21 de set de 2015

Joaquim Francisco deixa o PSB

Após quase seis anos de militância no PSB, o ex-governador Joaquim Francisco decidiu abandoná-lo na última sexta-feira. Em carta entregue ao governador Paulo Câmara, ele agradece a maneira cordial como foi recebido no partido e diz que “valeu o tempo vivido”. No entanto, diante da crise que o Brasil atravessa, acrescenta, “a minha inquietação aponta para novos caminhos”.

Joaquim filiou-se ao PSB em 2009, a convite do então governador Eduardo Campos, que aspirava à reeleição em 2010 e a candidatura a presidente da República em 2014 com Pernambuco unido em torno do seu nome.

Chegou perto dessa unidade, dado que atraiu para o seu projeto o próprio Joaquim, Roberto Magalhães e Jarbas Vasconcelos. Com a sua morte, entretanto, Joaquim perdeu o encanto pelo partido, que nunca não lhe qualquer tarefa, nem no governo Eduardo/João Lyra, nem tampouco no de Paulo Câmara. E vai para o PSDB.

Por elegância política, Joaquim Francisco não registrou na carta entregue a Paulo Câmara a sua profunda insatisfação por nunca ter sido chamado pelo PSB para colaborar com o governo. Ex-prefeito do Recife, ex-deputado, ex-ministro e ex-governador, poderia dar grande colaboração ao governo à frente do Porto de Suape ou da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, cargos compatíveis com a estatura de um ex-governador. Mas o PSB só o quis para fazer número.

Do Blog de Inaldo Sampaio

Nenhum comentário:

Postar um comentário

.

.