3 de jan de 2018

Minissérie "Entre irmãs" da Rede Globo retrata um pouco da Taquaritinga do Norte dos anos 30

Elenco traz Marjorie Estiano e Nanda Costa como “Emília” e “Luzia”, protagonistas da minissérie – Fotos: Divulgação.
Estreou, na noite de terça-feira (02), na Rede Globo, a minissérie “Entre irmãs”, que destaca como pano de fundo a cidade de Taquaritinga do Norte, mais precisamente na época dos anos 1930.

A minissérie, que é uma adaptação em quatro capítulos do filme de mesmo nome, conta a história das irmãs Luzia e Emília, que são criadas pela tia e que, quando adultas, são costureiras e também convivem com a realidade de uma região em que cangaceiros são uma frequência constante.

É justamente a chegada de um desses bandos de cangaceiros a casa que a família vive que as histórias de todos os protagonistas ganham rumos distintos, em especial coma separação das irmãs.
Luzia em meio ao bando de cangaceiros
A minissérie é baseada no romance “O cangaceiro e a costureira”, da escritora Frances de Pontes Peebles e traz para a discussão temas como a posição da mulher na sociedade, o preconceito sexual, a valorização da imagem pública entre outros temas, tendo como foco a relação de amor e os conflitos entre Luzia e Emília.

A produção também trará cenas que retratam a alta sociedade recifense da época.
Emília em meio a alta sociedade recifense.
Da redação | PE mais
Com informações do blog do Ney Lima

Nenhum comentário:

Postar um comentário

.

.