11 de mai de 2015

OPINIÃO: Em Taquaritinga do Norte, enquanto as autoridades ostentam, o povo é humilhado!

Nossa Taquaritinga do Norte completou 128 anos de Emancipação Política nesse domingo (10), aqueles que realmente amam a Dália da Serra sentiram pulsar vivo no coração o amor por uma terra tão linda e tão amada.

Por outro lado, as comemorações preparadas pela administração municipal em homenagem aos 128 anos da cidade foram bem abaixo do que Taquaritinga realmente merece. A data, que em outras oportunidades trazia milhares de pessoas a cidade, resumiu-se a pequenas apresentações feitas para um público que cada vez comparece menos, e hoje, é composto basicamente por funcionários da prefeitura municipal. Muitos deles são praticamente obrigados a comparecer para fazer volume e não deixar a vergonha ser ainda maior.

Para não fugir da rotina, no domingo pela manhã, dia do aniversário da cidade, algumas pessoas que necessitaram de atendimento médico no Hospital Geral Severino Pereira ficaram indignadas com a falta de médicos na unidade, a reclamação novamente foi parar nas redes sociais.

O cúmulo de tudo estaria para acontecer durante o desfile cívico em homenagem aos 128 anos, que aconteceu na tarde de ontem. 

A desorganização nas ruas era visível até para os mais distraídos, não houve isolamento e muitas escolas passaram rapidamente em frente ao palanque das "autoridades".

Um fato lamentável, vergonhoso e desrespeitoso surgiu durante o desfile da banda do CAIC, além de um fardamento que não encontramos palavras para definir, pois não se tratava de um fardamento, era apenas um camisa preta horrível, que deixava obscuro o civismo dos obstinados alunos.


A indignação maior tomou conta de várias pessoas quando perceberam que alunas que dançavam durante o desfile e vinham à frente da banda, desfilaram todo o percurso descalças. Deu pena das crianças, tão ricas de determinação mas pobres de e atenção. Qual será a desculpa para esse acontecimento vergonhoso?

Alunas se apresentando descalças em frente ao palanque das autoridades no desfile em homenagem a Emancipação Política
de Taquaritinga do Norte (Foto: Facebook/Caic Taquaritinga)
Quanto custa uma sapatilha?
E quanto custa uma S10, ou uma Trail Blazer?

Foi essa a comparação que muitas pessoas fizeram ao presenciarem o desfile das meninas sem sandália, sapatilha ou tênis.


Do outro lado da praça, ladeados estavam a S-10 super luxuosa usada como carro oficial pela Secretária de Educação Ilka Paloma e a Trail Blazer, veículo oficial do gabinete do prefeito Evilásio Araújo. De um lado a humilhação para os alunos, sem um fardamento decente e sem uma simples sapatilha, do outro, a ostentação das autoridades do município. Um contraste da falta de respeito que existe com o povo de Taquaritinga do Norte atualmente.

Não me recordo de um fato tão humilhante no município. Que vergonha, numa data tão especial, ao invés de mostrar coisas bonitas, o descaso e a falta de atenção ao povo foram destaques.

Pobre Taquaritinga!

Paulo Pereira | PE mais

Nenhum comentário:

Postar um comentário

.

.