25 de mar de 2017

Compesa confirma chegada de água do Pirangi a Caruaru


As águas do Rio Pirangi chegaram nesta sexta-feira (24), pela primeira vez, na Estação de Tratamento de Água (ETA) Petrópolis, em Caruaru. Os técnicos da Compesa conseguiram concluir nesta tarde, a fase de testes da Estação Elevatória 1 do Sistema do Prata. O empreendimento irá beneficiar 550 mil pessoas em seis cidades do Agreste.

A água chegou no poço de sucção da Barragem do Prata transportada por uma adutora de 27 quilômetros de extensão, a partir de uma captação no Rio Pirangi, localizado no município de Catende, na Zona da Mata Sul. O calendário de abastecimento de seis cidades do Agreste – Caruaru, Altinho, Agrestina, Ibirajuba, Cachoeirinha e Santa Cruz do Capibaribe – só será alterado quando entrar em operação o segundo conjunto de bombas do Sistema Pirangi, previsto para a próxima semana.

O empreendimento é fruto de uma parceria entre o governo do Estado, Compesa e o Banco Mundial, e recebeu um investimento de R$ 60 milhões. Segundo o gerente da Unidade de Negócios da Compesa, Mário Heitor Filho, o funcionamento do primeiro conjunto de bombas do Sistema Pirangi já é uma ação extremamente importante para preservar a Barragem do Prata, que está com apenas 15% da sua capacidade.
“Vamos reduzir a exploração da Barragem do Prata e utilizar uma vazão em torno de 200 litros de água por segundo do novo sistema para evitar o colapso do manancial”, adianta o gerente.
Segundo a Compesa, o Sistema do Pirangi foi a alternativa técnica encontrada pelo governo de Pernambuco para socorrer as cidades do Agreste, captando água na Mata Sul. A obra foi iniciada em janeiro de 2016 e foi executada em ritmo acelerado para socorrer a população do Agreste, a região com o pior balanço hídrico do Nordeste.
“Trabalhamos arduamente durante todos esses meses com o intuito de permitir o uso da água do Pirangi. Nos deparamos com alguns problemas, naturais nessa fase de pré-operação de um novo sistema, mas todos sanados com brevidade”, explica o gerente de Obras da Compesa, Judas Tadeu de Souza.
Da Redação | PEmais
Com informações do blog do Mário Flávio 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

.

.