11 de nov. de 2020

Polícia Federal faz operação para investigar uso de lotéricas para lavagem de dinheiro em Pernambuco

PF faz operação que mira suspeitos de usar casas lotéricas para lavagem de dinheiro de corrupção em PE (Divulgação/PF)
A Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã desta quarta-feira (11) a Operação "Mapa da Mina" em Pernambuco. A ação tem como objetivo apurar o uso de casas lotéricas de propriedade de agentes políticos para lavagem de dinheiro vindos de crimes de desvio de verba pública e corrupção.

Segundo a PF, a investigação começou em abril de 2018 com a deflagração da operação "Decimus", identificou que um grupo empresarial comandado por um oficial da Polícia Militar (PM) teve um grande crescimento econômico a partir de 2013, acompanhado de contratos com entidades públicas municipais, estaduais e federais, mediante dispensas de licitação suspeitas ou processos licitatórios direcionados.

De 2013 até atualmente, duas das empresas do grupo receberam cerca de R$ 175.000.000 dos cofres públicos.

Ainda segundo a PF, os indícios colhidos na 1ª fase da operação indicam que os agentes políticos investigados atuariam em parceria com o grupo empresarial junto a dirigentes de alguns desses órgãos públicos para direcionar licitações ou sua dispensa em favor de empresas do grupo.

Investigações

As investigações também apuraram que as firmas beneficiadas com os contratos públicos transferem dinheiro rotineiramente para cinco casas lotéricas dos agentes políticos envolvidos, mantidas apenas para viabilizar o processo de lavagem de dinheiro.

Na ação, estão sendo executados 25 Mandados de Busca e Apreensão, sendo 23 na Região Metropolitana de Recife, um em Caruaru e um em Floresta.

Da redação | PE+ Notícias
Com informações do NE10 Interior

Nenhum comentário:

Postar um comentário

.

.