26 de abr de 2018

"Eu tenho vergonha de ter sido Calabar", diz Fábio de Jairo em entrevista

TAQUARITINGA DO  NORTE - Na manhã desta quinta-feira (26), o policial rodoviário e militante político, Fábio de Jairo, concedeu entrevista a Rádio Filadelfia FM 104,9 do Distrito de  Pão de Açúcar em Taquaritinga do Norte.

Na entrevista Fábio falou sobre os bastidores da política em Taquaritinga e deu fortes declarações contra o grupo Calabar, onde militou durante 30 anos. Confira alguns trechos.

Imagem: Live/Facebook
"Eu passei quatro anos defendendo a candidatura de Lero, quando muita gente até duvidava que a candidatura fosse à frente, eu por diversas vezes, inclusive aqui nesse microfone, reiterei que ele seria o candidato e que ele seria o prefeito. Muitas coisas, que inclusive eu não posso falar aqui por questão ética, eu fiz em comum acordo com Diogo, e ele sabe o que eu estou falando, que seria viabilizar para que Lero fosse o candidato e ser o prefeito como foi. O fato de eu ter saído da campanha, foi o fato desse acordo que ele fez com Zeca e com Evilásio, eu não aceitei a forma como foi feita e tá ai todo mundo vendo o que está acontecendo", comentou.
Durante o programa um ouvinte fez uma pergunta e questionou se Fábio teria vergonha de assumir que é 'Boca Preta', ele deu uma resposta muito direta.
"Eu tenho vergonha sim é de ter sido Calabar, aí eu tenho vergonha, por que eu fui Calabar fui coordenador de campanha dos dois prefeitos anteriores a Lero, um é ficha-suja e o outro foi cassado. Então veja, vergonha eu tenho sim de literalmente ter sido usado como massa de manobra, vergonha eu tenho de ter defendido tanto tempo essa besteira de dizer que eu sou do vermelho, que pra mim o vermelho era o céu e o azul era o inferno, quando não tinha nada disso, essa é posição que eu não aconselho ninguém a seguir".
Dando continuidade a entrevista, Fábio criticou a pressão sobre ele para que ele assuma que pertence a determinado grupo político e disse estar trilhando um novo caminho.
"Agora essa coisa de dizer; e porque não se assume? Veja, que obrigação eu tenho de assumir? Que eu sou Boca Preta, que eu sou Gravatinha, que sou Calabar, que obrigação temos de dizer eu sou isso eu sou aquilo? A gente não pode construir o nosso caminho não? Edilson não fez isso em Toritama? por que eu não posso fazer? Questionou.
Sobre a administração do prefeito Lero (PR), Fábio disparou:
"Hoje o grupo Calabar não é mais um grupo, é um ajuntamento de dois times; é o time de Lero que não suporta o time de Evilásio e Zeca e vice e versa. É uma administração divida, muitas secretarias tem gente de um lado e do outro. é água e óleo, não se misturam. Essa administração está vivendo um mar de fantasia. Taquaritinga á única cidade do Brasil que tem três prefeitos que mandam e ainda tem gente que não é prefeito que quer mandar."
Fábio é filiado ao PPS, ele tem tido postura oposicionista e nos bastidores políticos seu nome vem sendo ventilado para compor uma chapa majoritária nas eleições de 2020 na 'Dália da Serra'.

Da redação | PE mais 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

.

.