7 de set de 2017

Prefeito e quatro vereadores não comparecem a audiência pública sobre Segurança em Taquaritinga

Na noite desta quarta-feira(06) aconteceu uma audiência pública na câmara de vereadores de Taquaritinga do Norte onde foi discutida a situação da Segurança Pública do município. Diversas autoridades participaram da audiência, entre elas o representante do Ministério Público, Dr. Iron Miranda, o presidente da (OPB) Ordem dos Policias do Brasil, Frederico França, o ex-deputado José Augusto Maia e o capitão da Polícia Militar, Charles Martins, além de vereadores e representantes da sociedade.

Diante do tema que tem sido alvo de grande preocupação na 'Dália da Serra',  o que chamou bastante atenção foi a ausência dos vereadores da bancada de situação Oscar Miguel, Demir Martins, Rogéria Coelho e Geovane César e do prefeito do município, Ivanildo Mestre, o Lero (PR).

O secretário de articulação política, Luiz Floriano (Batata), a assessora jurídica Ítala Gomes, e o sub-prefeito de Pão de Açúcar, Gilson Carlos representaram o prefeito no evento. De acordo com a justificativa da assessora jurídica, o gestor não compareceu  por estar acompanhando o desfile cívico na comunidade de Mateus Vieira, na zona rural. Já os quatro vereadores não enviaram justificativas pela ausência.

O vereador João Eugênio (PPS), que foi o idealizador da audiência pública, ao usar a tribuna lamentou a ausência do chefe do executivo municipal.

"Eu queria lamentar por Lero não estar aqui, estive com ele essa semana e falamos sobre esse assunto, mas ele estava em outro evento e não pode participar", disse o vereador.
A ausência dos vereadores pode ter acontecido devido ao desgaste político que existe atualmente entre os parlamentares da bancada de situação e os vereadores Eraldo da Pedra Preta e Jurandi Ferreira, presidente e vice da câmara municipal. A postura de João Eugênio também não tem sido muito acolhida pelo grupo de vereadores aliados de primeira linha do prefeito Lero. Após João Eugênio ter votado pela rejeição das contas de Evilásio, os seus companheiros de grupo estão com um pé atrás com relação ao parlamentar. Quanto a Eraldo e Jurandi, esses mantém uma boa relação com os vereadores da bancada de oposição e isso não é bem visto pelos vereadores situacionistas.

Por Paulo Pereira
Da redação | PE mais

Nenhum comentário:

Postar um comentário

.

.