14 de mai de 2015

Ministério da Saúde confirma circulação de Zika Vírus é confirmada no Brasil

Doença causa erupção na pele/ Site UFBA
O Ministério da Saúde confirmou há pouco, nesta quinta-feira (15/05), a circulação do Zika Vírus no País. “O Instituto Evandro Chagas (PA) atestou positivo para o exame de 16 pessoas que apresentaram resultados preliminares para o vírus. Foram oito amostras da Bahia e oito do Rio Grande do Norte”, informou.

Uma nota foi divulgada no site do Ministério, que diz “acompanhar a situação e participar da investigação de outros casos suspeitos de doenças exantemáticas para definir os agentes causadores e adotar as ações de vigilância, prevenção e controle complementares”.

Gubio Soares e Sílvia Sardi, da UFBA,
foram os primeiros a confirmar a presença
de Zika vírus no Brasil/ Divulgação
Além da conclusão do Evandro Chagas, pesquisadores do Laboratório de Virologia do Instituto Carlos Chagas (ICC), da Fundação Oswaldo Cruz no Paraná, também encontraram Zika Vírus no sangue de oito moradores do Rio Grande do Norte. A informação foi confirmada nesta quinta-feira (14/05) pela assessoria de comunicação da unidade. Um informe com mais detalhes deverá ser liberado pela Fiocruz. Além da técnica PCR, foi realizado o sequenciamento do genoma que indica preliminarmente a existência de cepa asiática.

Dessa forma, o Rio Grande do Norte passa a ser o segundo Estado nordestino com casos confirmados do novo vírus transmitido pelo mosquito da dengue (Aedes aegypti) , esclarecendo parte da epidemia de doença exantemática (com manchas vermelhas na pele) em curso na região. A presença de Zika foi detectada inicialmente em Camaçari, na Bahia, por virologistas da Universidade Federal da Bahia, há cerca de 15 dias. Há suspeitas em Pernambuco, na Paraíba, Maranhão, Sergipe e agora até no Sudeste (Rio de Janeiro). A doença é mais branda que a dengue, com predominância de manchas vermelhas na pele e conjuntivite.

Leia na íntegra a nota do Ministério da Saúde e esclareça dúvidas sobre a doença: http://u.saude.gov.br/aute87q1

Sílvia Sardi (UFBA) disse que doentes tinham manchas vermelhas e conjuntivite

Do JC On Line

Nenhum comentário:

Postar um comentário

.

.