9 de dez. de 2020

Governo zera alíquota de importação de revólveres e pistolas

Revólveres e pistolas (foto) terão alíquota zerada (Fernando Frazão/Agência Brasil)
O Governo Federal resolveu zerar a alíquota de importação de revólveres e pistolas. Atualmente, o percentual é de 20% do valor do produto.

A resolução do Comitê Executivo de Gestão da Câmara de Comércio Exterior com a medida foi publicada nesta quarta-feira (9) no Diário Oficial da União (DOU). A mudança entra em vigor em 1º de janeiro de 2021.

Alguns tipos de armas não estão incluídas na isenção da alíquota, como armas carregadas exclusivamente pela boca, pistolas lança-foguetes, revólveres para tiros de festim e armas de ar comprimido ou de gás.

A medida faz parte de uma série de ações do governo Jair Bolsonaro para flexibilizar o acesso às armas no Brasil.

Nas redes sociais, o presidente comentou a publicação da resolução. 
“A Camex editou resolução zerando a alíquota do Imposto de Importação de Armas (revólveres e pistolas). A medida entra em vigor no dia 1º de janeiro de 2021”, disse o presidente que, em seguida, fez uma observação na qual comenta medidas que zeraram o imposto de importação de 509 produtos usados no combate à covid-19.
Da redação | PE+ Notícias
Com informações do NE10 Interior

Nenhum comentário:

Postar um comentário

.

.