10 de abr de 2017

Eraldo é eleito presidente e mantém vereadores de oposição na mesa diretora da Câmara de Taquaritinga do Norte

Fotos : Hayllana Monique e Paulinho Bossa
Aconteceu na noite deste domingo (9) a nova eleição para mesa diretora da Câmara Municipal de Vereadores de Taquaritinga do Norte. A casa Miguel Lucas de Araújo ficou lotada e o clima político esquentou no plenário.

Após um mandado de segurança impetrado pelos vereadores da bancada de situação, encabeçado pelo vereador Geovane César e acatado pelo juiz da comarca de Taquaritinga, Dr. Solon Otávio, a mesa que havia sido eleita em janeiro foi mantida.


Obedecendo os trâmites legais, após declarar-se candidato, o vereador Eraldo da Pedra Preta chamou a mesa o vereador Oscar Miguel, 2º mais votado na eleição municipal passada, e o vereador Demir Martins, 3º colocado, para auxiliar nos trabalhos e conduzir a eleição na câmara. A votação foi iniciada e Eraldo da Pedra Preta foi eleito com votos dos 11 parlamentares, sendo o vereador Jurandi Ferreira eleito como vice-presidente, também por unanimidade.

Em seguida chegou o momento mais aguardado da noite, o público estava ansioso para saber se Eraldo ia manter os vereadores Dé Cumarú e Hélio de Novo na mesa diretora, ignorando o pedido do prefeito Lero de colocar apenas vereadores Calabar na composição da mesa. Ao iniciar a votação a câmara pegou fogo, os ânimos acirrados dos militantes provocou muitas interrupções. No final os oposicionistas foram eleitos obtendo 6 votos contra 5 dos situacionistas Rogéria de Zeca, Oscar Miguel, Demir Martins, João Eugênio e Geovane César.


Após o resultado concretizado o presidente Eraldo liberou o uso da tribuna, onde os vereadores Cláudio Paiva, Hélio de Novo e Borges fizeram discursos acalorados. Depois Dé Cumarú discursou tecendo elogios a Eraldo e Jurandi por manter a palavra.


A tensão aumentou quando o vereador Geovane César decidiu usar a tribuna. Uma grande valia ecoou pelo plenário e permaneceu ao longo da fala do vereador, que se mostrou muito insatisfeito e visivelmente indignado com a derrota, que nesse caso atinge também a figura do prefeito Lero, que sempre teve Geovane como predileto. 


O vereador João Eugênio ainda se pronunciou e também recebeu vaias durante seu breve discurso.
Encerrada a reunião, em entrevista ao blog Eraldo prometeu intensificar os trabalhos na casa e manter a fiscalização a administração.


"Vamos seguir nosso trabalho atendendo o povo independente de cor partidária, pois foi para isso que fomos eleitos. Estamos aqui para trabalhar por Taquaritinga e vamos fazer o que for necessário para defender o povo, quando for para ajudar nós ajudaremos e quando for para fiscalizar pode ter certeza que estaremos ao lado do povo", disse o presidente.

Com o clima acirrado entre os militantes que compareceram a câmara os seguranças presentes na casa tiveram trabalho, foi necessário o presidente solicitar a presença da Polícia Militar para garantir a tranquilidade durante a eleição.

Da Redação | PEmais

Nenhum comentário:

Postar um comentário

.

.