviços na população de baixa renda.

Isso fica acima do aumento de 5,26% proposto pelo presidente Jair Bolsonaro. Em 30 de dezembro de 2020, o presidente da República anunciou que elevaria o salário mínimo para R$ 1.100, em 2021.

Novo salário mínimo

Ajustado pelo IPCA, o salário mínimo ficaria em R$ 1.101,95 - ou, arredondado para cima, em R$ 1.102.

Regra

Não há regra definida para o reajuste do salário mínimo e, assim, o governo Bolsonaro tem aplicado apenas a correção pela inflação. Entre 2007 e 2018, reajustes reais consideravam a variação do Produto Interno Bruto (PIB) dois anos antes.

Em setembro, o ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que é preciso atenção com os reajustes reais do salário mínimo. 
“Se der aumento, vai condenar ao desemprego milhares e talvez milhões de pessoas serão demitidas. Temos que ter cuidado”, afirmou.
Da redação | PE+ Notícias
Com informações da Radio Jornal NE10

Anvisa deve decidir sobre uso emergencial de vacinas contra covid-19 no domingo

Anvisa deve decidir sobre uso emergencial da Coronavac e da vacina de Oxford no domingo (Reprodução)
A Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) deve se reunir no próximo domingo (17) para discutir os pedidos de autorização para uso emergencial de vacinas contra a covid-19 e bater o martelo sobre as solicitações. Segundo comunicado oficial da Anvisa, a data é o penúltimo dos 10 dias estipulados como limite para este tipo de exame pela agência reguladora.

O Instituto Butantan, em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac, e a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), parceira do consórcio Astrazeneca/Oxford, entraram com requerimentos de autorização em caráter emergencial para suas respectivas vacinas.

Na primeira etapa da análise, verificou-se se a documentação e as informações essenciais estavam nos materiais apresentados pelos centros de pesquisa. Após essa triagem, os técnicos da Anvisa passaram a examinar os relatórios enviados e os dados constantes nos requerimentos submetidos.

Para que o exame seja finalizado, as duas instituições solicitantes precisam enviar o conjunto da documentação à agência reguladora. Caso haja atraso no encaminhamento ou complementação, a tomada de decisão pode ser adiada.

Documentação

Conforme a última atualização, do início da noite desta terça-feira (12), 33,7% da documentação entregue pelo Butantan estava pendente de complementação; 5,4% ainda não haviam sido apresentados; 40,17% foram concluídos e 20,13% estão em análise.

Entre os pontos que precisam de material adicional está o desfecho da análise de eficácia do estudo clínico da fase 3 (a última etapa) e testes de pureza, identidade e potência da vacina, além de dados de segurança e eficácia em subgrupos de pacientes por status de infecção. Hoje o Instituto divulgou informações adicionais sobre a eficácia da vacina.

Já no caso da vacina da Astrazeneca/Oxford/Fiocruz, 14,4% do material repassado à Anvisa precisa ser complementado; 32,39% foram concluídos e 53,17% estão em análise. Entre os pontos que necessitam de mais informações está o processo de fabricação, incluindo atributos críticos de qualidade.

Da redação | PE+ Notícias
Com informações do NE10 Interior

Anúncios

 


12 de jan. de 2021

Covid-19: Pernambuco inicia distribuição de seringas aos municípios

Quantidade é suficiente para aplicar a primeira dose, nos públicos prioritários, nas duas primeiras fases da campanha de vacinação contra a Covid-19 - Foto: Aluísio Moreira/SEI
Nesta terça-feira (12), o Governo de Pernambuco começou a distribuir seringas e agulhas para os municípios do Estado se prepararem para as duas primeiras fases da campanha de vacinação contra a Covid-19.

Distribuição

Ao todo, serão distribuídas 1.537.126 unidades, a serem utilizadas na aplicação da primeira dose da vacina.

