3 de jan. de 2020

Em seis dias, Polícia Rodoviária Federal registra 83 acidentes e quatro mortes nas estradas de Pernambuco

Polícia Rodoviária Federal registrou nove mortes nas rodovias de Pernambuco durante a operação de ano novo — Foto: Polícia Rodoviária Federal/Divulgação
Durante a Operação de Ano Novo nas estradas de Pernambuco, entre os dias 27 de dezembro de 2019 e a quarta (1º), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou 83 acidentes. As ocorrências deixaram 55 pessoas feridas e ocasionaram quatro mortes.

Na Operação Ano Novo realizada entre 2018 e 2019, que teve um dia a menos, a PRF registrou 56 ocorrências, com 45 feridos. Houve registro de nove casos de morte. Em relação à operação entre 2019 e 2020, a média diária de acidentes subiu de 11,2% para 13,8%.

Entre os acidentes graves, a PRF registrou uma colisão no quilômetro 86 da BR-101, em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife. No acidente, a motorista de um carro faleceu ao perder o controle do veículo e entrar na faixa contrária da rodovia, colidindo com um caminhão-cegonha.

Carro ficou destruído após bater em caminhão-cegonha em Jaboatão, no dia 27 de dezembro de 2019 — Foto: PRF/Divulgação
Ao longo da Operação, a PRF fiscalizou 5.910 veículos e 5.562 pessoas. Foram emitidas 1,7 mil autuações por diversas infrações, sendo 112 por ultrapassagens em local proibido, 82 pela falta do cinto de segurança, 41 pela falta de capacete e seis por excesso de peso.

A partir dos 1.977 testes com o bafômetro, foram feitas 35 autuações e duas prisões de motoristas sob o efeito de álcool. Do total, 31 autuações foram feitas pela recusa de motoristas a soprar o aparelho e outras quatro por constatação de consumo de bebida alcoólica.

Ainda foram recolhidos 129 veículos irregulares, 104 Certificados de Registro e Licenciamento de Veículo e 25 Carteiras Nacionais de Habilitação. Também foram feitas abordagens educativas que alcançaram 770 pessoas e 73 auxílios a motoristas que tiveram problemas mecânicos ou se envolveram em acidentes sem vítimas.

Da redação | PE mais
Com informações do G1 Caruaru e Região.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

.

.