7 de fev de 2019

Vereador Capilé anuncia rompimento com grupo Taboquinha


A história do vereador Capilé da Palestina no grupo Taboquinha teve seu último capítulo escrito na tarde desta quinta-feira, na Câmara de Vereadores de Santa Cruz do Capibaribe. Ao menos esse foi o recado dado por ele, no uso da tribuna, ao se dirigir às pessoas presentes nas galerias daquela Casa, bem como, aos seus colegas de parlamento. A sessão desta tarde foi a primeira do ano de 2019.

Capilé não escondia de ninguém sua tristeza e revolta diante do desfecho em torno da eleição para a mesa diretora da Câmara, ainda em 2018, que terminou com Augusto Maia eleito presidente. Capilé e o colega Helinho Aragão acusam o pai de Augusto, o ex-prefeito Zé Augusto Maia de ter armado uma grande ‘arapuca política’, que acabou por deixar ambos de fora da composição da mesa.

A gota d’água - Na manhã desta quinta-feira um episódio pode ter sido a gota d’água, que restava para fazer transbordar o balde de mágoas de Capilé. O vereador foi excluído da composição da Comissão de Obras, Urbanismo e Meio Ambiente. Ele se disse traído, pois segundo ele, um acordo teria sido feito para que ele comandasse tal Comissão. 

Ao final das articulações do grupo de oposição, a presidência da Comissão de Obras, Urbanismo e Meio Ambiente ficou nas mãos do vereador Joab do Oscarzão.

Na tribuna da Câmara, na tarde desta quinta, Capilé oficializou seu rompimento com o grupo Taboquinha e afirmou ainda que deverá ingressar no projeto político denominado ‘Terceira Via’, sem dá, no entanto, mais detalhes.

Da redação PE mais
Com informações do Blog do César Mello

Nenhum comentário:

Postar um comentário

.

.