.

.

9 de mai de 2017

"Ninguém vai carregar morto nas costas não", diz o ex-prefeito Evilásio sobre Paulo Câmara

Ex-prefeito Evilásio Araújo | Divulgação/Google
O ex-prefeito de Taquaritinga do Norte, Evilásio Araújo (PSB) demonstrou através de áudios sua insatisfação com a postura política governador de Pernambuco, Paulo Câmara e de seu partido PSB. Evilásio fez uma série de fortes críticas a Paulo e também não conseguiu esconder os 'ciúmes' do seu adversário político no município, o também ex-prefeito Jânio Arruda (PSD), que tem tido a atenção e mantém uma boa relação política com o chefe do executivo estadual. Os dois áudios com a fala de Evilásio estão circulando em vários grupos de whatsapp da região.
"Paulo Câmara não é doido não rapaz! Eu fui um dos primeiros que levantou a bandeira de Paulo... Ele sabe que quando prefeito eu nunca dei trabalho a ele. Agora a gente está sem assistência, eu fui prefeito e nunca fui contemplado... Aí chega os aliados de última hora e estão chegando lá... Aí saiu uma nomeação dizendo que Paulo Câmara nomeou 'fulano de tal' ouvidor do Detran..."
"Tomara que Paulo Câmara veja isso e me escute, porque ele vai querer hastear a bandeira dele e eu não sei se a gente vai dar suporte aqui não... Tem que fazer uma corrente para dizer a Paulo que acorde rapaz! Ninguém vai carregar morto nas costas não. Olhe eu não vou lutar por causa perdida não!
Em alguns trechos dos áudios, o ex-prefeito diz que sempre recebeu muito apoio do ex-governador Eduardo Campos e da ex-deputada Ana Arraes. Evilásio demonstra insatisfação com a postura política de Paulo Câmara, ele diz sempre foi defensor do PSB e se intitula que é "PSB da gema".
"A gente hoje sem mandato a gente não encontra apoio de nada, ninguém me chamou para conversar ainda, eu já fui diversas vezes no Palácio, vou num canto e noutro... Parece que eu deixei de existir, é como se Taquaritinga tivesse sido riscada do mapa. Eu não acho isso justo não... Ai depois querem ganhar política de que jeito?" 
"A gente foi um dos baloartes... A gente era tido como palhaço. Era eu e Padre Cazuza lá em Brasília gritando, sentando no asfalto quente, com o 'rabo' no chão. Levantando bandeira da AMUPE... A gente era tido como os 'nojentinhos da vida', porque a gente brigava contra tudo e contra todos, mas em prol de uma causa, PSB legítimo, da gema". Nesse trecho o ex-prefeito levanta o tom de voz e diz: Tenham paciência rapaz!"
Ouça o primeiro áudio:



Revoltado, sem aceitar a situação favorável para com os seus opositores, que agora tem acesso ao governo, Evilásio diz que fez muito quando foi prefeito e em seguida cobra um reconhecimento por parte do governador. Acompanhe nos trechos a seguir:
"Quem é PSB hoje tá vivendo no sacrifício... Não podemos esquecer nossas raízes, eu tô falando isso mas a gente tá esquecido... Depois não venham cobrar da gente o que não podem cobrar!" 
"Vocês me conhecem, eu sou o 'Obama do Agreste', batizado por Eduardo... Eu estou vivo, eu não estou morto não rapaz! 
"O partido deveria fazer um histórico sobre o que eu fiz aqui em Taquaritinga para botar inclusive na cartilha dele... Eu não sei se vale a pena não, é bom que o governador me escute, mesmo que me chame de desaforado, que seja!  Eu não tive o reconhecimento e não estou tendo."
Evilásio encerra fazendo um alerta, ele diz que é preciso chamar a atenção do governador e que deve-se falar para Paulo Câmara, principalmente, as coisas que 'ele não gosta de ouvir'.
'Não vamos só dizer aquilo que Paulo goste de escutar, porque ele é fruto da vontade popular... Ele comanda, ele não manda não! Vamos abrir os olhos, os ouvidos e a atenção para isso!"
Ouça o segundo áudio:


Por Paulo Pereira
Da Redação | PEmais

Nenhum comentário:

Postar um comentário