Os insumos serão repassados pelo Programa Estadual de Imunização (PNI-PE), às 12 Gerências Regionais de Saúde (Geres), até a próxima sexta (15.01). Ao chegar às Geres, cada cidade ficará responsável por retirar seu quantitativo.
“Estamos iniciando, hoje, a distribuição de 1,5 milhão de seringas para todo o Estado, sendo um milhão para o interior e 500 mil para a Região Metropolitana. Tão logo as vacinas cheguem, já estamos preparados, com cronogramas definidos de recebimento de novas seringas, para que, assim que haja disponibilização da vacina, não falte esse insumo fundamental. Vamos avançar e dar condições a todas as pessoas em Pernambuco de serem imunizadas contra o novo coronavírus”, afirmou Paulo Câmara.
Atualmente, o Estado conta com 3,9 milhões de seringas e agulhas, em estoque. Mais 2,8 milhões estarão disponíveis, até o fim deste mês, e outros 7,5 milhões serão distribuídos, a partir de fevereiro, totalizando 14,2 milhões de insumos disponibilizados.

Fases da vacinação

Na primeira fase da campanha, serão imunizados trabalhadores de saúde, população indígena aldeada, idosos, a partir dos 75 anos, e idosos a partir de 60 anos internados em abrigos e instituições, totalizando mais de 627 mil pessoas. Já na segunda fase, com público superior a 910 mil, serão beneficiados os idosos entre 60 e 74 anos.
“Estamos, na nossa Central de Distribuição, estruturando da melhor maneira a logística para essa entrega. Esse planejamento está sendo feito a partir de um plano de segurança, que também está sendo compartilhado com a Secretaria de Defesa Social, para que a gente tenha a chegada, com tranquilidade, desse insumo que é fundamental a todas as cidades. Tão logo a gente tenha a vacina aprovada pela Anvisa, esperamos, num menor período de tempo, iniciar a vacinação, em todos os 184 municípios de Pernambuco, para que a gente comece efetivamente a resolver o problema da pandemia no nosso Estado”, detalhou o secretário estadual de Saúde, André Longo.
Distribuição

A distribuição das seringas foi definida na manhã dessa segunda-feira (11.01), durante reunião extraordinária da Câmara Técnica, envolvendo a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) e o Conselho dos Secretários Municipais de Saúde (Cosems-PE). O encontro contou com a presença virtual do secretário André Longo e dos secretários municipais, além de diversas áreas técnicas da SES-PE.

Da redação | PE+ Notícias
Com informações TV Jornal NE10

Inflação fecha 2020 em 4,52%, diz IBGE

Essa é a maior alta desde 2016 (Reprodução)
O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) informou que a inflação fechou 2020 em 4,52%, percentual acima do centro da meta para o ano, que é de 4%. Essa é a maior alta desde 2016, quando ficou em 6,29%. Em dezembro, o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) fechou com alta de 1,35%, que é a variação mais intensa desde fevereiro de 2003, quando tinha sido de 1,57%. É também a maior variação para um mês de dezembro desde 2002 (2,10%).

O percentual se deve em parte a alta de 14,09% nos preços de alimentos e bebidas. Segundo o gerente da pesquisa, Pedro Kislanov, o crescimento, que é o maior desde 2002 (19,47%), foi provocado pela demanda por esses produtos, a alta do dólar e dos preços das commodities no mercado internacional.

Entre os alimentos que registraram maior aumento no preço estão o óleo de soja com 103,79% e o arroz com 76,01%. Outros itens da cesta básica também ficaram mais caros, entre eles, o leite longa vida (26,93%), frutas (25,40%), carnes (17,97%), batata-inglesa (67,27%) e tomate (52,76%).

A habitação, com 5,25% foi um dos fatores que contribuiu para o comportamento da inflação, tendo em vista o aumento da energia elétrica (9,14%). A influência do dólar sobre o preço dos artigos de residência, como eletrodomésticos e eletrônicos provocou impacto no bolso do consumidor. De acordo com o IBGE, alimentação e bebidas, habitação e artigos de residência, são responsáveis por quase 84% da inflação de 2020.

