2 de dez de 2018

Geovane diz que vereador Jurandi deve mais de meio milhão de reais ao município


Após a eleição para escolha da nova mesa diretora da Câmara de Vereadores de Taquaritinga do Norte, o clima ainda é tenso entre  os vereadores aliados do prefeito Lero e o vereador Jurandi Ferreira, eleito para presidente da casa legislativa no próximo biênio. Desde o dia da votação ficou clara a insatisfação do vereador Geovane César com a eleição de Jurandi. De lá pra cá, ambos trocaram acusações em programas de rádio, e na última sexta-feira (30), Geovane publicou uma nota nas redes sociais, onde não poupou críticas a Jurandi.
"O vereador professor Jurandi quando esteve presidente da Câmara em 2003, criou uma Lei aumentando seu próprio salário em 30%. Foi julgado pelo Tribunal de Contas e condenado a devolver o dinheiro do povo. Desobedeceu ao TCE e continuou recebendo irregularmente em 2004, foi mais uma vez condenado a devolver o dinheiro recebido indevidamente. Não pagou e foi enquadrado como Ficha Suja. Hoje o vereador Jurandi deve mais de MEIO MILHÃO de reais ao município de Taquaritinga do Norte", diz Geovane na primeira parte da nota.
Em outros trechos, Geovane sugere que o dinheiro poderia ser usado na Saúde e na Infraestrutura do município com a realização de melhorias nessas áreas.
"Como vereador eu tenho o dever com a população de cumprir o meu papel de Legislador, e fazer com que o município receba esse dinheiro que pertence ao povo. Dinheiro que pode ser usado em melhorias na infraestrutura do município, como saneamentos, pavimentação. Na saúde pode ser usado em insumos e equipamentos, pagamento de médicos para o Hospital e etc. São mais de MEIO MILHÃO de reais que o Tribunal de Contas exige que o professor Jurandi Tavares devolva ao município", finalizou.
O acirramento entre os vereadores inflamou os ânimos no grupo Calabar, enquanto eles se enfrentam, uns apoiam e outros criticam suas posturas, abrindo feridas que dificilmente irão cicatrizar. O fato é que, mesmo ainda afirmando que não vai sair do grupo, a situação de Jurandi é cada vez mais complicada, pois as lideranças da ala vermelha parecem não ter engolido sua vitória na câmara com a inclusão de vereadores da oposição na mesa diretora da Casa Miguel Lucas de Araújo. Por outro lado, enquanto Geovane amargou a terceira derrota na câmara, Lero sofreu a segunda derrota e perdeu maioria na casa, ambos devem enfrentar muitas dificuldades nos dois últimos anos de seus respectivos mandatos.

Da redação | PE mais

Nenhum comentário:

Postar um comentário

.

.