19 de jan de 2018

Fernando Collor anuncia que será candidato à Presidência da República nas eleições deste ano

Foto: Waldemir Barreto/ Agência Senado
ELEIÇÕES 2018 - O ex-presidente e atual senador por Alagoas, Fernando Collor de Mello (PTC), anunciou, no início da tarde desta sexta-feira (19), a sua pré-candidatura à Presidência da República visando disputar as eleições de 2018. O anúncio foi feito durante um discurso em um evento na cidade de Arapiraca, Agreste de Alagoas, onde o senador estava acompanhado da prefeita do município, Célia Rocha.
"Tenho uma vantagem em relação a alguns candidatos porque já presidi o País. Meu partido todos conhecem, sabem o modo como eu penso e ajo para atingir os objetivos que a população deseja para a melhoria de sua qualidade de vida", afirmou.
História
Fernando Collor foi o 32º Presidente do Brasil, de 1990 até renunciar em 1992. Eleito aos quarenta anos, foi o 32º Presidente do Brasil, de 1990 até renunciar em 1992. Seu governo foi marcado pela implementação do Plano Collor e a abertura do mercado nacional às importações e pelo início de um programa nacional de desestatização. Seu Plano, que no início teve uma boa aceitação, acabou por aprofundar a recessão econômica, colaborada pela extinção, em 1990, de mais de 920 mil postos de trabalho e uma inflação na casa dos 1200% ao ano; junto a isso, denúncias de corrupção política envolvendo o tesoureiro de Collor, Paulo César Farias, feitas por Pedro Collor de Mello, irmão de Fernando Collor, culminaram com um processo de impugnação de mandato (impeachment). O processo, antes de aprovado, fez com que o presidente renunciasse ao cargo em 29 de dezembro de 1992, deixando-o para seu vice Itamar Franco. Collor ficou inelegível durante oito anos.

Da redação | PE mais

Nenhum comentário:

Postar um comentário

.

.