18 de ago de 2017

Frequência de assaltos volta a assustar população de Taquaritinga do Norte

Os assaltos voltaram a acontecer com frequência em Taquaritinga do Norte, e o que mais preocupa os moradores da 'Dália da Serra' é a falta de estrutura que policiais militares e civis enfrentam nos últimos tempos. No momento o município conta apenas com o suporte de três Policias Militares por dia, e de acordo com informações os mesmos ainda são responsáveis pela segurança da cadeia pública local.

Já na Policia Civil o caso é ainda mais complicado, apenas dois policias estão trabalhando na delegacia da cidade, por esse motivo a delegacia é fechada durante a noite, período em que todas as ocorrências são encaminhadas para a delegacia de Santa Cruz do Capibaribe. Em contato com nossa reportagem, agentes da polícia civil reforçam que para facilitar a resolução dos problemas, os boletins de ocorrência devem ser feitos na delegacia de Taquaritinga do Norte.

Em 2016 três motos viaturas foram adquiridas com esforços da Associação Comercial, Industrial e Empresarial de Taquaritinga do Norte - ACIETAQ e dos poderes executivo e legislativo do município, os veículos foram destinados a policiais da Rocam, que por meses garantiram uma sensação de segurança a população do município. Após o Governo do Estado não conseguir um acordo salarial com a classe, os policiais foram remanejados, desde então, as motos encontram-se abandonadas na cadeia pública da Cidade.

Nesta quinta-feira (17) aconteceu uma série de roubos na sede do município, os acontecimentos foram relatados por moradores em redes sociais e aplicativos de mensagens na internet. Os relatos dão conta de que, na maioria das vezes, são dois indivíduos que abordam moradores com arma de fogo, de acordo com as informações os bandidos chegam sempre de moto e anunciam o assalto.

Motos viaturas adquiridas para manutenção da segurança no município | Foto: Divulgação



Da redação | PE mais

Nenhum comentário:

Postar um comentário

.

.