14 de set de 2016

Pesquisa aponta disputa embolada em Olinda


A candidata do PCdoB à prefeita de Olinda, Luciana Santos, aparece na frente em nova pesquisa do Instituto Opinião, com 19,4%, mas numa posição de empate técnico com o candidato do SD, Professor Lupércio, com 17,4%. Em segundo lugar aparecem também empatados a candidata do PMDB, Isabel Urquiza, com 14,6%, e Antônio Campos, do PSB, com 12,2%. Teresa Leitão, do PT, tem apenas 4,4% e Ricardo Costa, do PMDB, 3,8%. João Luiz, do PPS, pontuou apenas 1,4%, Jesualdo, do Psol, 0,4% e Raminho Chiquito, do PCO, 0,2%. Todos os candidatos competitivos oscilaram positivamente em relação ao levantamento anterior, entre os dias 27 e 28 de agosto. Guga, do PV, que apareceu na primeira com 0,6%, nesta não pontuou.

Luciana estava com 16,8%, Lupércio 12,4%, Isabel 13,4% e Antônio Campos 10%. Na espontânea, modelo pelo qual o eleitor é obrigado a lembrar do nome do candidato sem o auxílio do disco, o resultado é de empate técnico levando em consideração que a margem de erro é de 4,4 pontos percentuais para mais ou para menos. Luciana aparece com 12,2%, Isabel 8,2%, Lupércio 7,8% e Antônio 7,4%. Mais abaixo aparecem Teresa com 2,4%, Ricardo Costa 0,8%, Josualdo 0,2%, João Luiz 0,2% e Jesuíno 0,2%.

Quando o nome do candidato do PSB, Antônio Campos, é associado ao nome do seu irmão, o ex-governador Eduardo Campos, ele assume a liderança com 18,8% e o Professor Lupércio vem em seguida, com 16,2%, seguido de Luciana com 14,4% e Izabel com 14,4%. Já quando os demais nomes são excluídos e Antônio é confrontado com Luciana sendo da mesma forma associado a Eduardo, ele dispara chegando 51,2% ante 26,4% da comunista. Neste cenário, brancos e nulos somam 18,4% e indecisos representam apenas 4%.

Brancos e nulos, que estavam em 25%, recuaram para 12% e indecisos avançaram de 13,4% para 14,2%. Se por um lado Luciana, numericamente, está na frente, por outro, em rejeição, seu percentual é assustador. Entre os entrevistados, 39,8% disseram que não votariam nela de jeito nenhum. Em seguida desponta Isabel Urquiza com 12% e Antônio Campos com 5,6%. Guga vem em seguida com 3,6%, Teresa tem 3%, Chiquito 3%, Lupércio 1,8%, Ricardo 1,2% e Jesualdo 1,2%. Entre os entrevistados, 9,8% rejeitam a todos e 15,6% afirmaram que não rejeitam nenhum dos candidatos incluídos na lista.

As entrevistas foram realizadas em Águas Compridas, Aguazinha, Alto da Bondade, Alto da Conquista, Alto da Nação, Alto do Sol Nascente, Amaro Branco, Amparo, Bairro Novo, Bonsucesso, Bultrins, Caixa D’Água, Carmo, Casa Caiada, Fragoso, Guadalupe, Jardim Atlântico, Jardim Brasil, Monte, Ouro Preto, Passarinho, Peixinho, Rio Doce, Salgadinho, Santa Teresa, São Benedito, Sapucaia, Sítio Novo, Tabajara, Varadouro e Vila Popular.

Com 500 questionários aplicados, o levantamento foi a campo A pesquisa foi a campo nos dias 10 e 11. O intervalo de confiança estimado é de 95,0% e a margem de erro máxima estimada é de 4,4 pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total da amostra. A modalidade de pesquisa adotada envolveu a técnica de Survey, que consiste na aplicação de questionários estruturados e padronizados a uma amostra representativa do universo de investigação. Foram realizadas entrevistas pessoais e domiciliares. A pesquisa está registrada sob o protocolo PE-02228/2016.

