26 de jul de 2019

Com enfraquecimento político de Lero, grupo Calabar discute outros nomes para disputar prefeitura

   TAQUARITINGA DO NORTE | ELEIÇÕES 2020   

Uma série de acontecimentos culminou no enfraquecimento político do prefeito de Taquaritinga do Norte, Lero Ivanildo (PSB), que hoje detém uma grande rejeição em todo o município. Desde o início de seu mandato ele demonstrou não ter habilidade política, e isso ficou mais evidente ainda com as duas derrotas nas eleições para escolha de presidente da câmara de vereadores.

Desde então, ele vem perdendo aliados e recebendo críticas de empresários e membros da cúpula Calabar. A situação se complicou tanto que hoje o grupo já discute nomes e busca um nome de consenso para disputar a prefeitura em 2020.

Entre os nomes que circulam nos bastidores, os quatro apontados são os dos ex-prefeitos Evilásio Araújo e Zeca Coêlho e dos secretários da atual gestão, Eriberto Marculino que é o Controlador Interno e Mauro Holanda, o "Tota", que ocupa o cargo de secretário de Finanças.

Desses nomes, dois apresentam ainda uma resistência maior, é o caso de Evilásio Araújo, que possui uma sequência de contas rejeitadas e processos na justiça. O outro caso é o de Eriberto, que tem sido um desagregador no governo, apontado por muitos, inclusive pelo vereador Geovane César, como o cara que está acima do prefeito.

Nesta sexta-feira (26), o secretário de articulação política pulou fora do barco vermelho e declarou que vai apoiar a chapa de Jânio Arruda e Bá. Batata justificou sua saída alegando que irá se engajar no grupo Azul, devido a pré-candidatura de seu irmão, (Bá), ao cargo de vice-prefeito, mas nos bastidores muitos já sabiam que ele não apoiaria a reeleição de Lero, pois estava insatisfeito desde as eleições de 2018.

A novela Calabar ainda terá muitos capítulos, no entanto uma coisa é certa, já existe gente fazendo campanha nos bastidores do grupo em prol de alguns nomes, enquanto isso o prefeito Lero poderá encerrar o mandato com uma administração muito mal avaliada, deixando seu nome na história como o único entre os prefeitos do grupo que não disputou a reeleição e correndo grande risco de não eleger o sucessor.

Da redação | PE mais

Nenhum comentário:

Postar um comentário

.

.