.

.

10 de jun de 2017

Câmara de vereadores de Taquaritinga reprova contas de 2012 do ex-prefeito Evilásio Araújo

Câmara de vereadores de Taquaritinga do Norte | Foto: Arquivo/Divulgação
Aconteceu na manhã desta sexta-feira (9) a 9ª reunião ordinária do 2º período Legislativo na câmara de vereadores de Taquaritinga do Norte, que teve a apreciação das contas do ano de 2012 da gestão ex-prefeito José Evilásio de Araújo. A sessão teve momentos de tensão e troca de acusações entre os parlamentares.

Após as leituras iniciais, o presidente Eraldo da Pedra Preta explicou que naquele momento o espaço da tribuna estaria à disposição do ex-prefeito Evilásio e seus advogados, no entanto, nem o ex-prefeito nem os advogados comparecerão a sessão. Logo após, teve início o uso da tribuna, tendo o vereador Geovane César como o primeiro a discursar.

Vereador Geovane César na tribuna | Foto: Assessoria/Câmara
"Eu gostaria de saber como é que a mesa concede um pedido de vista de um requerimento ao vereador Borges, pela primeira vez que eu vi nessa casa pedir vistas de um requerimento. Também queria saber da mesa aonde se apresenta um projeto de lei, que é o projeto de resolução, e em seguida nega um pedido de vistas de um vereador que não teve acesso, isso se chama atropelar o regimento. A gente tá pedindo que se faça qui um julgamento administrativo mas foi provado no início desse julgamento que é um julgamento político. Qualquer projeto apresentado por essa casa, por essa mesa, o vereador tem direito de pedir vistas... Esse projeto de resolução foi apresentado hoje, vai ser apresentado e votado, é inédito isso. Respeite! Reveja seu posicionamento presidente, conceda vistas. Não atropele mais como foi atropelado por diversas vezes o regimento e por várias vezes a justiça precisou interceder na situação." Reclamou Geovane.
Em seguida foi a vez do vereador Oscar Miguel usar a tribuna, após falar sobre seus requerimentos o vereador declarou apoio as palavras de Geovane, companheiro de bancada. A vereadora Rogéria Coelho também falou sobre as contas e saiu em defesa do ex-gestor.
Vereadora Rogéria Coelho | Foto: Arquivo/Assessoria
"O que verificamos nas contas foi a falta de aplicações, de índices, contribuições previdenciárias, medidas que não foram realizadas dentro do prazo previsto, é isso que falam em lei, e o limite nada que venha a desabonar a conduta do ex-gestor. Por esses motivos, voto favorável as contas do ano de 2012 do ex-prefeito José Evilásio de Araújo. Quero dizer ao ex-prefeito que ele não baixe a cabeça, que ele não desviou dinheiro público, continue sendo essa pessoa determinada e corajosa, pois isso é o que incomoda muita gente... O mesmo fizeram com o ex-prefeito José Pereira Coelho, Zeca, mas ele está aí firme e forte lutando pelo povo de Taquaritinga do Norte.
Vereador Eraldo da Pedra Preta | Foto: Assessoria/Câmara
O presidente da casa, vereador Eraldo da Pedra Preta contestou as palavras do vereador Geovane em seu discurso.
"Quando Geovane foi presidente dessa casa ele fez sim um julgamento político, e ele sabe disso, quando realmente queria porque queria que reprovasse as contas de 2011 do ex-prefeito de Taquaritinga, hoje está sendo feito diferente. 
Pode se pedir vistas, mas o presidente dá sim ou não, ele sabe disse, ele foi presidente dessa casa e sabe como a mesa é dirigida, a vereadora Rogéria foi presidente e sabe... Não tente confundir a cabeça do povo de Taquaritinga não que o povo é inteligente", disse o presidente.
Com um discurso em tom forte, o vereador oposicionista Borges rebateu as palavras da vereadora Rogéria Coelho.

Vereador Borges na tribuna | Foto: Assessoria/Câmara
 "É um absurdo o modo como o ex-prefeito administrou o município de Taquaritinga do Norte. Porque não estão aqui tantos funcionários que acompanhavam o ex-prefeito? Quero dizer ao povo que não perdoem de jeito nenhum nenhum vereador que tiver coragem de votar contra o Tribunal de Contas e a favor desse homem que acabou com Taquaritinga do Norte." Disse Borges.
Mostrando-se decepcionado com a postura de alguns vereadores, o vice-presidente da casa, Jurandi Ferreira falou sobre as irregularidades cometidas pelo ex-prefeito Evilásio Araújo, apontadas pelo Tribunal de Contas.

