14 de jun de 2016

Em uma semana Pernambuco notifica mais de 3 mil suspeitas de doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti

São 1.668 novas notificações de dengue, 1.527 de chikungunya e 135 de zika.
No mesmo período, 1.087 casos foram confirmados no estado, segundo a Secretaria Estadual de Saúde (SES).
Mosquito Aedes aegypti transmite as arboviroses: dengue, chikungunya e zika (Foto: Divulgação/Pixabay)
Em apenas uma semana, Pernambuco notificou 3.330 novas suspeitas das doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti. No mesmo período de sete dias, foram confirmados no estado mais 1.087 casos de arboviroses e descartados 1.156 casos de dengue, febre chikungunya ou vírus da zika. Desde o início do ano, o estado registrou 126.568 notificações dessas três doenças, confirmou 25.958 casos e descartou 30.184 suspeitas.

Os dados integram o boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde (SES) nesta terça-feira (14). A dengue e a chikungunya foram responsáveis por 96% dessas novas notificações de arboviroses em Pernambuco, com 1.668 e 1.527 suspeitas notificadas em uma semana, respectivamente. Com relação ao boletim anterior, divulgado pela SES no dia 7 de junho, são 864 novos casos confirmados de dengue e 223 da febre chikungunya.

Quanto ao vírus da zika, o número de pacientes que tiveram o diagnóstico confirmado permaneceu inalterado, com 23 confirmações no estado, assim como o de suspeitas descartadas, que se mantém em 171. O que mudou foi o número de notificações da zika, com 135 a mais.

Em Pernambuco, o número de óbitos suspeitos pelas doenças causadas pelo Aedes aegypti subiu para 251, nove a mais que o último boletim da secretaria. Já a quantidade de mortes no estado devido às arboviroses continua a mesma, sendo 22 óbitos por chikungunya e seis por dengue. Uma morte foi descartada para as arboviroses enquanto as demais continuam em investigação.

Esses dados se referem ao período de 3 de janeiro a 10 de junho. No ano passado, na mesma época, foram 44 óbitos suspeitos de dengue e 16 com resultado laboratorial positivo para essa doença.

Balanço
Neste ano, até 10 de junho, Pernambuco notificou 80.711 casos da dengue em 184 municípios e no distrito de Fernando de Noronha, com a confirmação de 17.791 deles e 21.073 suspeitas descartadas. O último boletim da secretaria registrou que 79.043 casos da doença estavam sendo investigados, dos quais 16.927 pacientes tiveram diagnóstico confirmado da doença e 19.917 suspeitas foram descartadas.

Com relação às notificações de chikungunya, Pernambuco conta com 35.538 casos suspeitos, dos quais 8.144 foram confirmados e 8.940 descartados, em 178 municípios e em Fernando de Noronha. No boletim anterior divulgado pela Secretaria de Saúde de Pernambuco, foram 34.011 notificações, com 7.921 confirmações e mesmo número de suspeitas descartadas.

Também foram notificados, em 147 municípios do estado e em Fernando de Noronha, 10.319 casos suspeitos do vírus da zika. Desses, o número de confirmações se mantém em 23, assim como o de casos descartados, que continua em 171. No último boletim da secretaria, foram registradas 10.184 notificações no estado.

Com informações do G1/Caruaru

Nenhum comentário:

Postar um comentário

.

.