4 de mai de 2017

Vereadores do grupo Calabar votam contra anseio de estudantes universitários de Taquaritinga

Vereadores do grupo de situação em Taquaritinga do Norte | Montagen: PE mais
Os estudantes universitários de Taquaritinga do Norte tem tido grandes dificuldades nos últimos anos, eles vem sofrendo para receber do governo municipal um auxílio criado para ajudar nos custos com transporte visando ajudar os estudantes que precisam se deslocar até outro município para estudar. Na última gestão do ex-prefeito Evilásio Araújo, o problema só aumentou, pois o gestor ficou por mais de um ano sem pagar o auxílio.

O auxílio conhecido como 'Bolsa Universitária' repassava aos estudantes cadastrados uma quantia de R$ 80 até o ano de 2016, um valor considerado defasado pelos universitários devido ao acréscimo anual que ocorre no valor pago aos transportes.

Em busca de soluções para o entrave, um grupo de estudantes intitulado 'Juventude Ativa' procurou os Poderes Legislativo e Executivo representando os demais estudantes da 'Dália da Serra' em busca de atualizações na lei do 'Bolsa Universitária'. Na câmara receberam o apoio da bancada de oposição, com destaque para o vereador Claudinho de Tonton que encabeçou a luta pelos estudantes na casa. Já do Poder Executivo veio uma sugestão nada agradável.

O prefeito Lero enviou a câmara municipal o Projeto de Lei Municipal nº 01/2017 referente a concessão de Bolsas de Estudo a Alunos Universitários Carentes, o texto  do projeto traz alterações e estabelece um gasto mensal de 10 mil reais para manter o auxílio, a proposta foi revisada e o presidente da casa, vereador Eraldo da Pedra Preta juntamente com a bancada de situação sugeriram que o gasto fosse de 12 mil reais mensais. O projeto deixou os estudantes indignados pois além dos valores serem bem abaixo do valor que já era repassado e totalizava uma receita de 16 mil reais mensais a prefeitura de Taquaritinga do Norte, o projeto traz no paragrafo 3º do artigo 2º diz: Fica o benefício condicionado à existência de recursos financeiros e ao preenchimento dos requisitos previstos nesta lei. Sabendo que quem vai dizer se tem recursos financeiros, ou não, é o Poder Executivo, dessa forma, se o prefeito colocar o apoio aos estudantes como última prioridade, nunca vai ter recursos, e ele ficaria acobertado para não cumprir uma lei proposta por ele mesmo.

A bancada de oposição tentou durante a semana um acordo com os vereadores de situação afim de beneficiar os estudantes. O vereador Claudinho de Tonton sugeriu alterações no projeto solicitando que o auxílio fosse repassado a partir do mês de fevereiro e que a prefeitura mantivesse o custo de 16 mil mensais destinado a 'Bolsa'. Porém, na reunião da Câmara que aconteceu nesta quinta-feira (04) aconteceu a votação do projeto e os vereadores Jurandi Ferreira, Geovane César, João Eugênio, Rogéria Coelho, Demir Martins e Oscar Miguel seguindo as recomendações do prefeito votaram contra o anseio dos universitários e não abriram mão da sugestão que propõe um gasto de 12 mil reais, o que desagradou os estudantes presentes no plenário da casa Miguel Lucas de Araújo e causou revolta nas redes sociais. As consequências da votação deverá ainda ser pauta entre os parlamentares na próxima reunião do legislativo.

Quando se nega a manter e melhorar um investimento pequeno de 16 mil reais em Educação, alegando condições econômicas desfavoráveis ao apresentar as citadas alterações no projeto de lei referente a 'Bolsa Universitária', o prefeito deixa de colaborar com a sociedade norte-taquaritinguense que poderia usufruir de coisas muito mais valiosas como dignidade, oportunidade e valorização, coisas que certamente valem muito mais que 4, 6 ou mesmo 16 mil reais, valores praticamente insignificantes para uma prefeitura. Ao demonstrar que não quer oferecer melhores condições para os estudantes universitários, o prefeito Lero fecha os olhos para o futuro, deixando de enxergar as contribuições que a Educação e a Cultura podem trazer para o município através dos estudantes. Educação é investimento.

Por Paulo Pereira
Da Redação  | PE mais

Nenhum comentário:

Postar um comentário

.

.