11 de abr de 2015

Entre aplausos e protestos, governador assina retomada da duplicação da PE-160 e anuncia outras obras

Fotos: Natam Liberato
Com atraso de cerca duas horas na programação oficial, o governador de Pernambuco Paulo Câmara (PSB) à Santa Cruz do Capibaribe. Paulo estava participando do seminário Todos Por Pernambuco na cidade de Surubim e veio à cidade para anunciar uma pauta de obras para os próximos meses.

Por volta do meio dia, o governador chegou ao canteiro da SVC Construções na PE-160 acompanhado do prefeito Edson Vieira (PSDB) e de uma comitiva com os prefeitos de cidades da região como Evilásio Araújo (PSB) de Taquaritinga do Norte, Odon Ferreira (PSB) de Toritama, Antônio de Roque (PMDB) de Jataúba, dos deputados estaduais socialistas Diogo Moraes, Raquel Lyra e Lucas Ramos além de Ricardo Costa (PMDB). Também integraram a comitiva do Palácio das Princesas, diretores e secretários de estado, como o dos Transportes, Sebastião Oliveira que conversou com o Blog do Ney Lima.


De acordo com o secretário, o motivo para a paralisação é que o antigo projeto de duplicação da PE-160 tinha um valor absurdo em desapropriações, por isso teve que haver uma readequação no projeto inicial que também culminou com a diminuição da ciclovia.

“A desapropriação tinha o valor maior até que o da obra. Chamamos a empresa, fizemos a revisão do projeto executivo, reativamos o contrato e realinhamos o preço. A ciclovia não foi retirada, ela foi readequada. Era surreal pensar em desapropriação no valor de 70 milhões, sendo que o custo da obra era de 62 milhões. Teremos, então, 4km de ciclovia, sendo 1km na rodovia mais três na área urbana” pontuou.

Segundo Sebastião, entre abril e maio do próximo ano, a pista estará sendo inaugurada. “Hoje o governador vem com total garantia de dar continuidade nessa obra. Temos certeza que a obra começa e só vai parar no próximo ano inaugurando”.

Nos próximos dias deverá começar o uso explosivos em rochas no entorno da rodovia e a construção de um desvio asfáltico.

BR – 104
Agora a preocupação se dá pela questão do afunilamento na duplicação da BR-104 entre Toritama e o entroncamento do distrito de Pão de Açúcar, em Taquaritinga do Norte. O secretário afirmou que o projeto da BR também está passando por processo de readequação e deverá entrar em processo licitatório para que ainda esse ano seja retomada.

Os discursos
Após a assinatura da ordem de retomada das obras da PE-160, o deputado estadual Diogo Moraes foi o primeiro a falar para o público e lideranças políticas presentes, ele agradeceu ao governador e ao esforço do secretário de Transportes.
“O secretário não mediu esforços para reativação da duplicação da PE-160 desde o dia primeiro de janeiro. Sabemos a importância da duplicação para o Polo de Confecções e ações como a duplicação e o Calçadão Miguel Arraes são um conjunto que vai fazer com que nossa economia seja ainda mais forte e mais pujante” disse.

O prefeito Edson Vieira falou da certeza de que obra não será mais paralisada. 
“Muitos disseram que essa obra não seria retomada, que era uma obra eleitoreira, mas nós tínhamos absolutamente certeza que o governador Paulo Câmara, ao ver a situação do nosso estado e do nosso país, sabia que alguns ajustes precisariam ser feitos, mas essa obra era prioritária. Não tenho dúvidas que de agora em diante essa obra vai ser concluída e será um marco na historia de Santa Cruz. A SVC é uma empresa correta e daqui a um ano, um ano em meio, o governador virá aqui inaugurar essa obra para o povo do Polo de Confecções”.

Já o governador Paulo Câmara ressaltou a importância da obra.

“O nosso secretário (Sebastião Oliveira) já viu a responsabilidade que é essa rodovia e que a cobrança será diária, mas é uma cobrança em favor do desenvolvimento do nosso estado. Como todo o Brasil, Pernambuco tem vivido desafios, mas sabemos que temos que nos desenvolver por inteiro, observando o que cada região tem de potencial. Vir aqui em Santa Cruz do Capibaribe e saber que essa obra que estamos reiniciando hoje mostra claramente a necessidade de dar mais condições para essa região, o caminho é esse: melhorando a infraestrutura” discursou.

Cobranças
.

Durante o encerramento da cerimônia no canteiro de obras da SVC Construção, o síndico do Moda Center Santa Cruz, Allan Carneiro, apresentou ao governador uma pauta de reivindicações para o Polo de Confecções, entre elas, investimento em água e apoio na implantação do Distrito Industrial. O governador assinou as cobranças do Moda Center.

Ao chegar na Escola Técnica Estadual Professor Nivaldo Pereira, a comitiva foi recebida com banda marcial e a Orquestra Novo Século e inaugurou o prédio que custou 8 milhões de reais, fruto da parceria do estado com o Governo Federal.

.

.

Após visitar algumas salas, o governador se dirigiu à quadra da ETE onde foi realizado a cerimônia de entrega da Escola e a assinatura da doação do terreno da antiga delegacia para o município construir a AME Mulher, em contrapartida, o prefeito Edson Vieira assinou a doação de um terreno para a construção da UPA Especialidades.

.

,

.

.

.

Durante os discursos do prefeito e do governador, alguns populares exibiram cartazes em protesto ao prefeito do município e a vinda do governador.

Após os discursos, estudantes também cobraram do governador, mais participação na cidade.

Na saída da ETE, um moto-taxista com nariz de palhaço tentou cobrar do governador, a aplicação dos benefícios que teriam direito os moto-taxistas com placa vermelha, segundo ele, o governador pediu para ele conversar com seus assessores, nesse momento, um dos integrantes do governo teria mandado o moto-taxista cobrar as ações do atual ministro do Desenvolvimento Armando Monteiro (PTB).

Protestos
.

.

.

Durante a rápida visita ao Calçadão Miguel Arraes de Alencar, mais protestos acompanharam o governador. Enquanto percorria os corredores da feira pública acompanhado do prefeito, um homem com um cartaz pedindo espaço no Calçadão circulava atrás da comitiva.

Após concluir a visita, o governador saiu sem falar com a imprensa com destino à Surubim onde retomaria sua agenda.


A insatisfação da imprensa

Durante a visita a Santa Cruz do Capibaribe o governador Paulo Câmara evitou a imprensa. Rapidamente o governador falou a Rádio Polo FM, que estava ao vivo, respondendo a duas perguntas e indo embora.

Os assessores haviam prometido que organizariam uma entrevista coletiva no ato da inauguração da escola técnica, o que não aconteceu.


Informações do blog de Ney Lima

Nenhum comentário:

Postar um comentário

.

.