15 de mai de 2015

Em Taquaritinga do Norte, vereadores são impedidos de fiscalizar matadouro público



Na manhã desta sexta-feira (15), os vereadores Luquinha da Saúde e Eraldo de Pedra Preta (ambos do PSB), Jânio Arruda (PSD) e Demar (PSDB), foram barrados ao tentarem fiscalizar o matadouro público de Taquaritinga do Norte, se caracterizando esta proibição num ato de total desrespeito à Lei Orgânica Municipal, que dá aos vereadores a prerrogativa de fiscalizar as ações do Poder Executivo, tendo os mesmos livre acesso às repartições públicas municipais para se informarem sobre qualquer assunto de natureza administrativa. Segundo Jânio, por ordem do prefeito do município, o funcionário administrador “barrou” a entrada dos parlamentares no matadouro que se encontra em precárias condições de funcionamento.

 





Mesmo com a proibição da entrada, foi possível os parlamentares detectarem uma série de irregularidades como carcaças espalhadas pelo chão, cães circulando livremente pelo matadouro, funcionários trabalhando com mínimas condições de higiene e segurança, presença do veterinário apenas na sexta-feira e outras situações que atentam contra a saúde pública e que expõem a população a correr vários riscos de doenças decorrentes de manejo inadequado da carne de animais abatidos sob estas precárias condições.

Em conversa com marchantes e outros funcionários do matadouro, ficou evidente a desorganização do funcionamento onde as reclamações foram uma unanimidade entre os profissionais que dependem do abate de animais para sobreviver. 

 



Os vereadores também visitaram o açougue, não havendo desta vez nenhum impedimento por parte do executivo municipal e onde também foi constatado pelos edis o total abandono e as condições precárias de funcionamento deste bem público onde é realizada a comercialização de carne no município. Os vereadores irão elaborar um relatório da visita e acionar os órgãos competentes para que medidas imediatas sejam tomadas objetivando proporcionar a população um manejo adequado para a carne que é consumida na Dália da Serra. 

(Por Blog do Elisberto Costa / Fotos Beto Silva)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

.

.