O grupo dos transportes teve o segundo maior peso na alta do indicador, encerrando 2020 com alta de 1,03%. O preço da gasolina foi decisivo, com quedas, em abril e maio seguido de seis altas consecutivas entre junho e dezembro. As passagens aéreas também tiveram uma queda de 17,15% no acumulado do ano.

O vestuário foi o único grupo a apresentar variação negativa (-1,13%) explicada pelo isolamento social, que pode ter diminuído a busca por roupas. A única exceção foram joias e bijuterias (15,48%), que tiveram aumento por causa da alta do ouro.

Na educação, a alta foi de 0,48% em dezembro. O maior impacto veio dos cursos regulares (0,55%), devido a coleta extraordinária de preços. A educação de jovens e adultos sofreu a maior variação (3,83%).

A alta dos preços foi generalizada em todas as 16 localidades pesquisadas pelo IBGE. A maior variação do ano foi em Campo Grande (6,85%). O menor índice ficou com Brasília (3,40%). 

IPCA

O IPCA mede a inflação de um conjunto de produtos e serviços comercializados no varejo, referentes ao consumo pessoal das famílias com rendimentos de 1 a 40 salários mínimos. A coleta para o cálculo do indicador é feita em estabelecimentos comerciais e de prestação de serviços, concessionária de serviços públicos e internet, entre os dias 1º e 30 do mês de referência.

Da redação | PE+ Notícias
Com informações do NE10 Interior

Anúncios

 


São João de Caruaru pode ser cancelado em 2021

A tradicional festa do São João de Caruaru pode ser cancelada novamente em 2021 (Divulgação/Prefeitura de Caruaru)
A realização das festas juninas na Capital do Forró ainda é uma incógnita para o ano de 2021. O tradicional São João de Caruaru, que reuniu mais de 3,2 milhões pessoas na sua última edição em 2019, pode não ser realizado mais uma vez em virtude da pandemia da Covid-19.

Em entrevista à Rádio Jornal Caruaru, o presidente da Fundação de Cultura e Turismo de Caruaru (FCTC), Rubens Júnior, comentou que o São João de Caruaru pode ser cancelado em 2021. Mesmo com a estrutura e o cronograma de vacinação que está sendo pensado, o processo de imunização da população deve demorar mais do que o previsto, tendo como base a vacinação que ocorre em outros países.

A demora no cumprimento das etapas do cronograma de vacinação da população deve implicar no cancelamento da festa do “Maior e Melhor São João do Mundo" em mais um ano. Entre outros fatores, existe a dificuldade em cumprir com os protocolos de higiene e segurança diante da aglomeração registrada nas festas juninas.
“Possivelmente nós não vamos ter São João. A cada dia que se passa eu me preocupo mais. Apesar de estar aqui, preparando o São João, a probabilidade de que ele seja realizado é muito pequena”, afirmou Rubens Júnior.
Outro fator que implica na não realização do São João de Caruaru é o decreto que prorroga o estado de calamidade pública em Pernambuco, que foi estendido pelo Governo do Estado até o dia 30 de junho de 2020.

Sobre a decisão final a respeito da realização da festa, Rubens Júnior explicou que a gestão municipal deve aguardar algum tempo para realizar a divulgação e que não existe a possibilidade de realizar a festa em outro mês do ano. Se a festa não for realizada no mês de junho, não haverá São João de Caruaru em 2021.
“Vamos esperar um pouco mais até que a gente possa tomar uma decisão, se pode ou se não pode”, disse o presidente da FCTC.
Carnaval em Caruaru

Ainda de acordo com o presidente da Fundação de Cultura e Turismo, as tradicionais prévias carnavalescas não devem ser realizadas em Caruaru, seguindo a determinação do Governo do Estado.

Não estão permitidas festas públicas ou privadas e a Fundação de Cultura não dará nenhum tipo de incentivo para a realização de eventos, tendo em vista que as festas estão proibidas. Um dos principais blocos de prévia carnavalesca de Caruaru, o bloco da Confraria da Sucata, também não deve ser realizado por causa do decreto. 

