18 de abr de 2015

Taquaritinga, política e poesia

Em Taquaritinga do Norte, a política não deixa de estar em evidência. Com a aproximação das discussões referentes a eleição de 2016, fatos novos e curiosos vão surgindo. O assunto, que é tema de conversas e discussões muitas vezes acaloradas, percorre as ruas, becos e ladeiras da Dália da Serra.

O Facebook tem sido uns dos principais canais para exposição de fatos e surgimento de polêmicas, muitas delas acabam se tornando boas pautas para os blogs e rádios locais.

Passeando pela rede social encontrei essa pequena poesia do poeta Gilson Lucena (foto):
"Ciranda cirandinha vamos todos esperar,
quem vai ser o candidato que o negão vai apoiar.
Eu pensei que era a moça da área da educação,
o guarda rodoviário, o porquinho ou o grandão.

Um vai ser vice do vice, o grandão não aprovou,
o povo não quer a moça, o porquinho quem restou.
Ainda tem outro cara nesse eu não vou nem falar,
pois se o povo não se lembra não sou eu quem vou lembrar!"

A poesia descreve com precisão o que está acontecendo no grupo político do prefeito Evilásio Araújo (PSB), onde uma verdadeira sopa de nomes borbulha mais a cada dia, a política ferve e nada é certo quanto a saber quem será o nome indicado pelo prefeito para disputar a prefeitura na eleição do ano que vem em Taquaritinga do Norte.

Por Paulo Pereira | PE mais

2 comentários:

  1. SE JUNTAR TODOS NAO NEM UM VICE QUE PESTE

    ResponderExcluir
  2. Isso mostra o quanto nossa cidade é politica. Sempre gastamos bons momentos de nossa vidas discutindo política. Acho que uma propaganda de um marca de colchão que diz assim: "Passamos um terço de nossas vidas em um colchão". Acho que nós de Taquaritinga do Norte passamos mais do que um terço discutindo política. E isso eu gosto.l

    ResponderExcluir

.

.