2 de set de 2019

Monitor da Violência: Pernambuco tem 9,7 mortes violentas por dia no primeiro semestre de 2019

Número de mortes violentas em Pernambuco tem redução no primeiro semestre de 2019 — Foto: Arte/G1
Pernambuco teve uma média de 9,7 mortes violentas por dia no primeiro semestre de 2019, com 1.756 casos. Isso representa uma redução de 23,07% em comparação com os dados dos seis primeiros meses de 2018, quando foram registradas 2.284 ocorrências desse tipo no estado, o equivalente a uma média diária de 12,61 mortes violentas por dia.

É o que mostra o Monitor da Violência, índice nacional de homicídios criado pelo G1, com base nos dados oficiais de cada estado. O levantamento abrange o número de homicídios, latrocínios – roubos seguidos de morte – e lesões corporais seguidas de morte.

Comparando-se os meses de janeiro a junho de 2019 com o mesmo período em 2018, foram contabilizados 528 casos a menos. Com isso, Pernambuco responde por 8,7% na queda no número de mortes violentas em todo o Brasil, ficando em 4º lugar no ranking nacional.

O estado foi o segundo da Região Nordeste com maior redução no número de mortes violentas entre os dois períodos comparados, ficando atrás apenas do Ceará, que teve uma diminuição de 20,6%.

Mortes violentas em Pernambuco
Número de casos engloba homicídios, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte



Dados nacionais

O Brasil registra uma queda de 22% nas mortes violentas no primeiro semestre deste ano em comparação com o mesmo período de 2018. A Região Nordeste é a que tem a maior diminuição.

Em seis meses, houve 21.289 assassinatos, contra 27.371 no mesmo período do ano passado. São 6 mil a menos.

O Nordeste responde por mais da metade dessa queda (3.244 mortes a menos), ou seja, 53% do total no país.

A tendência de queda nos homicídios foi antecipada pelo G1 no balanço dos dois primeiros meses do ano, que apresentou redução de 25% em relação ao mesmo período do ano passado, e no balanço das mortes violentas de 2018, que teve a maior queda dos últimos 11 anos da série histórica do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, com 13%.

Apesar da queda no país, o número de assassinatos continua chamando a atenção. O dado mostra que há uma morte violenta a cada 12 minutos no Brasil – 118 por dia, em média.

Ceará concentra 1/5 da redução de mortes em um ano — Foto: Rodrigo Cunha/G1

Como o levantamento é feito

A ferramenta criada pelo G1 permite o acompanhamento dos dados de vítimas de crimes violentos mês a mês no país. Estão contabilizadas as vítimas de homicídios dolosos (incluindo os feminicídios), latrocínios e lesões corporais seguidas de morte. Juntos, estes casos compõem os chamados crimes violentos letais e intencionais.

Jornalistas do G1 espalhados pelo país solicitam os dados, via assessoria de imprensa e via Lei de Acesso à Informação, seguindo o padrão metodológico utilizado pelo fórum no Anuário Brasileiro de Segurança Pública.

Para fechar o 1º semestre, foi pedida aos estados uma revisão dos dados dos meses desde janeiro. Alguns dos números foram retificados, em razão de ajustes feitos posteriormente pelas secretarias, e agora estão totalmente atualizados.

Em março, o governo federal anunciou a criação de um sistema similar. Os dados, no entanto, não estão atualizados como os da ferramenta do G1. O último mês em que há informações disponíveis para todos os estados é abril de 2019 e há incongruências em parte das estatísticas.

Uma informação importante: os dados coletados mês a mês pelo G1 não incluem as mortes em decorrência de intervenção policial. Isso porque há uma dificuldade maior em obter esses dados em tempo real e de forma sistemática com os governos estaduais. O balanço de 2018 foi publicado pelo Monitor da Violência separadamente, em abril. Um balanço com dados de 2019 ainda será divulgado.

Da redação | PE mais
Com informações do G1 Pernambuco. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

.

.