22 de nov de 2017

Polícia Civil identifica ligações clandestinas em trecho da Adutora Tabocas


Durante uma operação realizada na terça-feira (21), a Polícia Civil identificou quatro ligações clandestinas em um trecho da Adutora Tabocas, na zona rural de Brejo da Madre de Deus, no Agreste de Pernambuco. De acordo com a Polícia Civil, duas pessoas foram presas em flagrante por furto de água do Sistema Prata/Pirangi. Os infratores estavam desviando água da Compesa para armazenar em três barreiros e, na sequência, vender para carros-pipa, prejudicando diretamente o abastecimento dos moradores de Santa Cruz do Capibaribe, que sofrem com a escassez de água desde o colapso da Barragem de Jucazinho.

A ação da Polícia Civil foi solicitada pela Compesa, ao perceber uma acentuada queda de vazão no sistema e 70% da cidade de Santa Cruz do Capibaribe estava com o calendário de abastecimento comprometido, sem conseguir receber água nos dias definidos pela Companhia. A polícia acionou a Justiça que emitiu mandados de busca e apreensão para permitir a fiscalização e a retiradas dos pontos irregulares na adutora.

A Compesa calcula que o desvio tenha provocado um prejuízo mensal de aproximadamente R$ 200 mil, além de afetar diretamente cerca de 100 mil habitantes, que já convivem com um regime de abastecimento.

Da redação | PE mais
Com informações do G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

.

.