2 de dez. de 2020

MEC recua sobre decisão de retorno de aulas presenciais de instituições federais

Repercussão negativa motivou revogação de portaria, que determinava retorno das aulas presenciais a partir de janeiro de 2021 (Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Devido à repercussão negativa, o Ministério da Educação (MEC) decidiu revogar a portaria, publicada no Diário Oficial da União desta quarta-feira (2), que determina o retorno das aulas presenciais dos institutos federais e universidades federais a partir de janeiro de 2021. 

O Ministério da Educação havia publicado, no Diário Oficial da União, desta quarta-feira, a portaria que determina que as aulas nas instituições federais de ensino superior deveriam ocorrer de forma presencial a partir do dia 4 de janeiro de 2021. Segundo o texto, as instituições deveriam cumprir um protocolo de biossegurança instituído pelo MEC em julho.

Consulta Pública

Sobre as aulas presenciais de instituições federais, à CNN, agora, o ministro da Educação, Milton Ribeiro, afirmou que irá abrir uma consulta pública para ouvir o acadêmico antes de tomar uma nova decisão.
"O ministério da Educação vai revogar a portaria em que determina o retorno das aulas das universidades a partir de janeiro. O ministro Milton Ribeiro afirmou à coluna que vai abrir uma consulta pública para "ouvir o mundo acadêmico antes de tomar nova decisão".
Da redação | PE+ Notícias
Com informações do NE10 Interior

Nenhum comentário:

Postar um comentário

.

.