3 de set de 2015

Homens que atiraram vaso sanitário e mataram torcedor em Recife são condenados


Do Portal G1
Waldir Pessoa Firmo Júnior, 34 anos, Luiz Cabral de Araújo Neto, 30, e Everton Filipe Santiago Santana, 23, foram condenados pelo homicídio do torcedor Paulo Ricardo Gomes da Silva, de 26 anos, morto ao ser atingido por um vaso sanitário no entorno do estádio do Arruda, na Zona Norte do Recife, em maio de 2014. Outras três pessoas ficaram feridas.

Os três foram condenados por homicídio doloso duplamente qualificado, sem chance de defesa à vitima e por motivo fútil, e por três tentativas de homicídios. Waldir pegou 22 anos e seis meses de reclusão; Luiz foi condenado a 25 anos, 7 meses e 15 dias de reclusão; e Everton a 28 anos e 9 meses de reclusão.
"A gente sai mais aliviado daqui porque a justiça foi feita. A dor permanece, mas a gente caminha", afirmou o pai de Paulo Ricardo, José Paulo Gomes.
A promotora Dalva Cabral acredita que, com essa decisão, as famílias vão poder voltar a frequentar os estádios.
"Esse julgamento marca um novo tempo. O conselho de sentença põe fim à incitação da violência. Acho que a gente dorme mais tranquilo esta noite", afirmou a promotora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

.

.