1 de nov de 2016

Gás de cozinha fica mais caro com nova medida da Petrobras




No caso do botijão residencial, de 13 quilos, o impacto estimado sobre os preços é de R$ 0,20 por unidade, em média nacional. Ainda segundo cálculos internos, "o impacto máximo, desconsiderando a média nacional, não ultrapassará R$ 0,70 por botijão nos preços cobrados pela Petrobras às distribuidoras", diz a nota.

A Petrobras afirma que alterou os contratos de fornecimento de GLP com distribuidoras, mas ressalta que não fez qualquer mudança na tabela de custos, que "continua tendo a mesma tarifação". A informação consta de nota de esclarecimento à imprensa sobre notícias de que o gás de cozinha teria aumento de preços a partir desta terça-feira, 1º de novembro.

Segundo a estatal, a alteração nos contratos foi feita "para melhor refletir custos de logística que tipicamente deveriam por elas ser cobertos, mas que eram suportados pela companhia. Na prática, está se reduzindo subsídios às distribuidoras de GLP."

Da redação do Blog PE mais

Nenhum comentário:

Postar um comentário

.

.