23 de nov de 2016

Polícia cumpre mandados de prisão e apura desvios na Câmara de Carpina

Operação Caça Fantasmas investigou desvios em Carpina (Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press)

A Polícia Civil de Pernambuco deflagrou, na manhã desta quarta-feira (23), a ‘Operação Caça Fantasma’, que investiga o desvio de dinheiro público na Câmara de Vereadores de Carpina, na Zona da Mata Norte do estado. De acordo com a polícia, um dos principais alvos era um ex-presidente do Legislativo municipal, entre 2013 e 2014. O parlamentar Tota Barreto foi preso preventivamente por volta das 7h.

Ao todo, foram cumpridos seis mandados de prisão preventiva, três de prisão temporária, 16 de busca e apreensão e outros seis de condução coercitiva, quando alguém é levado forçadamente para prestar depoimento. Participaram da ação 100 policiais civis, entre delegados, agentes e escrivães. 

A 'Operação Caça Fantasma' teve início há oito meses. São investigados os crimes de peculato, apropriação, estelionato, falsificação de documento público e associação criminosa.

Antônio Carlos Guerra Barreto conhecido Tota Barreto

De acordo com o delegado Nehemias Falcão, diretor do Departamento de Polícia do Interior 1, o vereador Tota Barreto é um dos líderes do grupo. A quadrilha usava empréstimos consignados para arrecadar dinheiro de forma ilícita. "As pessoas estão sendo investigadas e não vamos repassar nomes para não atrapalhar o trabalho policial", declarou.

Todos os materiais apreendidos foram encaminhados ao Departamento de Repressão aos Crimes Patrimoniais (Depatri), no bairro de Afogados, Zona Oeste do Recife.

Litoral Sul
Também na manhã desta quarta, a polícia deflafgrou a 'Operação Coroa'. O objetivo é cumprir 20 mandados de prisão. São investigados crimes de homicídio, tráfico de drogas e roubo. Os mandados foram expedidos pela Justiça em São José da Coroa Grande, no Litoral Sul do estado.

Da redação do Blog PE mais
Com informações do G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

.

.