Estratificando a pesquisa, Luciana Santos aparece melhor situada entre os eleitores com grau de instrução da 6ª a 9ª séries (24,2%), entre os eleitores jovens, na faixa etária de 16 a 24 anos (21,5%) e entre os eleitores com renda familiar até dois salários mínimos (20%). Por sexo, 22,4% dos seus eleitores são homens e 17,1% são mulheres. O Professor Lupércio tem suas maiores taxas de intenção de voto entre os eleitores com renda familiar acima de cinco salários (21,8%), entre os eleitores entre 16 a 24 anos (20,3%) e entre os eleitores com grau de instrução superior (21%). Por sexo, 17,8% dos seus eleitores são mulheres e 16,9% são homens.
Izabel Urquiza tem aparece melhor situada entre os eleitores com grau de instrução médio (17,4%), entre os eleitores com renda até dois salários (18,5%) e entre os eleitores na faixa etária de 16 a 24 anos (17,7%). Por sexo, 16% dos seus eleitores são homens e 13,5% são mulheres.

Antônio Campos, por fim, tem suas melhores indicações de voto entre os eleitores na faixa etária acima de 60 anos (17,1%), entre os eleitores com renda familiar acima de cinco salários (21,8%) e entre os eleitores na faixa etária de 16 a 24 anos (13,9%). Por sexo, 13,2% dos seus eleitores são homens e 11,4% são mulheres.

Da redação | PE mais

13 comentários:

  1. É triste ver uma pesquisa mentirosa ou manipulada dessa. Ma normalidade ligar-se ao nome de Eduardo Campos é tiro no pé O Toinho da mamãe em golpistas? Sobraria na disputa Teresa e Luciana, que não golpistas.
    Se Luciana não volta, só resta Teresa para salvar Olinda desess golpistas que aparecem bem colocado na 'pesquisa".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É mais um corrupto comedor de mortadela falando. Cala a tua boca seu comunista de m...

      Excluir
    2. HAHAHAHAHA
      Tereza ainda vai, mas Luciana pra salvar Olinda?? Tá de sacanagem né meu querido kkkkkkkkkkkk
      O nome pra Olinda em 2016 é Professor Lupércio!

      Excluir
  2. Tinha que ser PTista para falar tanta besteira kkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  3. Também acho triste ver uma pesquisa com menos de 0,5% da população. Mais ainda ver que o grupo que está no governo municipal ha tanto tempo, com a cidade um caos, aparece em primeiro lugar! Cada um escolhe o que achar melhor, mas Luciana não dá!

    ResponderExcluir
  4. esse pesquisa foi como pessoal do pc do b, pois só com eles Luciana esta na frente.

    ResponderExcluir
  5. Luciana nunca mais. Olinda está na UTI com o PCdoB há 16 anos.

    ResponderExcluir
  6. Olinda merece continuar as fezes que está há anos. Como pode uma comunista, já denunciada por falcatruas e sendo investigada, defensora da corrupção, de dilma, de luça, do pt, liderar e ter chances de ganhar. Vocês, olindenses, merecem. Votem nesta adoradora de fidel, hehehehe.....e dancem.

    ResponderExcluir
  7. Tirando Luciana e Tereza, o que sobra é lucro

    ResponderExcluir
  8. Eu moro em SP a mais de 20 anos,e acompanho as noticias de minha cidade e do meu bairro(Caixa D'Agua)e vejo como estão abandonados,eu acho pouco o termo abandonado,e acreditar que essas pesquisas apontam os candidatos da situação com uma pontuação melhor que os outros candidatos é o mesmo que acreditar em Papai Noel,Saci Pererê,mula sem cabeça e por ai vai.Não tenho candidato e nem posso,pois moro e voto em SP,mais por uma Olinda e Caixa D'Agua melhor,vamos mudar.

    ResponderExcluir

.

.