17 de nov de 2015

Coronel Mário Cavalcanti é indicado como interventor em Gravatá


Um militar foi nomeado pelo governador Paulo Câmara como interventor na cidade de Gravatá. Até dezembro de 2016, o município será comandado pelo coronel Mário Cavalcanti, chefe da Casa Militar. Ele vai substituir ao prefeito Bruno Martiniano (sem partido), que teve o afastamento determinado pelo Tribunal de Justiça de Pernambuco, a pedido do Ministério Público.

Por unanimidade, a Corte Especial do Tribunal de Justiça de Pernambuco acatou, nesta segunda-feira (16), a recomendação feita pelo TCE, e referendada pelo Ministério Público Estadual, pela decretação de intervenção no município de Gravatá. A recomendação foi feita pela conselheira Teresa Duere, relatora das contas do município relativas ao ano de 2015. Ela acolheu em seu voto o parecer do Procurador Geral do Ministério Público de Contas, Cristiano da Paixão Pimentel, em favor da intervenção devido a uma série de irregularidades praticadas pelo prefeito Bruno Coutinho Martiniano Lins.
O coronel Mário Cavalcanti ganhou muita visibilidade e reconhecimento  ainda com o ex-governador Eduardo Campos, depois das enchentes no Litoral Sul e o lançamento da Operação Reconstrução.

O coronel foi responsável pela experiência positiva de Pernambuco no enfrentamento de calamidades causadas por temporais, particularmente a vivida nas grandes enchentes de junho de 2010. O trabalho realizado pelo governo pernambucano mobilizou todas as esferas do poder público e a sociedade para atender as milhares de vítimas da calamidade.

Publicado por Paulo Pereira | PE mais

Nenhum comentário:

Postar um comentário

.

.