11 de dez de 2017

'Pernambuco retrocedeu', diz oposição ao lançar manifesto contra Paulo Câmara

O grupo 'Pernambuco Quer Mudar', que inclui nomes do PTB, DEM, PSDB e PMDB, lançou, nesta segunda-feira (10), um manifesto contra o governo Paulo Câmara (PSB).

Manifesto foi lançado em ato nesta segunda (11) | Foto: JC Online
O grupo Pernambuco Quer Mudar, que inclui nomes do PTB, DEM, PSDB e PMDB, lançou, nesta segunda-feira (11), um manifesto contra o governo Paulo Câmara (PSB). O texto foi lido pela deputada estadual Priscila Krause (DEM) durante um ato que reuniu diversas lideranças no Paço Alfândega, no Bairro do Recife.

O texto traz diversas críticas ao governo pernambucano em áreas como educação, segurança, saúde e economia.

Leia o manifesto da oposição

"Ao longo dos governos Jarbas Vasconcelos, Mendonça Filho, Eduardo Campos e João Lyra, os pernambucanos viram o nosso estado se desenvolver e se destacar na economia do Nordeste. Mas, nos últimos anos Pernambuco retrocedeu", diz um trecho do documento. Leia abaixo o manifesto completo:


Ato contou com vários políticos
O evento desta segunda (11) também contou com a presença de políticos como o ministro da Educação Mendonça Filho (DEM), o deputado federal e ex-ministro das Cidades Bruno Araújo (PSDB), os senadores Armando Monteiro (PTB) e Fernando Bezerra Coelho (PMDB), o deputado estadual Silvio Costa Filho (PRB) e o ex-prefeito de Jaboatão dos Guararapes, Elias Gomes (PSDB).

Elias Gomes foi o primeiro a falar. Em seu discurso, ele destacou a importância de ouvir a população durante a construção de propostas do grupo Pernambuco Quer Mudar. "Pernambuco precisa falar, é necessário que os partidos individualmente se organizem para ouvir o que pensa nosso povo, a dona de casa, o estudante, o trabalhador, para que partir daí possamos construir propostas tendo em conta as diferenças e especificidade de cada partido."
Nome de candidato de oposição

O ex-aliado de Paulo Câmara, o senador Fernando Bezerra Coelho, hoje no PMDB, disse durante o evento que o nome da oposição ao Governo de Pernambuco será conhecido em março ou abril de 2018.

Com informações do JC On Line

Nenhum comentário:

Postar um comentário

.

.