15 de abr de 2015

PM flagra produção de cédulas falsas e prende suspeito em Gravatá

Preso contou à PM que vendia as cédulas falsas
(Foto: Divulgação/ Polícia Militar)

Por ser crime contra o país, ele tem de prestar depoimento à Polícia Federal.

Notas apreendidas imitam as que valem R$ 2, R$ 5, R$ 10 e R$ 50.

A Polícia Militar flagrou a produção de cédulas de dinheiro falsas em uma casa da Rua Daniel Pereira de Sena, em Gravatá, Agreste pernambucano, na noite desta terça-feira (14). O local era monitorado pela corporação há uma semana aproximadamente. Um jovem de 24 anos foi preso como suspeito de ser o dono e, por se tratar de um crime contra o país, deve prestar esclarecimentos à Delegacia de Polícia Federal em Caruaru.

Comandante da 5ª Companhia Independente de Polícia Militar, o major Silvestre Dantas informou ao G1 o que relatou o suspeito. "Apreendemos impressora, CPU e R$ 370 em notas falsas, inclusive algumas estavam sem cortar. Ele disse que produzia sozinho e que vendia as notas por valores mais baixos". As cédulas apreendidas imitam as que valem R$ 2, R$ 5, R$ 10 e R$ 50.

O oficial da polícia complementa: "Trabalho aqui há dois meses e não houve queixas [de circulação de notas falsas]", porém, a população pode identificar as produzidas neste imóvel, por exemplo, pela "baixa qualidade; elas não são de papel moeda, são de papel comum".

A ação contou com policiais militares do Grupo de Apoio Tático Itinerante (Gati), da Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicletas (Rocam) e do Serviço de Inteligência.
Dinheiro falso apreendido em Gravatá, Pernambuco (Foto: Divulgação/ Polícia Militar)
Do G1 Caruaru

Nenhum comentário:

Postar um comentário

.

.