27 de mar de 2017

Vereador Geovane detona: "Toda vez que o controlador interno, Eriberto, toma decisão é um desastre!"


Durante entrevista concedida ao programa 'Estúdio 1' da Rádio Polo FM, na última quinta-feira (23), o vereador Geovane Cezar (PR) não poupou críticas ao atual prefeito de Taquaritinga do Norte, Ivanildo Lero (PR) e ao controlador interno da prefeitura, Eriberto Marculino.

Geovane fez duras críticas e cobrou liderança de Lero, principalmente com questões relacionadas a câmara de vereadores.
"Eu faço um apelo ao prefeito, prefeito você já foi irresponsável uma vez, naquela briga com Evilásio onde por uma questão política de vocês dois o município acabou perdendo mais de dois anos." Alfinetou e seguiu: Já se passaram 90 dias após a eleição da câmara e Lero não consegue separar a bancada de oposição da bancada de situação. O que a gente tá cobrando do prefeito é simples, queremos saber quem é a bancada do prefeito. O prefeito completou 90 dias no poder e não consegue nomear um líder da bancada", cobrou Geovane.
Eriberto e Geovane durante a campanha politica de 2016
Foto: Facebook
Em parte da entrevista, o vereador mostrou-se ainda mais indignado com o controlador interno da prefeitura, Eriberto Marculino, que de acordo com Geovane, tem interferido erradamente nas decisões do prefeito.
 "Lero tem que lembrar que ele é o prefeito, ele é o politico. Ele tá ouvindo muito quem não deve, quem não sabe o que é politica, quem não sabe o que é uma administração pública", disparou.
Sendo ainda mais direto, Geovane afirma que se Lero continuar aceitando as decisões de Eriberto pode comprometer os rumos da administração. 
"Toda vez que o controlador interno, Eriberto, toma decisão é um desastre."

"Passa o tempo, é uma decisão atrás da outra e Lero não tem pulso de resolver. Eu acho que ele tem que bater na mesa e dizer ; 'O prefeito aqui sou eu, quem decide sou eu!' Tá faltando isso, a verdade é essa. Isso vai atrapalhar, tá respigando na administração e quem perde é o povo", finalizou.
Por Paulo Pereira
Da Redação | PEmais 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

.

.