2 de nov de 2015

CAUSOS E PROSAS: 'Cemitério Santo Amaro, campo santo'


TAQUARITINGA DO NORTE - Em homenagem ao dia 2 de novembro, dia de Finados, a reportagem deste Blog foi a procura de personagens, histórias e fatos curiosos que contam um pouco da história deste que é, a nossa última morada. 

"Seu Tumba
(ex-coveiro, falecido em 2005)
Ao chegar no Cemitério, fui direto a administração, procurando o responsável pelos sepultamentos, encontrando o mesmo em seus afazeres, fui logo me apresentando e perguntando se poderia dar uma entrevista, sobre os preparativos para o dia de Finados. O mesmo foi bem cordial, e falou um pouco sobre seu trabalho. O nome dele, Paulo José da Silva, servidor público municipal que trabalha há 15 anos no acolhimento e sepultamento dentro do campo santo. Há 30 dias o mesmo, trabalha para deixar tudo nos conformes para receber o público que se aglomera para a visita anual aos seus entes queridos que já não estão entre nós.

"O Trabalho aqui é sempre gratificante, e quando chega esta data, o serviço dobra, para manter tudo arrumado", disse.
Perguntando sobre o inicio das instalações do cemitério, o mesmo não soube responder. Só sabe que foi construído um após o outro e hoje é divido em três partes.

Continuando a entrevista, fui direto aos "causos" que já aconteceram por ali e que ele tem conhecimento. O fato mas marcante, foi na época do "Seu Tumba"(ex-coveiro, falecido em 2005), onde o mesmo após almoçar, vinha sempre descansar e tirar um cochilo em um túmulo. E ao pegar no sono, uma alma falou para o mesmo que ali não era lugar para deitar. O mesmo saiu correndo sem olhar para traz, até um bar mas a diante. Depois de algum tempo, tomando o fôlego, pediu um copo com água e contou o que tinha acontecido. Hoje, ele é homenageado dando o nome ao prédio do Velório Municipal.

Túmulo onde "Seu Tumba" descansava após as refeições.
Em seu 15 anos de trabalhos prestados ao município, o Seu Paulo contou que o mês e ano que aconteceu mais sepultamentos, foi em Dezembro de 2012. Foram 30 enterros em 31 dias. Pelas suas estatísticas são enterrados hoje, entre 10 a 20 pessoas por mês no Cemitério de Santo Amaro.

Clique para ampliar a imagem
Placa de homenagem a "Seu Tumba"
Atualmente a Prefeitura de Taquaritinga do Norte, em nome da Secretária de Administração, a Senhora Veroneide Santos Silva de Mendonça está realizando um cadastro dos túmulos e os que não estão com identificação, deverá comparecer ao Velório Municipal até o dia 6 de novembro de 2015 para a realização deste cadastro, o não comparecimento até a data específica, implicará na perda da concessão dos túmulos e terrenos que não estejam devidamente identificados e regularizados.

Clique para ampliar a imagem
Comunicado da Prefeitura Municipal
Continuando minha pesquisa de campo, fui a procura de outros dados do início da fundação, e descobri que antes do atual, existia um cemitério, ao lado da Igreja Matriz, onde hoje é o Salão Paroquial. Tomando informações com o Padre Ivemar, pároco da cidade, descobri que até o ano de 1889 as Igrejas eram as responsáveis pelos cemitérios das cidades e com a Proclamação da República, a obrigação ficou para os municípios.

Conversando com Dona Dudé, moradora antiga da cidade, a mesma contou sobre a primeira coveira mulher, que foi a Senhora Joventina Correia, isso nos anos 40, só depois veio "Seu Tumba", e recentemente o Seu Paulo.

Ela contou que numa época que não existia energia na cidade, o Sacristão da Paróquia (o Senhor Zé Casé) sempre via um vulto vestido de Padre pedindo para que lhe ajudasse a tirar suas vestes, e que o mesmo estava preso por elas. Outra história foi com sua prima que morava mas acima, na Rua Agamenon Magalhães, e ao ir a casa de sua irmã que na época estava doente ao passar perto da Igreja, sentia que um vulto ia lhe seguindo até a porta de casa, ai desaparecia. E que ao voltar sempre avistava um Padre que saia da Igreja e ia até a casa paroquial.

Esses são pequenos fragmentos de histórias e causos que enriquecem nossa cultura e crendice popular sobre Taquaritinga do Norte, e que achei importante trazer ao conhecimento de todos neste dia 2 de Novembro, dia de Finados.

Por Lindbergh Macêdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

.

.