8 de mar de 2018

Em Taquaritinga, vereador Geovane diz que não concorda com a política feita pelo governo Lero

TAQUARITINGA DO NORTE - Na reunião que aconteceu na tarde desta quinta-feira (8), o vereador e líder do governo, Geovane César, surpreendeu a todos quando usou a tribuna para dizer que não se sente confortável para representar e defender a administração municipal na casa legislativa.
"Queria pedir a compreensão dos vereadores, principalmente da oposição, para que quando for fazer questionários a respeito da administração pública, nas próximas reunião, não se dirija a minha pessoa. O meu papel de líder do governo eu vou ter que esclarecer, vou ter que debater e no momento eu não me sinto à vontade... Como nós temos sete vereadores na bancada, acho que eles podem ser questionados, porque com certeza eles são capacitados", disse Geovane no início do discurso.
"Para mim não está sendo cômodo ser líder no momento,"pontuou.
O vereador se justificou e disse que sua decisão se deve a uma questão particular sua, mas afirmou que trata-se de uma questão política e que acha que o grupo deve se reunir para rever algumas situações.
"No momento eu não estou encontrando sintonia, principalmente aqui dentro dessa casa. Com alguns vereadores eu tenho um entendimento, o governo tem um, os colegas vereadores de bancada tem outro e eu respeito a posição de todos", justificou.
Em seguida, Geovane critica a postura política do prefeito Lero e diz que falta diálogo no grupo. Ele alega que não tem sido lembrado pela administração.
"Não estou me referindo ao lado administrativo do governo Lero, estou questionando o lado político... Eu acho que o nosso grupo tem que sentar e rever alguns pontos. É um governo que na questão política falta dialogar com seus vereadores, com secretariado... Eu aqui como líder do governo, não fui convidado para nenhuma reunião com secretários, não fui convocado para nenhuma reunião com a equipe do governo".
"Eu não concordo com forma como está sendo feita a parte política do governo Lero", encerrou.
O vereador afirmou que irá decidir se fica na posição de líder do governo somente após o recesso legislativo. O posicionamento de Geovane evidencia ainda mais a falta de habilidade política do prefeito Lero, que tem sido muito criticado por lideranças de seu próprio grupo. Além disso, o prefeito não consegue manter a unidade no grupo com relação ao apoio político de vereadores e outras lideranças a seus candidatos na eleição deste ano.

Por Paulo Pereira
Da redação | PE mais

Nenhum comentário:

Postar um comentário

.

.