2 de mai de 2015

OPINIÃO: "Em queda livre!"

Polêmico, acusado de possuir traços de ditador, apontado como arrogante e dono de um estilo folclórico, após ser reeleito com uma vantagem considerável de votos, o prefeito do município de Taquaritinga do Norte Evilásio Araújo (PSB) vive um calvário político que parece está apenas começando. Com um segundo mandato muito contestado pela falta de atenção aos serviços básicos, o prefeito, que já chegou a se intitular de "Obama do Agreste" e faz questão de gritar nos quatro cantos que é uma "Otoridade", ou melhor, autoridade, tem vivido um verdadeiro inferno político-administrativo, enfrentando um verdadeiro bombardeio da oposição e de antigos aliados.

Em Pão de Açúcar, maior distrito de Taquaritinga, a população acusa o prefeito de negligência com a comunidade. Nesse caso, o principal motivo se dá por conta do rompimento político com o vice-prefeito Ivanildo Mestre,o Lero. A "briga", que se intensifica a cada dia, entre prefeito e vice tem causado inúmeros transtornos ao povo de Pão de Açúcar, Vila do Socorro e comunidades próximas. O rompimento se tornou uma briga pessoal de interesses, afastando o desenvolvimento e causando falta de atenção à segurança, saúde e educação tem causado sofrimento aos moradores dessas localidades.

No campo administrativo, o gestor que teve as contas do ano de 2011 rejeitadas pelo Tribunal de Contas e pela câmara municipal, tem enfrentado graves problemas com o percentual de pessoal na prefeitura e teve nesta semana mais uma recomendação do TCE para rejeição das contas públicas, desta vez do ano de 2013. E não para por aí, espera-se que Evilásio Araújo se complique ainda mais, pois em 2014 o prefeito extrapolou ainda mais o número de pessoal, contratando acima do limite, reflexo do ano passado ter sido um ano eleitoral.

Na recomendação das constas de 2013, o TCE disse que no 3º quadrimestre de 2013 a municipalidade comprometeu 71,71% da Receita Corrente Líquida (RCL) Municipal com este tipo de despesa, quando a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) determina que o máximo de comprometimento é de 54% da RCL. Também foi apontado, no voto, que o referido desenquadramento com gastos de pessoal foi verificado desde o exercício de 2010.

Com a popularidade em queda livre e uma postura descontrolada em muitos momentos, o prefeito perdeu muitos aliados e hoje enfrenta grandes dificuldades no campo político, inclusive dentro de seu próprio e resumido grupo. A saída do vice-prefeito Lero e o não surgimento de um nome de consenso tem causado divergências no grupo Calabar, que hoje dividiu-se em dois. O grupo que acompanha os pensamentos do prefeito busca desesperadamente lançar um nome que traga reais chances de disputar igualitariamente com os candidatos opositores na eleição de 2016, para isso, o grupo tem jogado nome nas ruas mas até o momento nenhum conseguiu decolar.

O ex-prefeito Zeca aparece como o nome com mais chances de ser o indicado, através de um gesto de retribuição, já que em 2008, Zeca enfrentou a vontade de muitos integrantes do grupo Calabar ao lançar o nome de Evilásio Araújo como candidato Calabar à prefeitura de Taquaritinga, elegendo-o. Não se sabe se essa será a decisão do prefeito, mas espera-se, devido a sua postura, uma decisão polêmica e que pode não agradar seu próprio grupo, o que levará muitos a migrarem para o grupo do vice-prefeito Lero e até mesmo para o grupo liderado pelo ex-prefeito e atual vereador Jânio Arruda (PSD).

Evilásio Araújo conseguiu conquistar a antipatia, e inclusive raiva,  de muitos que já militaram ao seu lado. Insatisfeitos, muitos desses prometem vingança e farão de tudo para atrapalhar os projetos políticos do gestor, o principal deles é o vice-prefeito Lero, seu antigo aliado.

Durante essa semana, a população proferiu muitas críticas a administração, principalmente pelo descaso com a Saúde no município, as críticas se amontoaram por conta de um bingo promovido pela administração, usando uma associação como "laranja", para tentar "ajudar" o hospital. Na tarde de ontem (01/05), durante a realização do polêmico bingo, o prefeito em mais um momento de desequilíbrio disparou vários xingamentos contra a oposição, que segundo ele não tem motivos para atacá-lo. Mas sinceramente, não é chamando a oposição de bandidos e outros xingamentos que se resolverá os problemas de Taquaritinga do Norte. O povo não quer saber dessas picuinhas políticas, o povo quer soluções para os problemas do município, mas diante da postura de Evilásio Araújo, isso não vai acontecer nessa gestão. De um gestor desequilibrado, só se pode esperar uma gestão desequilibrada!

Não é prematuro dizer que no caminho do prefeito, muitos espinhos aparecerão nos próximos meses e anos, pois com a aproximação da eleição, os adversários não pouparão munição contra ele e o grupo que faz parte hoje de uma mais vergonhosas administrações da história, sem falar que ele enfrentará muitos problemas com o Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco referente as contas de sua gestão. Uma coisa é certa, o prefeito que tanto atirou, tanto humilhou e tanto comparou, virou alvo, e a artilharia está apenas começando a ser disparada contra ele.

Por Paulo Pereira | PE mais

Um comentário:

  1. Não conheço o Evilásio pessoalmente. Embora estive com ele por uns trinta minutos, em uma conversa franca. Ele me pareceu uma pessoa inteligente, mas se a gestão dele anda caindo a culpa é puramente administrativa, pois qualquer um do povo sabe que os gastos com pessoal não pode ultrapassar aos limites fixados pela Constituição Federal. Assim, ele sabe que anda cuidando pouco de suas contas e de sua vida política, acreditando que o povo não lembrar-se-á de sua má gestão quando ele estiver apto a disputar ou apoiar qualquer candidato. É um risco, principalmente em tempos das redes sociais, que não esconde nada. Evilásio, ainda tem tempo de reverter este quadro. Há tempo e inteligência.

    ResponderExcluir

.

.