O presidente da fundação reforçou ainda que quem descumprir o decreto pode ser penalizado pelas equipes de fiscalização da Ordem Pública, do Procon e da Vigilância Sanitária.

Da redação | PE+ Notícias
Com informações do NE10 Interior

Tem um grupinho que torcia para a nossa derrota, afirma João Eugênio sobre integrantes do grupo Calabar


No último dia 07, os vereadores Geovane (PSB), e João Eugênio (PDT), e Demir (PDT), participaram do Programa Cotidiano da Cidade do Radialista Marcio Fellipe na Filadélfia FM. Durante a entrevista os vereadores demostraram a sua insatisfação com alguns integrantes do grupo Calabar.

O clima esquentou nos bastidores, após os vereadores afirmarem que foram prejudicados na eleição mas mesmo assim conseguiram a reeleição. 
Tem um grupinho que torcia para a nossa derrota fizeram de tudo, para que a gente perdesse, eu queria dizer a eles que existe um ditado, Se não podes com eles, junte-se a eles, é melhor se juntar a gente por que já perderam na eleição para a gente e a gente mostrou que vocês não tem voto. Eles queriam nós retirar da política mas graças a Deus não conseguiram. Disse o Vereador João Eugênio
O vereador Geovane também fez fortes afirmações:
Fizeram de tudo para derrubar João Eugênio mas não conseguiram, e eles vão ter que engolir que o vereador Geovane ao invés de diminuir nas urnas aumentou por que não é no tempo deles é no tempo de Deus.
Da redação PE+ Notícias

Anúncios

 


Banco do Brasil pretende fechar 112 agências e desligar mais de 4 mil funcionários; entenda

Implementação plena das medidas deve ocorrer durante o primeiro semestre deste ano - Foto: Arquivo/Agência Brasil
Nesta última segunda-feira (11), o Banco do Brasil anunciou ao mercado que aprovou um plano de reorganização para ganhos de eficiência operacional que prevê o fechamento de 112 agências da instituição, além da criação de um Programa de Adequação de Quadros (PAQ) e de um Programa de Desligamento Extraordinário (PDE). O banco diz que a implementação plena das medidas deve ocorrer durante o primeiro semestre deste ano.

O plano de reorganização prevê ganhos de eficiência e otimização em 870 pontos de atendimento do País, com a desativação de 361 unidades (112 agências, sete escritórios e 242 postos de atendimento), a conversão de 243 agências em postos de atendimento e oito postos de atendimento em agências, transformação de 145 unidades de negócios em Lojas BB, sem guichês de caixa, relocalização compartilhada de 85 unidades de negócios e criação de 28 unidades de negócios (14 agências especializadas agro e 14 escritórios leve digital).
“A reorganização da rede de atendimento objetiva a sua adequação ao novo perfil e comportamento dos clientes e compreende, além das medidas de otimização de estrutura descritas acima, outros movimentos de revisão e redimensionamento nas diretorias, áreas de apoio e rede, privilegiando a especialização do atendimento e a ampliação da oferta de soluções digitais”, fala o comunicado do BB. A economia líquida anual estimada por estes movimentos é de R$ 353 milhões em 2021 e R$ 2,7 bilhões até 2025″.
Programa de Adequação de Quadros (PAQ)

Além disso, o banco aprovou um Programa de Adequação de Quadros (PAQ) para otimizar a distribuição da força de trabalho, equacionando as situações de vagas e excessos em suas unidades, e um Programa de Desligamento Extraordinário (PDE), disponível a todos os funcionários do BB que atenderem aos pré-requisitos.
“A estimativa do BB é que cerca de 5 mil funcionários venham a aderir aos dois programas de desligamento”, diz o banco, complementando que o número final de adesões, assim como o respectivo impacto financeiro, serão informados após o encerramento dos períodos de adesão, que ocorrerá até 5 de fevereiro.Plano de reorganização.
Da redação | PE+ Notícias
Com informações da TV Jornal NE10

.

.