25 de nov de 2018

"Foram atrás do promotor para tentar cassar meu mandato", diz o vereador Jurandi em programa de rádio

TAQUARITINGA DO NORTE - Durante um programa que realiza aos sábados na rádio Filadélfia FM, o vereador Jurandi Ferreira falou, ontem (24), sobre a eleição para escolha da nova mesa diretora da Câmara de Vereadores de Taquaritinga do Norte. Ele afirmou que vem sofrendo perseguições de lideranças do grupo Calabar, grupo pelo qual militou e foi eleito em 2016.

"No dia da vitória em 2016 me encontrei com o vereador Eraldo, ele me pediu o voto e eu disse que votava nele... A partir dali o inferno se abriu contra Jurandi e contra Eraldo. Eu comprei essa briga, defendi o nome de Eraldo e tive a coragem que muitos pensava que eu não ia ter". 
"A partir daí passamos por uma situação muito difícil, o nosso colega Geovane deu o grito, o grupo baixou a cabeça e aceitou ele como candidato, o prefeito concordou com isso e mandou que ele seguisse em frente".
Após os relatos de perseguição quando decidiu apoiar Eraldo para presidente em 2017, Jurandi revelou que há um movimento interno para tentar cassar seu mandato.
"Não vai funcionar essa perseguição terrível, me perseguiram na eleição, Deus ajudou e o povo me elegeu, me perseguiram até agora, Deus abençoou e serei presidente da câmara e só estamos crescendo, não vamos parar e vão ter que engolir!"
"Não sei qual a manobra que vem! Essa semana tentaram, foram atrás do promotor e levaram papéis para tentar cassar meu mandato. Não se espantem, vão usar de manobra para tentar me prejudicar, tentar caçar a eleição e se caçar a gente ganha de novo!"Afirmou.
A eleição de Jurandi para presidente da câmara está sendo encarada por vereadores e lideranças Calabar como uma grande afronta ao grupo e ao prefeito, pelo fato da composição da mesa ter sido feita com vereadores da oposição.

Da redação | PE mais 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

.

.