12 de jan de 2016

Número de casos de microcefalia cresce para 1.236 em Pernambuco

Dados foram coletados entre 1º de agosto e 9 de janeiro

Para OMS, bebês que têm perímetro cefálico igual ou menor que 32 centímetros são considerados com microcefalia. Foto: Karina Morais/Esp.DP
Pernambuco notificou 1.236 casos de microcefalia em 109 municípios. Desse total, 461 atendem aos parâmetros da Organização Mundial de Saúde (OMS) para a doença, que identifica a malformação em bebês com perímetro cefálico igual ou menor que 32 centímetros. Ao todo, 103 casos foram confirmados com a microcefalia e 87 foram descartados - levando em consideração o resultado dos exames de imagem dos bebês. Os dados foram divulgados nesta terça-feira pela Secretaria Estadual de Saúde e considera registros de 1º de agosto até 9 de janeiro.

Em 62,7% dos casos que atendem aos parâmetros da OMS, os pacientes são meninas, 98% foram detectados no pós-parto e 1,5% detectados intraútero (feto com microcefalia). Também foram registrados três casos de bebês natimortos, no Recife e em São Lourenço da Mata, e um que veio a óbito logo após o nascimento, em Ipojuca. Todos foram diagnosticados com microcefalia e estão tendo a causa dos óbitos investigadas. 

Desde que a notificação de casos de gestantes com exantemas foi tornada obrigatória, no período de 02 de dezembro de 2015 a 09 de janeiro de 2016, 55 municípios notificaram 464 casos de gestantes com esse quadro clínico. Desse total, cinco gestantes apresentam confirmação de microcefalia intraútero.

Publicado por Paulo Pereira | PE mais
Com informações do Diario de Pernambuco

Nenhum comentário:

Postar um comentário

.

.