Vereador Jurandi Ferreira | Foto: Assessoria/Câmara
"Se eu tenho que cumprir com o juramento que eu fiz de vereador eu não posso aprovar uma coisa em que o município foi lesado, onde sumiu e eu não sei se foi pago um montante de 1 milhão e meio, que não foi empregado na previdência. Eu prefiro estar do lado do povo respeitando e zelando pelo dinheiro público das pessoas que pagam impostos, do que ficar do lado do grupo colocado embaixo do tapete poeira suja... Conversa de cabra safado, de enrolada eu não quero não. E outra coisa, não tenho medo! Afirmou.
Sem polpar críticas a gestão do ex-prefeito Evilásio Araújo, o vereador de oposição, Hélio de Novo, usou a tribuna e criticou a postura política do vereador Geovane por defender Evilásio.

Vereador Hélio de Novo | Foto: Assessoria/Câmara
"O vereador Geovane falava mal do ex-prefeito até o ano passado, quando era presidente, metia o pau, que era para tirar o prefeito, era um prefeito ruim. Hoje é o maior advogado do ex-prefeito, não precisou nem vir advogado, foi o vereador Geovane o advogado, defendendo aqui o ex-prefeito. Agora tudo isso é acordo político... O vereador Geovane fez de tudo para ser presidente aqui nessa casa, para defender essas contas do ex-prefeito, perdeu duas vezes aqui pra nós... O ex-prefeito Evilásio errou, tem que pagar! Disse Hélio.
Vereador João Eugênio | Foto: Arquivo/Assessoria/Câmara
O vereador situacionista João Eugênio surpreendeu o público, e também os companheiros de bancada, ao declarar que votaria favorável ao parecer do TCE, reprovando as contas de Evilásio Araújo.
"Eu confio naqueles seis desembargadores do tribunal, que estudaram, se capacitaram e estão lá para aplicar a justiça... 
E eu como tenho a legitimidade aprovada pelo povo vou fazer o que é de direito de defender o povo e votar conforme pede o Tribunal de Contas do Estado", afirmou o vereador, que foi bastante aplaudido pelo público presente após declarar seu voto.
O vereador Claudinho Paiva acusou os vereadores Geovane César e Rogéria Coelho que por serem membros de comissões tentaram atrapalhar a votação das referidas contas.

Vereador Claudinho Paiva | Foto: Assessoria/Câmara
"Meu voto é baseado no parecer do Tribunal... Nada justifica infringir a lei, ninguém superior a ela, todos nós temos que estar submetidos a lei. No setor público os fins não justificam os meios. Nós vimos durante o decorrer desse tempo, no início do ano quando chegou as contas aqui na casa, diversas manobras para tentar procrastinar a votação. O vereador Geovane e a senhora vereadora Rogéria desrespeitaram o regimento interno dessa casa quando não entregaram o parecer das contas de 2012 dentro do prazo, eles não quiseram fazer o parecer... Agora querem tirar o foco e mais uma vez tentar atrapalhar essa votação com esse pedido de vistas". Afirmou o vereador.
Apenas o vereador Demir Martins não usou a tribuna. Após encerrado o primeiro expediente, a mesa diretora iniciou a votação das contas, que foi concretizada com o resultado de 7 votos favoráveis ao parecer do TCE e 4 votos contrários.

Votaram de acordo com o parecer to TCE os seguintes vereadores:
Cláudio Paiva, Hélio Junior, Jorge Custodio Maia (Borges), José Mendes de Carvalho (Dé Cumaru), José Eraldo (Presidente da Câmara Municipal), Jurandi Ferreira ( vice-presidente da câmara) e o vereador situacionista, João Eugênio.

Votaram contra o parecer do TCE:
Geovane Pequeno Cesar, Demir Martins, Oscar Miguel e Rogéria Coelho, vereadores da base aliada ao prefeito Lero.

Ainda existem outras três contas da gestão de Evilásio Araújo na câmara, as contas seguem em análise pelas comissões, antes de serem encaminhadas para votação no plenário da casa Miguel Lucas de Araújo. O Tribunal de Contas também recomenda pela rejeição das contas do ex-prefeito.

Assista a reunião completa, as imagens são da TV Serrana.


Por Paulo Pereira
Da redação | PE mais

Nenhum comentário:

Postar um comentário