14 de jul de 2016

Em Caruaru, Lula diz que cassação de Dilma é ato criminoso contra a democracia


O ex-presidente Lula falou ao público presente ao ato hoje em Caruaru. Ele fez uma trajetória da política e lembro os esforços feitos pelo governo dele para trazer as universidades para o Brasil. No discurso, Lula não citou o presidente interino, Michel Temer e nem o ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha. No entanto, disse que a elite segue incomodada com os governos do PT, por isso que a presidente Dilma foi afastada. 

Ele fez um apelo aos militantes para evitar o impechmemt no Senado e garantiu que só a pressão popular pode reverter a situação na Câmara Alta. “Só precisamos de seis senadores para que a situação fique a nosso favor. Eles votaram a favor do afastamento alegando que estavam sofrendo pressões do povo. Então chegou a hora da gente fazer pressão para evitar a cassação por motivos apenas políticos. Mandem WhatsApp, encham os celulares de mensagens dele, para que eles possam votar contra o impedimento”, pontuou na sala do Grande Hotel, onde falou com uma equipe do prefeito José Queiroz. 


No ato público no largo do INSS, antes da fala de Lula o ex-presidente da Câmara, Rogério Meneses e Raimundo Caetano, fizeram versos a favor do ex-presidente, animando a população que estava presente ao espaço. Na fala, Lula voltou a falar sobre a votação do impeachment e destacou que o voto dos brasileiros que votaram em Dilma estão sendo cassados também. “Se a Dilma for cassada, os senadores vão cometer um crime contra a constituição e a democracia. Ela não cometeu nenhum crime, estão cassando ela porque o Temer, sabedor que é, faz igual a 1964, e tenta dar um golpe. Ele (Temer) é advogado e deveria fazer como eu, que perdi quatro eleições e me qualifiquei para ganhar. Ele aproveitou todas as sacanagens que Eduardo Cunha fez com Dilma e deu uma facada nas costas na Dilma para chegar à presidência”, bradou. 

Lula ainda voltou a criticar aos veículos de comunicação, que segundo ele, usam os espaços para propagar notícias mentirosas a favor de Temer e contra Dilma. Após o ato o ex-presidente Lula se dirigiu ao assentamento Normandia, num encontro com os integrantes do MST.

Da redação do Blog PE mais
Com informações do Blog do Mário Flavio

Nenhum comentário:

Postar um comentário

.

.