27 de abr de 2017

Câmara de Vereadores de Taquaritinga do Norte irá aderir a Greve Geral no próximo dia 28


Através de uma nota divulgada para a imprensa a câmara municipal de vereadores de Taquaritinga do Norte informou que vai aderir ao movimento de 'Greve Geral' deste dia 28 em protesto contra as reformas trabalhistas que agitam o país. Confira a nota:
Em um ato de intenso protesto contra as reformas Trabalhista e Previdência que tramitam na Câmara dos Deputados, diversas categorias trabalhistas irão aderir à greve geral que acontecerá próxima sexta-feira (28) e promete parar todo o país. 
A Câmara Municipal de vereadores de Taquaritinga do Norte também fará adesão às manifestações interrompendo os trabalhos legislativos no próximo dia 28, dessa forma oportunizando reflexões sobre o momento histórico pelo qual o país esta passando, por acreditar que o ato é de fundamental importância para o processo democrático, como afirma o presidente da Casa Legislativa, Jose Eraldo: 
 “Não podemos permitir que direitos arduamente adquiridos através de um processo democrático, sejam retirados dessa maneira. Sem grandes esforços é possível perceber o quanto estão buscando acabar com os direitos das mais diversas categorias de trabalhadores, por isso decidimos que vamos aderir à greve geral, é momento de unificar forças, de propiciar reflexões e com nossos atos chamar a atenção do país para os reflexos destas reformas que estão em tramitação”, ressaltou José Eraldo.Comungando do mesmo pensamento, o vice-presidente da Câmara Municipal, Jurandi Tavares, também destacou:  
“Precisamos manifestar com firmeza nossa posição em relação às reformas trabalhista e previdenciária, vivemos um grande momento na história do nosso país e não podemos ficar a margem, como se nada estivesse acontecendo!”, afirmou o parlamentar.O direito de greve encontra-se assegurado na Constituição Federal, em seu artigo 9º, e regulamentado pelo artigo 1º da Lei Federal nº 7.783/89 quando diz: “fica assegurado o direito de greve, competindo aos trabalhadores à oportunidade de exercê-lo e os interesses que devam por meio dele defender". 
Dessa forma, logo é possível compreender que é totalmente legal a paralisação dos trabalhos legislativos no próximo dia 28.

Da redação do Blog PE mais
Com informações da assessoria 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

.

.