19 de out de 2018

PT pedirá investigação e cassação da chapa de Bolsonaro ao TSE, afirma Humberto Costa


Em reunião com dirigentes e parlamentares eleitos do PT e do PSOL nesta quinta (18), na Casa Marielle Franco (comitê do PSOL), no Derby, o senador reeleito Humberto Costa (PT) comentou sobre uma denúncia publicada pela Folha de S.Paulo de que empresas estariam comprando pacotes de disparos em massa de mensagens contra o PT no WhatsApp e preparando uma grande ação para a próxima semana, que antecede o segundo turno. Humberto disse que o partido não só vai pedir investigação ao TSE como também a cassação da chapa do presidenciável do PSL.

A prática denunciada pela reportagem é considerada ilegal, já que se trata de doação de campanha por empresas, o que é proibido por lei, com o agravante de não ter sido declarada.
"Isso é muito grave, não somente a contratação de empresas que representa doação não declarada, caixa dois, que está proibido terminantemente nesta campanha, principalmente a questão da participação de empresas na doação para as campanhas eleitorais. Outra questão importante é que está se divulgando a partir desses disparos mentiras e notícias falsas, assim como aconteceu na Inglaterra (Brexit), nos Estados Unidos (Trump), assim como aconteceu em várias outras eleições", disse Humberto.
Segundo o senador, o PT entrará com um pedido formal ainda hoje no TSE, cobrando investigação e também solicitando a impugnação da chapa de Jair Bolonaro (PSL).
"Nós estamos entrando hoje no TSE para apuração e investigação e creio até que uma proposta de cassação da chapa desse cidadão que está utilizando esse método", informou.
Da redação | PE mais 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

.

.