19 de dez de 2012

José Queiroz cede às pressões e veta salário de R$ 25 mil

   Prefeito de Caruaru procurou evitar que a solenidade de sua diplomação fosse
marcada pela polêmica em torno do reajuste

Para evitar que a solenidade de sua diplomação ficasse marcada pela polêmica em torno do reajuste salarial em mais de 50%, que o elevou de R$ 16 mil para R$ 25 mil, o prefeito de Caruaru, José Queiroz (PDT), decidiu nesta terça-feira (18) vetar integralmente os projetos de lei 6423 e 6424 que também reajustavam os rendimentos dos vereadores e secretários municipais.

O polêmico projeto de reajuste salarial foi aprovado na última terça-feira (11) pela Câmara Municipal. De imediato gerou polêmica e o prefeito José Queiroz adotou a lei do silêncio sobre o tema alegando desconhecer a proposta na íntegra. Aguardou até esta terça o envio da matéria pela Câmara, mas mesmo não tendo recebido, cedeu às pressões e anunciou o veto à matéria.

Na própria sessão da Câmara que aprovou o reajuste já foi marcada por forte pressão popular com manifestação de populares no plenário com cartazes e faixas de protesto. A confusão rendeu até a detenção de estudantes que participaram da sessão.

Do JCOnline

Nenhum comentário:

Postar um comentário

.

.