1 de dez. de 2020

Procon-PE encontra irregularidades em sites durante a Black Friday


Visando que durante a Black Friday a maioria das compras iam ser realizadas em lojas online, por conta da pandemia da Covid-19, o Procon Pernambuco realizou diversas pesquisas/fiscalizações em sites de grandes lojas. O órgão constatou que três delas ofereciam preços mais altos, no dia da Black Friday, do que nas semanas anteriores.

As irregularidades foram encontradas nos sites das Casas Bahia, Império e Americanas.

O Procon-PE verificou os valores dos produtos em dia diferenciados. As analises aconteceram nos dias 19 e 20; entre os dias 24 e 26, e no dia da Black Friday. Foram pesquisados 64 produtos entre eletrodomésticos e eletrônicos.

A loja que apresentou mais irregularidades foi as Americanas, 16 produtos que antes da Black Friday os preços eram bem menores. Um exemplo é um Notebook.

No dia 19 ele custava R$ 1.888,65, no dia Black Friday estava por R$ 2.999.O órgão de defesa do consumidor constatou que algumas lojas, dias antes da Black, aumentam os valores, e no dia retornam para o preço original, oferecendo como promoção. 
“Diante do que foi constatado nós iremos tomar as medidas cabíveis contra essas empresas”, explica o secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico.No dia da promoção e na última segunda-feira (30.11), o órgão não foi procurado por consumidores para relatar problemas, durante as compras.
Da redação | PE+ Notícias
Com informações do Blog do Bruno Muniz

Nenhum comentário:

Postar um comentário

.

.