21 de abr de 2015

Taquaritinga do Norte sofre com o desmatamento

Fotos: Bruno Muniz
Mesmo proibido pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA) zona rural de Taquaritinga do Norte, no agreste pernambucano, continua sendo desmatada.

Durante esta terça-feira (21), o blogueiro santa-cruzense Bruno Muniz fez ronda pelos principais trechos de mata nativa nos entornos de Taquaritinga do Norte e constatou que a situação é preocupante. Em alguns locais é difícil se encontrar o inconfundível verde que é uma característica da região, tudo consequência do desmatamento .

O mercado
É possível ainda, ver caminhões circulando livremente pela BR 104, que liga Taquaritinga à Caruaru com a madeira retirada dessas matas, que por não ser de proporções industriais, acaba servindo apenas como lenha para padarias, pizzarias e outros estabelecimentos comerciais do gênero.

Vale ressaltar ainda, que a devastação de Mata Atlântica pode gerar para o gestor do município, um punição enquadrada na Lei de Improbidade Administrativa (LEI Nº 8.429, DE 2 DE JUNHO DE 1992).

Fiscalização
A falta de fiscalização é o maior agravante, em tese tudo funciona no papel, mas na pratica os responsáveis por coibir o desmatamento e as queimadas não costumam fazer visitas nos locais com maior índice.

Pouco a pouco Taquaritinga do Norte vai perdendo um dos seus bens mais preciosos, suas matas, matas essas que correspondem a grande parte do turismo atraído para o município, fato notório e explicável, poucas cidades do agreste possuem a flora que há na Dália da Serra, um biótipo conquistado pela sua altitude e clima mais ameno.

Não se tem informações da quantidade de madeira que continua sendo retirada das redondezas de Taquaritinga, estimasse que a próprio MMA não divulga os números reais.

Nunca se falou tanto em desmatando no interior de Pernambuco como nos dias de hoje, a cultura da não preservação é o que predomina, um proprietário de terras dificilmente será convencido que não pode mais desmatar suas próprias terras, e sem fiscalização e acompanhamento , a situação se torna ainda mais difícil e imprevisível.

Com informações são de Bruno Muniz do blog Santa-cruzense.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

.

.