16 de abr de 2015

Resultado final de negociação satisfaz governo municipal e professores em Santa Cruz do Capibaribe


Satisfeitos, dessa forma pode ser definido o estado de prefeitura e categoria dos professores de Santa Cruz do Capibaribe, após o processo de negociação para reajuste do aumento salarial. 

Após mais uma reunião nessa terça-feira (14) no gabinete da prefeitura, entre o gestor Edson Vieira (PSDB) e uma comissão dos profissionais, ficou estabelecido um acordo de aumento de 13,01% a partir de maio, com retroativo de 2 meses, o mês de março será pago em julho e o mês de abril em outubro.

Participando do programa Direto ao Ponto, Luciene Cordeiro, representante do SINDUPROM, falou como aconteceram as negociações, destacando a flexibilidade de ambos os lados que facilitaram o entendimento do acordo. 
“Desde janeiro foi anunciado o reajuste, e estávamos buscando para que fosse repassado para a categoria e tivemos 3 reuniões de negociações”, disse e continuou mais a frente “O prefeito deu uma proposta de 13,01% a partir de maio que a categoria não aceitou. Queríamos o retroativo dos meses desde janeiro, mas numa mesa de negociação, quando existe o diálogo existe a flexibilização”, completou explicando a aceitação da proposta, por parte da categoria.
Durante o programa, a Secretária de Articulação Política Jéssyca Cavalcanti também destacou a abertura de conversa do prefeito.
“Os municípios têm passado por dificuldades, com quedas do repasse do governo federal, e ele não poderia ser irresponsável. Em nenhum momento, no entanto, se fechou para o diálogo e a negociação. O resultado é esse, quando existe abertura, todos saem ganhando, contemplados e satisfeitos”, disse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

.

.